Show simple item record

dc.contributor.authorBucker Junior, Nelson Alves, 1975-pt_BR
dc.contributor.otherBega, Maria Tarcisa Silva, 1953-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologiapt_BR
dc.date.accessioned2021-01-21T22:56:18Z
dc.date.available2021-01-21T22:56:18Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69261
dc.descriptionOrientadora: Professora Dra. Maria Tarcisa Silva Begapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Defesa : Curitiba, 30/09/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 146-151pt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta dissertação busca traçar um perfil do músico e compositor Augusto Stresser e de sua obra, a ópera Sidéria e investiga o papel da organização maçônica como instituição importante para a criação e solidificação de uma determinada memória histórica e a sua significativa presença tanto no ambiente político como também no campo da Arte e da cultura. O maçom Augusto Stresser e sua ópera Sidéria, tomados como objeto de estudo, nos permitem adentrar a uma rede de simbolos e relações com outras personalidades não só do ambiente artístico, mas também político. Utilizando como fontes primárias os jornais e Atas de Lojas maçônicas, podemos verificar uma rede de relações que ultrapassavam o simples aspecto social, onde diversos indivíduos, dos diversos âmbitos sociais e econômicos, profissionais e de origem familiar, discutiam, nos templos das Lojas, valores e ações, que se materializavam em práticas empíricas, tanto na Arte, quanto na política. Ao se investigar o número de Lojas maçônicas presentes em Curitiba e no Paraná a partir da metade do Século XIX e inicio do Século XX, bem como os nomes que de seus quadros faziam parte, adentramos em profundas relações de amizade e de fraternidade, tendo a organização maçônica profunda presença social, política e artística, como traço de união entre seus membros e valores. Nesse sentido foi importante a contribuição conceitual de Niklas Luhmann da relação entre sistema político e o sistema da arte e a relação que as organizações possuem, através de seus membros, no acoplamento estrutural desses sistemas. Revisitando Tarcisa Bega em sua obra sobre o período do movimento simbolista no Paraná, encontramos também os liames que reforçam essas ligações de indivíduos, a qual aqui demonstramos ter, na maçônaria, fundamental liame de ligação. As peculariedades simbólicas da ópera Sidéria, a trajetória biografica de Augusto Stresser e a presença da maçônaria e de seus membros constituem seara investigativa relevante para o aprofundamento não só dos conceituais sociológicos, mas também do Paraná e da construção de sua memória histórica, de suas redes de relações políticas, artísticas e sociais de poder. Palavras-chave: Augusto Stresser, Maçônaria, Paraná, ópera Sidéria.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation scrutinizes to outline the profile of musician and composer Augusto Stresser and his work, opera Sidéria, and investigates the role of the Masonic organization as an important institution for the creation and solidification of a given historical memory and its significant presence both in the political environment and also in the field of art and culture. Freemason Augusto Stresser and his opera Sideria, taken as the object of study, allow us to enter a network of symbols and relationships with other personalities not only in the artistic but also in the political environment. Using as primary sources the Masonic newspapers and Minutes of Lodges, we can verify a network of relationships that went beyond the simple social aspect, where diverse individuals, from various social and economic, professional and family backgrounds, discussed, in the temples of the Lodges, and actions, which materialized in empirical practices, both in art and politics. By investigating the number of Masonic lodges present in Curitiba and Parana from the midnineteenth and early twentieth centuries, as well as the names that were part of their paintings, we entered deep relationships of friendship and fraternity, having Masonic organization deep social, political and artistic presence as a trace of unity between its members and values. In this sense, Niklas Luhmann's conceptual contribution of the relationship between the political system and the art system and the relationship that organizations have through their members in the structural coupling of these systems was important. Revisiting Tarcisa Bega in her work on the period of the symbolist movement in Parana, we also find the links that reinforce these bonds of individuals, which we have here shown to have, in Freemasonry, a fundamental bonding link. The symbolic peculiarities of the opera Sidéria, the biographical trajectory of Augusto Stresser and the presence of Freemasonry and its members constitute an important investigative area for the deepening not only of sociological concepts, but also of Paraná and the construction of its historical memory, its networks. political, artistic and social relations of power. Keywords: Augusto Stresser, Freemasonry, Paraná, Sideria opera.pt_BR
dc.format.extent151 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSociologiapt_BR
dc.subjectÓpera - Brasil - Históriapt_BR
dc.subjectMúsicos - Paranápt_BR
dc.subjectMaçonaria - Históriapt_BR
dc.titleEntre a lyra e o esquadropt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record