Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Silvana Regina Rossi Kissula, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorJuliatto, Janaina Bojikian da Costa Vital, 1980-pt_BR
dc.contributor.otherTrigueiro, Tatiane Herreira, 1986-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Prática do Cuidado em Saúdept_BR
dc.date.accessioned2022-08-05T18:47:19Z
dc.date.available2022-08-05T18:47:19Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71387
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Silvana Regina Rossi Kissula Souzapt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Profª Drª Tatiane Herreira Trigueiropt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Mestrado Profissional. Defesa : Curitiba, 03/12/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 92-104pt_BR
dc.description.abstractResumo: Introdução: O parto e nascimento passou de evento fisiológico a ser um procedimento médico, estreando-se o modelo de atenção tecnocrático ao parto. Este por sua vez, hoje predominante no Brasil, nasceu da medicina moderna e vem tentando ser substituído pelo modelo humanístico através de normativas governamentais. A Organização Pan-Americana da Saúde, a Organização Mundial da Saúde, o Fundo de Populações das Nações Unidas e a Confederação Internacional de Parteiras, recomendam a inserção da Enfermeira Obstetra na assistência ao parto e nascimento como meio de reduzir a epidemia de cesarianas. Em razão da inexistência de um instrumento para a assistência ao parto e nascimento pela Enfermeira Obstetra, surge a questão norteadora: Quais as dificuldades e potencialidades de um serviço de obstetrícia, cenário do estudo? E, a partir disso, construir um Guia de Cuidados para a atuação da Enfermeira Obstetra em parto de risco habitual. Objetivos: Identificar as dificuldades e potencialidades do serviço de obstetrícia no cenário do estudo; construir um Guia de Cuidados para a atuação da Enfermeira Obstetra em parto de risco habitual. Método: O estudo foi delineado através do método da Pesquisa Convergente Assistencial, realizada em um Hospital e Maternidade da Região Metropolitana de Curitiba, no período de março a julho de 2019. Contou com a participação de sete Enfermeiras Obstetras lotadas na instituição objeto do estudo. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário semiestruturado e através de quatro oficinas, segundo Afonso (2010), com temas pré definidos. Para a análise dos dados utilizou-se a análise temática de conteúdo proposta por Bardin (2011). Resultados: Foram identificadas três categorias resultantes da codificação dos discursos das Enfermeiras Obstetras, sendo: "Dificuldades na atenção obstétrica", "Humanização no processo de parturição" e "Perspectivas de mudança no cenário". As principais dificuldades estão relacionadas ao déficit de recursos humanos, estrutura física pequena, sobrecarga de atividades administrativas e falta de apoio na assistência ao parto. Foram encontradas práticas de assistência humanizada como métodos não farmacológicos para o alívio da dor, comunicação efetiva e apoio emocional. As perspectivas de mudança concentram-se na expectativa de uma nova estrutura física, na contratação de recursos humanos, atuação efetiva da Enfermeira Obstétrica no parto e educação continuada. Por meio das oficinas foi construído o Guia de Cuidados. Considerações finais: Foram verificadas dificuldades e potencialidades no serviço de obstetrícia e percebido o quanto a organização dos processos de cuidado contribuem à melhoria da assistência. A padronização da assistência prestada pela Enfermeira Obstetra, pautada nas boas práticas e em evidências científicas, promove a humanização da assistência e garante a segurança da mulher. O presente estudo alcançou os objetivos de identificar as dificuldades e potencialidades do serviço de obstetrícia no cenário do estudo; e construir um Guia de Cuidados para a atuação da Enfermeira Obstetra em parto de risco habitual, constituindo-se este último o produto desta dissertação e atendendo aos pressupostos do Programa de Mestrado Profissional e da Pesquisa Convergente Assistencial.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Introduction: Childbirth and birth went from being a physiological event to being a medical procedure, with the technocratic care model for childbirth debuting. This in turn, now prevalent in Brazil, was born from modern medicine and has been trying to be replaced by the humanistic model through government regulations. The Pan American Health Organization, the World Health Organization, the United Nations Population Fund and the International Confederation of Midwives, recommend the inclusion of Nurse Obstetricians in childbirth and birth care as a means of reducing the epidemic of cesarean sections. Due to the inexistence of an instrument for assistance to childbirth and birth by the Obstetric Nurse, the guiding question arises: What are the difficulties and potential of an obstetrics service, scenario of the study? And, from that, build a care guide for the performance of the Obstetric Nurse in childbirth of usual risk. Objectives: To identify the difficulties and potential of the obstetrics service in the study setting; to build a care guide for the performance of the Obstetrical Nurse in usual risk delivery. Method: The study was designed using the Convergent Care Research method, carried out in a Hospital and Maternity in the Metropolitan Region of Curitiba, from March to July 2019, with the participation of seven Obstetric Nurses from the institution object of the study. Data collection was performed through the application of a semi-structured questionnaire and through four workshops, according to Afonso (2010), with pre-defined themes. For data analysis, the thematic content analysis proposed by Bardin (2011) was used. Results: Three categories were identified resulting from the codification of the speeches of the Obstetric Nurses, being: "Difficulties in obstetric care", "Humanization in the parturition process" and "Perspectives of change in the scenario". The main difficulties are related to the deficit of human resources, small physical structure, overload of administrative activities and lack of support in childbirth care. Humanized care practices were found as nonpharmacological methods for pain relief, effective communication and emotional support. The prospects for change are focused on the expectation of a new physical structure, the hiring of human resources, the effective performance of the Obstetric Nurse in childbirth and continuing education. The Care Guide was built through the workshops. Final considerations: Difficulties and potentialities in the midwifery service were verified and the extent to which the organization of the care processes contributed to the improvement of care. The standardization of the assistance provided by the Obstetric Nurse, based on good practices and scientific evidence, promotes the humanization of care and guarantees the safety of women. The present study achieved the objectives of identifying the difficulties and potential of the obstetrics service in the study scenario; and to build a care guide for the performance of the Obstetrical Nurse in usual risk delivery, the latter being the product of this dissertation and meeting the assumptions of the Professional Master's Program and Convergent Care Research.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEnfermagem obstétricapt_BR
dc.subjectHumanização dos serviços de saúdept_BR
dc.subjectParto Humanizadopt_BR
dc.subjectTrabalho de partopt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.titleAtuação da enfermeira obstetra em parto de risco habitual : um guia de cuidadospt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record