Show simple item record

dc.contributor.authorMenezes, Daniela Cristina Dias, 1977-pt_BR
dc.contributor.otherSilva, Adelaide Hercília Pescatori, 1971-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2021-03-10T21:40:48Z
dc.date.available2021-03-10T21:40:48Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69303
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Adelaide H. P. Silvapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa : Curitiba, 20/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 146-150pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Estudos Linguísticospt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta tese examina a im/polidez emergente de aspectos gramaticais, prosódicos e contextuais. Nosso objeto de análise é a quarta temporada do reality show de culinária Hell's Kitchen Brasil. Observamos, a partir do episódio de estreia, as estratégias presentes nos enunciados da apresentadora/chef do programa, responsáveis pela produção do discurso im/polido. Para a identificação de tais estratégias, partimos da proposta de Brown e Levinson (1987) de divisão do fenômeno em quatro tipos: polidez positiva, negativa, on-record e offrecord. Consideramos, ademais, a polidez como emergente não apenas de enunciados de forma isolada, mas de discursos que podem ser formados por vários turnos de interação. Para a avaliação da im/polidez a partir do ponto de vista dos espectadores do programa, desenvolvemos um teste de percepção em que nossos informantes julgaram o grau de polidez dos enunciados da apresentadora, tendo como parâmetro uma escala de cinco pontos. Tais enunciados compunham dez diálogos que foram selecionados do episódio de estreia. Os informantes foram divididos em dois grupos e tiveram acesso aos diálogos na íntegra. O primeiro grupo, todavia, teve acesso apenas ao áudio dos diálogos, enquanto o segundo grupo teve acesso também ao vídeo. Nosso objetivo, ao avaliar a resposta dos dois grupos, foi aferir a relevância da presença de pistas visuais para a percepção da im/polidez. Além disso, para a identificação dos parâmetros prosódicos envolvidos na produção/percepção do fenômeno em estudo, medimos a frequência fundamental média, a tessitura das frases entoacionais, a tessitura e a duração da sílaba nuclear. Comparamos, então, os valores registrados para os enunciados classificados como polidos, neutros ou impolidos pelos nossos informantes. Nossos resultados apontaram para a importância das pistas visuais para a identificação da impolidez, principalmente quando esta é veiculada por meio de implicaturas. Quanto aos parâmetros prosódicos, verificamos a associação entre polidez e maior variação melódica. Não foi registrado correlação entre duração da sílaba nuclear e grau de polidez. As relações observadas, todavia, não são categóricas. A ausência de relações lineares entre pistas contextuais, pistas prosódicas e expressão da im/polidez reforça a nossa hipótese de que a polidez é fenômeno emergente de um sistema adaptativo complexo, em que as variáveis interagem e o resultado é a produção de comportamentos não identificados em partes isoladas do sistema. Palavras-chave: Im/polidez. Contexto. Prosódia.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This thesis examines the im/politeness emergent from grammatical, prosodic and contextual aspects. Our object of investigation is the fourth season of the culinary reality show Hell's Kitchen Brasil. We focused on the opening episode to register the strategies employed by the show's hostess/chef to produce im/polite discourse. To identify those strategies, we accepted Brown and Levinson's (1987) account of the phenomenon and its division into four parts: negative, positive, on-record and off-record politeness. Moreover, we consider politeness to be emergent not only from isolated utterances, but also from discourses made of several interactional turns. To evaluate im/politeness from the viewers' perspective, a perceptual test was developed, in which our informers assessed the degree of politeness present in the hostess's utterances, using a five-point scale. The utterances were part of ten dialogues selected from the opening episode. The informers were divided into two groups and had access to the whole dialogues. The first group, however, had access only to the audio, while the second group also had access to the video of the opening episode. Our aim, when comparing the answers from the two groups, was to check the relevance of visual clues to the perception of im/politeness. Furthermore, to identify the prosodic parameters involved in the production/perception of this phenomenon, we measured: the fundamental frequency mean, the fundamental frequency range, the mean value and the duration of the nuclear syllable. We then proceeded to compare the values registered relative to the utterances assessed as impolite, neutral or polite by our informants. Our results point to the importance of visual clues to the identification of impoliteness, primarily when it is delivered by implicatures. As far as prosodic parameters are concerned, a link between politeness and greater melodic range was observed. There was no link between nuclear syllable duration and the degree of politeness registered by the informants. The correlations observed, however, were far from categorical. The absence of linear relations between contextual clues, prosodic clues and the expression of im/politeness strengthens our hypothesis that politeness is a phenomenon that emerges in a complex adaptive system, in which variables interact and the result is the presence of behaviour not identified in isolated parts of the system. Keywords: Im/politeness. Context. Prosody.pt_BR
dc.format.extent170 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectLingua portuguesa - Fonéticapt_BR
dc.subjectLingua e linguagempt_BR
dc.subjectLetraspt_BR
dc.subjectContexto (Linguistica)pt_BR
dc.subjectVersificaçãopt_BR
dc.titlePolidez emergente : um estudo de caso do Programa Hell's Kitchen Brasilpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record