Show simple item record

dc.contributor.authorVargas, Fernando dos Santos, 1987-pt_BR
dc.contributor.otherHarder, Eduardo, 1975-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Curso de Especialização em Educação do Campopt_BR
dc.date.accessioned2021-02-26T20:59:07Z
dc.date.available2021-02-26T20:59:07Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69548
dc.descriptionOrientador : Eduardo Harderpt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Curso de Especialização em Educação do Campopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractTrata-se de artigo em que o autor/narrador apresenta na forma de ensaio biográfico desde as perspectivas de tempo e espaço vivenciados na comunidade Guarani M'bya Araçaí, localizada em Piraquara (Paraná, Brasil), suas experiências de trabalho com educação escolar indígena. O percurso narrativo perpassa os estudos de graduação, no segundo ano do curso de licenciatura em História, nas Faculdades Integradas "Espírita" em Curitiba, na qual foram lhe apresentados os primeiros fundamentos história do povo indígena Guarani no sudoeste do Paraná. Essa referência temporal está correlacionada ao interesse pela ancestralidade indígena do autor, uma vez que seu avô materno é indígena do sudoeste, região que em que foi criado até os 13 anos de idade. Já estudando e morando em Curitiba teve contato com amigos que o levaram até Piraquara, município da Região Metropolitana de Curitiba, uma paisagem serrana com imensa área de manancial e que forma o berço do grande Rio Iguaçu, o qual percorre quase todo o estado do Paraná com uma rica floresta em Mata Atlântica. Árvores verdes, bosques de Araucárias, as curucacas cantando em suas copas, muitos tico-ticos em meio aos arbustos, o autor narra a emoção ao conhecer a região que fica próxima ao Morro do Canal, ponto turístico da região. No mesmo dia, ao receber o convite de uma colega para ir até a aldeia Guarani, mesmo com um pouco de receio de ser um invasor do território, o autor relata que foi até a casa de reza, onde ao ouvir o canto das crianças Guarani, teve arrepios e a certeza de que "algo dentro de mim pertencia aquele povo". Em pouco tempo fez a inscrição para o Processo Seletivo Simplificado do Paraná (PSS), modalidade de contratação de docentes. No ano seguinte foi chamado para se apresentar na aldeia Araçaí e com muita emoção foi escolhido pela comunidade para trabalhar como professor em Geografia no ano de 2012. "Este foi o começo do grande estudo de minha vida, que é de ser um educador e indigenista, servir aos povos originários da América Latina em especial aos Guarani M'bya. Venho por este trabalho narrar minhas vivências, dificuldades, ensinos e aprendizagens dentro da aldeia Araçaí, na Escola Estadual Indígena M'bya Arandú". Em suas conclusões, o autor apresenta uma síntese do trabalho, cujo filtro de análise se condensa em recomendações e sugestões para a educação escolar indígena.pt_BR
dc.format.extent26 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectEducaçao indigenapt_BR
dc.subjectCultura indigena - Estudo e ensinopt_BR
dc.titleVida e experiências em tempo e espaço na educação escolar indígenapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record