Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, Rafael Felipe da Costa, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorTirado, Amanda Gabriela Cobuccipt_BR
dc.contributor.otherGalvão, Julia Arantes, 1983-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterináriaspt_BR
dc.date.accessioned2021-01-08T02:05:41Z
dc.date.available2021-01-08T02:05:41Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69210
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Rafael Felipe da Costa Vieirapt_BR
dc.descriptionCo-orientadora: Profa. Dra. Julia Arantes Galvãopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa : Curitiba, 14/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A saúde intestinal dos frangos de corte é um fator importante que influencia a produtividade na avicultura de forma que, uma mucosa intestinal prejudicada tem baixa digestão e absorção de nutrientes e isso afetará as funções fisiológicas do hospedeiro, resultando em um sistema imunológico enfraquecido, mais susceptível a doenças e, consequentemente, causará perda econômica e de bem-estar animal. Desde que os antibióticos foram banidos na produção animal de vários países, métodos alternativos foram desenvolvidos para melhorar a performance dos frangos, como por exemplo os probióticos, que estimulam o crescimento de bactérias produtoras de ácido-lático consideradas benéficas para o intestino, aumentam o ganho de peso, promovem o equilíbrio da microbiota, melhoram a morfologia intestinal e modulam a imunidade intestinal. Neste trabalho foi realizado um estudo sobre probióticos e um experimento específico sobre os efeitos do Bacillus subtilis DSM 29784. O experimento foi realizado com frangos de corte desafiados com C. perfringens e Eimeria spp. ou não desafiados, e suplementados com B. subtilis DSM 29784, enramicina ou não-suplementados. Aos 7, 14 e 21 dias de idade foi avaliada a performance das aves, a saúde intestinal com o método histológico I See Inside (ISI) e a reposta imunológica com quantificação celular de linfócitos T (CD4+, CD8+ e macrófagos). Não foi encontrado diferença estatística para resultado de performance em aves suplementadas com o probiótico ou com a Enramicina, apenas entre desafiados e não desafiados. O resultado do ISI demonstrou maior escore de índice histológico em aves desafias, quando comparadas com não desafiadas em todos os períodos. O grupo desafiado e suplementado com B. subtilis DSM 29784 apresentou menor escore total ISI aos 7 e 14 dias quando comparado com o desafiado e nãosuplementado. Aos 21 dias, o grupo não-desafiado e suplementado com Enramicina teve o menor escore total ISI dentre todos os grupos. Aves suplementadas com o probiótico tiveram um menor escore de células CD4+ e CD8+ aos 7 dias, um pico aos 14 e posterior queda aos 21 dias. A contagem de macrófagos foi elevada em aves não desafiadas aos 7 dias de idade. Os resultados deste experimento demonstraram que o probiótico teve um impacto positivo na saúde intestinal de frangos de corte desafiados. Palavras-chave: Probiótico. Antibiótico promotor de crescimento. Enterite necrótica. Clostridiose. Linfócitos T.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Chicken intestinal health is an important factor that concerns aviculture productivity somehow that disruptive mucosa has poorer nutrient digestion and absorption that will physiologically affect the host resulting in weaker immunological system, more susceptible to diseases and, consequently will cause economical losses and failed animal well-being. Since antibiotic ban in animal production of many countries, alternative methods have been developed to enhance broiler chicken performance, for instance probiotics stimulate the grown of lactic-acid producer bacterias considered beneficial for intestinal health, improving body weight gain, promoting microbiota balance, enhancing intestinal morphology and modulating intestinal immunity. In this dissertation it was accomplished a study about probiotics and then it was performed a trial specifically on Bacillus subtilis DSM 29784. In the experiment it was evaluated broiler chickens challenged or not with C. perfringens e Eimeria spp. and supplemented with B. subtilis DSM 29784 or Enramycin or not supplemented at all. At 7, 14 and 21 days of age it was evaluated bird's performance, intestinal health with the histological method I See Inside (ISI) and immunological response through lymphocyte T cell (CD4+, CD8+ and macrophage) quantification. No statistical difference was found on performance in birds supplemented or not with probiotic or Enramycin, except among challenged or non-challenged birds. ISI results demonstrated higher total score in challenged birds when compared to non-challenge ones at all ages. The challenged group supplemented with B. subtilis DSM 29784 presented lower ISI total score at 7 and 14 days, when compared to challenged and non-supplemented group. At 21 days, the non-challenged and supplemented with Enramycin group had the lowest ISI total score among all groups. Birds supplemented with the probiotic had a lower CD4+ and CD8+ cell counts at 7 days, followed by a peak at 14 days and posterior decrease at 21 days. Macrophage cell counts was higher in non-challenged birds at 7 days of age. Results demonstrated that B. subtilis DSM 29784 had a positive impact over intestinal health of challenged birds. Keywords: Probiotic. Antibiotic growth promoter. Necrotic enteritis. Clostridiosis. T Lymphocyte.pt_BR
dc.format.extent[55] p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languageInglêspt_BR
dc.subjectProbióticospt_BR
dc.subjectBacillus subtilispt_BR
dc.subjectMedicina Veterináriapt_BR
dc.titleIntestinal health assessment of broilers supplemented with Bacillus subtilis DSM 29784pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record