Show simple item record

dc.contributor.authorHeidemann, Marina Sucha, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherMolento, Carla Forte Maiolinopt_BR
dc.contributor.otherReis, Germano Glufke, 1965-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterináriaspt_BR
dc.date.accessioned2022-02-07T14:19:37Z
dc.date.available2022-02-07T14:19:37Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69296
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Carla Forte Maiolino Molentopt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Germano Glufke Reispt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa : Curitiba, 22/05/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O crescimento contínuo da população exigirá inovações na produção de alimentos. A carne celular é um método alternativo de produção de carne que possibilitará benefícios ao meio ambiente, à saúde humana e ao bem-estar animal. Embora muitas startups em todo o mundo venham avançando na tecnologia da carne celular, o Brasil ainda se mantém conservador em relação a sua inclusão no país. A técnica consiste em extrair células de um tecido muscular animal e promover a proliferação e diferenciação in vitro de células em carne, em meio de cultura apropriado. Cultivar células para produzir carne é uma inovação disruptiva que pode mudar a cadeia da carne, especialmente o setor de produção animal. Desta forma, este estudo teve como objetivo estudar o impacto da carne celular para o bem-estar animal, considerando a percepção de profissionais. Como o papel dos especialistas em produção animal é essencial para o desenvolvimento da nova cadeia de carne celular, este estudo compreendeu a percepção de médicos veterinários e zootecnistas brasileiros em relação à carne celular e identificou pontos de resistência para propor estratégias de mitigação. Além disso, como o método de produção de carne sem abate pode modificar as relações humano-animal, objetivamos discutir possíveis consequências para o bem-estar animal e o contexto ético destas mudanças. Esta dissertação é distribuída em quatro capítulos: (1) Apresentação; (2) Perspectiva crítica dos especialistas em produção animal sobre carne celular no Brasil: do gargalo aos melhores cenários; (3) O desacoplamento entre carne e abate de animais e seu impactos nas relações humano-animal; e (4) Considerações Finais. O segundo capítulo traz resultados inéditos sobre a percepção de médicos veterinários e zootecnistas brasileiros em relação à carne celular. A falta de conhecimento sobre o tema e a associação com a artificialidade foram destacados como pontos negativos, de forma que as estratégias proposta para mitigar a resistência foram o ensino de ponta e motivação para especialistas em produção animal se engajarem e contribuírem para a nova cadeia. O estudo sobre os impactos da carne celular nas relações humano-animal contemplou as implicações da introdução de uma porcentagem de carne celular no mercado de carne, tendo em vista o bem-estar animal dos animais remanescentes na produção e a perspectiva ética de desacoplar a carne da necessidade da criação e abate de animais. Em geral, este trabalho contribui para o conhecimento sobre a opinião de profissionais da produção animal em relação à carne celular, bem como sobre as possíveis implicações desta tecnologia nas nossas relações com os animais nãohumanos. Palavras-chave: 1. Bem-estar animal 2. Carne celular 3. Relações humano-animais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The continued growth in population will require innovations in food production. Cell-based meat is an alternative method of meat production that will provide benefits to the environment, human health and animal welfare. Although many start-ups worldwide have been advancing in cell-based meat technology, Brazil is still conservative regarding its inclusion in the country. The technique consists of extracting cells from an animal muscle tissue and promoting the proliferation and differentiation in vitro of cells in meat, in an appropriate culture medium. Growing cells to produce meat is a disruptive innovation that may change the meat chain, especially the animal production sector. Thus, this work aimed to study the impact of cell-based meat for animal welfare, considering the perception of professionals. As the role of specialists in animal production is essential for the development of the new cell meat chain, this study includes the perception of Brazilian veterinarians and animal scientists regarding cell-based meat and identified points of resistance to propose mitigation strategies. In addition, as the method of meat production without slaughter may modify human-animal relationships, we aim to discuss possible consequences for animal welfare and the ethical context of these changes. This dissertation is divided into four chapters: (1) Presentation; (2); (3) Uncoupling meat from animal slaughter and its impacts on human-animal relationships; and (4) Final Considerations. The second chapter shows unprecedented results on the perception of Brazilian veterinarians and animal scientists in relation to cell-based meat. The lack of knowledge on the subject and the association with artificiality were highlighted as negative points; therefore, the strategies proposed to mitigate resistance were higher education and motivation for animal production specialists to engage and contribute to the new chain. The study on the impacts of cell-based meat on humananimal relations contemplated the implications of introducing a percentage of cellbased meat in the meat market, in view of the animal welfare of animals remaining in production and the ethical perspective of uncoupling meat from the need to raise and slaughter animals. In general, this work contributes to report the knowledge respecting the opinion of animal production professionals in relation to cell-based meat, as well as regarding possible implications of this technology in our relations with non-human animals. Keywords: 1. Animal welfare 2. Cell-based meat 3. Human-animal relationshipspt_BR
dc.format.extent127 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languageInglêspt_BR
dc.subjectProteínas celularespt_BR
dc.subjectAnimais - Proteçãopt_BR
dc.subjectRelações homem-animalpt_BR
dc.subjectMedicina Veterináriapt_BR
dc.titleCarne celular : percepção profissional e consequências para o bem-estar animalpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record