Show simple item record

dc.contributor.advisorLorenzetti, Leonir, 1967-pt_BR
dc.contributor.authorFernandes, Fernanda, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemáticapt_BR
dc.date.accessioned2021-05-05T21:31:23Z
dc.date.available2021-05-05T21:31:23Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68800
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Leonir Lorenzettipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática. Defesa : Curitiba, 15/04/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 158-169pt_BR
dc.description.abstractResumo: Em uma sociedade cuja mídia proporciona, ininterruptamente, o acesso dos cidadãos a conteúdos referentes à sexualidade, falar sobre isso, abordando seus aspectos biológicos, culturais e sociais, ainda causa polêmicas e divide opiniões, ainda mais quando abordada no espaço escolar. A escola, instituição social, tem o dever de oportunizar para além da aprendizagem, o desenvolvimento integral do (a) estudante nas esferas intelectuais, históricas, morais, culturais e éticas, inserindo-os (as) na sociedade e promovendo espaços para o diálogo, onde dúvidas e tabus não sejam perpetuados. Desta forma o presente estudo objetivou investigar quais são as contribuições da discussão acerca da Educação para Sexualidade no Ensino Fundamental, anos iniciais. A partir disso, surgiu o seguinte problema de pesquisa: De que maneira a Educação para Sexualidade pode ser abordada e discutida com base na implementação de uma sequência didática para o 5º ano, do Ensino fundamental, nas aulas de Ciências? A investigação foi realizada em uma escola, da rede municipal de ensino de Curitiba, com estudantes do 5° ano, do Ensino Fundamental, e ocorreu em quatro etapas: a primeira consistiu na pré-elaboração da sequência didática, seguida de aprovação, validação e, por último, a implementação. A sequência didática compreendeu sete encontros de 100 minutos cada, os quais ocorreram ao longo de sete semanas, nas aulas de Ciências. Essa sequência foi elaborada mediante os conteúdos a serem abordados pela temática da Educação para Sexualidade, além dos conteúdos estabelecidos pelo currículo de Ciências, do 5º ano escolar. Para o desenvolvimento dessas aulas, foi utilizada a metodologia dos Três Momentos Pedagógicos idealizados por Delizoicov, Angotti e Pernambuco (2002) e recursos didáticos como vídeos, músicas, jogos e leitura de livros e texto de divulgação científica. A pesquisa se caracteriza como um trabalho de cunho qualitativo, do tipo intervenção pedagógica (BOGDAN; BIKLEN, 1994; LÜDKE; ANDRÉ, 1986; DAMIANI, et al, 2013) que utilizou como constituição de dados as gravações em áudio, a transcrição das aulas e as atividades produzidas pelos (as) estudantes durante os encontros, os quais foram tratados e analisados pela metodologia da Análise de Conteúdo de Bardin (2016), tendo como categorias a posteriori os aspectos científicos da Educação para Sexualidade e os aspectos socioculturais da Educação para Sexualidade, juntamente com as subcategorias Anatomia e Fisiologia; e respeito às diferenças, crenças e tabus, prevenção e saúde e proteção, respectivamente, alocadas nas categorias anteriormente mencionadas. Foi possível observar, a partir da análise dos dados, que a sequência didática buscou promover a discussão, a reflexão e a conscientização sobre a sexualidade dentro do espaço escolar, com estudantes dos anos iniciais, do Ensino Fundamental, articulando as categorias dos aspectos biológicos com os socioculturais, a fim de que não ocorresse a fragmentação dos conhecimentos acerca do corpo. Tais resultados contribuem para discussões sobre a importância da inserção da Educação para Sexualidade dentro do espaço escolar, abordando a sexualidade em todas suas esferas e buscando contribuir no enfrentamento de políticas públicas como o abuso sexual e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), assim como na formação de crianças sexualmente saudáveis que se tornarão adultos conscientes e responsáveis sobre seus corpos e seus direitos sexuais. Palavras chave: Educação para Sexualidade. Sexualidade. Sequência Didática. Anos iniciais. Ensino Fundamental.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In a society whose media provides citizens with uninterrupted access to content related to sexuality, talking about it, addressing its biological, cultural and social aspects, still causes controversy and divides opinions, even more when approached at school. As a social institution, the school has the duty to provide, in addition to learning, the integral development of the student in intellectual, historical, moral, cultural and ethical spheres, inserting them in society and promoting spaces for dialogue, where doubts and taboos are not perpetuated. Thus, the present study aimed to investigate what are the contributions of the discussion about Education for Sexuality in Elementary School, beginning years. From this, the following research problem arose: What are the contributions of a didactic sequence to the discussion of Education for Sexuality? The research was conducted in a public school of Curitiba, with students of the 5th year of elementary school, and took place in four stages: the first step was the didactic sequence elaboration, followed by approval, validation, and finally the implementation. The didactic sequence comprised seven meetings of 100 minutes each, which took place over seven weeks, in Science classes. This sequence was elaborated based on the contents to be approached by the theme of Education for Sexuality, in addition to the contents established in the Science curriculum. For the development of these classes, the methodology of the Three Pedagogical Moments idealized by Delizoicov, Angotti and Pernambuco (2002) furthermore, were used didactic resources such as videos, music, games, books and text of scientific dissemination. The research is characterized as a qualitative work, of a pedagogical intervention (BOGDAN; BIKLEN, 1994; LÜDKE; ANDRÉ, 1986; DAMIANI, et al, 2013) that used audio recordings, the transcription of classes as data constitution and the activities produced by the students during the meetings. These activities were treated and analyzed by Bardin's Content Analysis methodology (2016), having as categories the scientific aspects of Sexuality Education and the socio-cultural aspects of Sexuality Education, together with the subcategories anatomy and physiology; respect for differences, beliefs and taboos, prevention and health and protection, respectively, allocated in the categories mentioned above. It was possible to observe, from the data analysis that the didactic sequence sought to promote the discussion, reflection and awareness about sexuality within the school space, with students of the beginning years, articulating the categories of biological aspects with sociocultural ones, in order to that knowledge about the body does not fragment. Such results contribute to discussions about the importance of inserting Sexuality Education within the school space, addressing sexuality in all its spheres and seeking to contribute in facing public policies such as sexual abuse and Sexually Transmitted Infections (STI), as well as in the formation of sexually healthy children who will become aware and responsible adults about their bodies and their sexual rights. Key words: Sexual Education. Sexuality. Didactic Sequence. Beginning Years. Elementary School.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (200 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação sexual para criançaspt_BR
dc.subjectEducação sexual - Curriculospt_BR
dc.subjectCiencias - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectMatemáticapt_BR
dc.titleA educação para sexualidade nos anos iniciaispt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record