Show simple item record

dc.contributor.advisorSarquis, Ana Lúcia Figueiredopt_BR
dc.contributor.authorAnjos, Franciane Rocha dospt_BR
dc.contributor.otherNakato, Adriane Muller, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescentept_BR
dc.date.accessioned2022-02-22T18:53:09Z
dc.date.available2022-02-22T18:53:09Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68759
dc.descriptionOrientadora: Profª Dra. Ana Lúcia Figueiredo Sarquispt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Dra. Adriane Muller Nakatopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente. Defesa : Curitiba, 28/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 59-65pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Terapia Intensiva Neonatalpt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo teve como objetivo comparar os efeitos da estimulação tátil-cinestésica e da Hidroterapia sobre as variáveis fisiológicas e o estado comportamental segundo a escala de sono e vigília de Brazelton em recém-nascidos prematuros internados em unidade de terapia intensiva neonatal. Trata-se de um ensaio clínico controlado e randomizado, realizado no Hospital do Rocio, no qual foram incluídos 44 recém-nascidos prematuros com idade gestacional entre 32 e 34 semanas, de ambos os sexos, divididos em dois grupos conforme a terapia recebida: Grupo Hidroterapia (n=22) e Grupo estimulação tátil-cinestésica (n=22). As variáveis analisadas diariamente foram: frequência cardíaca, frequência respiratória, saturação periférica de oxigênio, temperatura e estado comportamental. Com relação às variáveis fisiológicas e estados comportamentais, não houve diferença significativa entre os grupos, porém ao avaliar individualmente cada grupo observou-se que em alguns dias ocorreram alterações significativas positivas, porém sem relevância clínica. Pode-se concluir que a comparação dos efeitos das técnicas de hidroterapia e estimulação tátil-cenestésica, sobre as variáveis fisiológicas e estados comportamentais em recém-nascidos prematuros, revelou ausência de diferenças entre as técnicas nas variáveis analisadas. Entretanto pode-se observar que ambas as técnicas resultam em uma melhora ou manutenção do sono, além da manutenção dos parâmetros fisiológicos dentro dos padrões de normalidade, confirmando desta forma que as técnicas são seguras para a população estudada, não havendo assim uma técnica que possa ser considerada melhor que a outra, considerando que ambas promovem relaxamento e conforto, contribuindo para a redução dos efeitos nocivos do tratamento intensivo dentro de uma unidade de terapia intensiva neonatal e favorecendo a recuperação da saúde e o desenvolvimento do recém-nascido prematuro. Palavras-chave: Hidroterapia; Massagem; Recém-nascido prematuro; Unidades de Terapia Intensiva Neonatal.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This study aimed to compare the effects of tactile/kinesthetic stimulation and hydrotherapy on physiological variables and behavioral status according to Brazelton scale in preterm infants admitted in a neonatal intensive care unit. This is a randomized controlled trial, which included 44 preterm infants with gestational age between 32 and 34 weeks, both sexes, divided into two groups according to the therapy received: hydrotherapy group (n = 22) and tactile/kinesthetic stimulation group (n = 22). The heart rate, respiratory rate, oxygen saturation, temperature and behavioral Scale were analyzed daily. There was no significant difference in the physiological variables and behavioral states between the groups, but when individually evaluating each group it was observed that there were significant positive changes, but without clinical relevance. We concluded that the comparison of the effects of hydrotherapy and tactile/kinesthetic stimulation techniques on physiological variables and behavioral states in premature infants revealed no differences between the techniques in the variables analyzed. However, both techniques help in an improvement or maintenance of sleep, also maintain physiological parameters within normal limits, showing the safety of the techniques for premature infants. No technique can be considered superior another, both of them promote relaxation and comfort, contributing to the reduction of the harmful effects within a neonatal intensive care unit and favoring the recovery of health and the development of premature infants. Keywords: Infants Preterm; Hydrotherapy; Massage; Neonatal Intensive Care Units.pt_BR
dc.format.extent74 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectHidroterapiapt_BR
dc.subjectMassagempt_BR
dc.subjectRecem-nascido prematuropt_BR
dc.subjectUnidade de tratamento intensivopt_BR
dc.subjectPediatriapt_BR
dc.titleAnálise comparativa entre a hidroterapia e a estimulação tátil-cinestésica em recém-nascidos prematuros internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatalpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record