Show simple item record

dc.contributor.authorRibas, Paloma Gerlach, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherKava, Vanessa, 1968-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Genéticapt_BR
dc.date.accessioned2021-02-22T20:23:34Z
dc.date.available2021-02-22T20:23:34Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69421
dc.descriptionOrientadora: Prof.ªDr.ª Vanessa Merlo Kavapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa : Curitiba, 30/07/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 55-66pt_BR
dc.description.abstractResumo: Microalgas apresentam capacidade de se desenvolver em diferentes condições de temperatura, salinidade, disponibilidade de nutrientes e intensidades luminosas, permitindo seu bom desenvolvimento em cultivos em laboratório em pequena e grande escala. Têm sido foco de grande destaque em pesquisas visando sua aplicação na indústria biotecnológica. Apresentam um grande número de espécies, porém há uma limitação na correta identificação, pois esta ainda depende quase que exclusivamente de análises morfológicas. A identificação de microalgas por meio de metodologias que envolvam análises moleculares ainda está em desenvolvimento, na busca por sequências informativas para este grupo polifilético, visando contribuir para uma identificação robusta quando associada a estudos de morfologia. Decorrente destes estudos associados, a taxonomia de vários gêneros de interesse biotecnológico está sendo revista. As microalgas produzem em sua biomassa compostos com aplicações biotecnológicas como pigmentos, lipídios, carboidratos e proteínas. Dentre estas, destaca-se o gênero Tetradesmus pela sua capacidade de produção de biomassa e por conter macromoléculas de interesse, principalmente lipídeos e carboidratos. Neste sentido, este trabalho teve por objetivo identificar e avaliar o potencial biotecnológico para a produção de carboidratos, lipídeos e pigmentos pelo isolado Tetradesmus LGMM12, isolado da represa do Iraí - PR. Para a identificação taxonômica deste isolado foram realizadas análises morfológicas, por microscopia de luz e eletrônica de varredura, e moleculares, por sequenciamento da região ITS do DNA ribosomal. A morfologia do isolado LGMM12 é compatível com o gênero Tetradesmus, pois apresenta células fusiformes, formação de cenóbios coma morfologia típica de disposição das células. Na análise molecular, foi gerada uma árvore filogenética por inferência bayesiana com sequências da região ITS das espécies disponíveis de Tetradesmus no banco de dados GenBank. Na árvore gerada, o isolado LGMM12 formou um ramo isolado, indicando se tratar de uma nova espécie de Tetradesmus. Nas análises de composição de biomassa de LGMM12 foram utilizadas diferentes concentrações de carbono (C), nitrogênio (N) e fósforo (P) no meio de cultivo CHU, em um total de 12 combinações. O tratamento composto por 5g/L de glicerol como fonte de C, metade da concentração padrão de P (0,125 g/L) e o dobro da concentração padrão de N (0,5 g/L) apresentou produtividade diária de 0,09 g/L de biomassa e o tratamento composto por 5g/L de glicerol, 0,5 g/L de N e 0,5 g/L de P apresentou produtividade diária de 0,10 g/L de biomassa. Foi observado que o isolado LGMM12 teve uma produção de carboidratos superior a 30% na biomassa seca em nove tratamentos testados e no controle. Para a produção de lipídeos a condição composta por 10g/L de glicerol, 0,125 g/L de N e 0,125 g/L de P possibilitou a recuperação de 26% de lipídeos da biomassa seca. A condição composta por 0,5 g/Lde N, 0,25 g/L de P e ausência de C, possibilitou a recuperação de 2,83% de clorofila da biomassa seca deste isolado. Concluindo, Tetradesmus LGMM12 possui capacidade para produzir macromoléculas de interesse biotecnológico, e esta produção é modulada por alterações nas condições de cultivo, fornecendo uma base para estudos futuros que visem potencializar a produção de moléculas de interesse. Palavras-chave: Taxonomia molecular; Tetradesmus; Bioprodutos; ITS, Inferência Bayesianapt_BR
dc.description.abstractAbstract: Microalgae can grow under different temperature, salinity, nutrients, and luminous intensities, allowing their development in small and large scale laboratory crops. They have been the focus of research due to their application in the biotechnology industry. This polyphyletic group has a large number of species, but the correct identification still depends almost exclusively on morphological analysis. The identification of microalgae using molecular analysis is being developed to contribute to a robust identification when associated with morphology studies. As a result of these studies, the taxonomy of several genera of biotechnological interest is being revised. Microalgae produce compounds in their biomass with biotechnological applications such as pigments, lipids, carbohydrates, and proteins. The genus Tetradesmus stands out for its biomass production and contains macromolecules of interest, mainly lipids, and carbohydrates. In this sense, this work aimed to identify and evaluate the biotechnological potential for the carbohydrates, lipids, and pigments production by the Tetradesmus LGMM12, isolated from the Iraí dam - PR. For the taxonomic identification of this isolate, morphological analysis was performed, using light and scanning electron microscopy, and molecular analysis, by sequencing the ITS region of the ribosomal DNA. The isolate LGMM12 morphology is compatible with the genus Tetradesmus, as it presents spindle cells, the formation of cenobes with the typical cell disposition. A phylogenetic tree was generated by Bayesian inference with ITS sequences from Tetradesmus species in the GenBank database. In the generated tree, the isolate LGMM12 formed an isolated branch, indicating a new species of Tetradesmus. The biomass composition analysis of LGMM12 was performed at 12 combinations of different concentrations of carbon (C), nitrogen (N), and phosphorus (P) using CHU culture medium as a basis. The treatment consisting of 5 g / L of glycerol as a source of C, half the standard concentration of P (0.125 g / L) and twice the standard concentration of N (0.5 g / L) showed daily productivity of 0.09 g / L of biomass and the treatment composed of 5 g / L of glycerol, 0.5 g / L of N and 0.5 g / L of P showed daily productivity of 0.10 g / L of biomass. It was observed that the LGMM12 had a carbohydrate production above 30% in the dry biomass of nine treatments tested and in control. For the production of lipids, the condition composed of 10g / L of glycerol, 0.125 g / L of N, and 0.125 g / L of P enabled the recovery of 26% of lipids from the dry biomass. The condition composed of 0.5 g / L of N, 0.25 g / L of P, and absence of C, allowed the recovery of 2.83% of chlorophyll from the dry biomass. In conclusion, Tetradesmus LGMM12 can produce macromolecules of biotechnological interest, and changes in culture conditions modulate this production. This information can provide a basis for future studies that aim to enhance the production of these molecules. Keywords: Molecular taxonomy; Tetradesmus; Bioproducts; ITS, Bayesian inferencept_BR
dc.format.extent68 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMicroalgapt_BR
dc.subjectAlga verdept_BR
dc.subjectTaxonomiapt_BR
dc.subjectMorfologia (Biologia)pt_BR
dc.subjectMacromoleculaspt_BR
dc.subjectBiotecnologiapt_BR
dc.subjectGenéticapt_BR
dc.titleTaxonomia de Tetradesmus sp. isolado no Paraná e composição da sua biomassa em diferentes concentrações de nutrientespt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record