Show simple item record

dc.contributor.advisorCésar, Maria Rita de Assis, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorOliveira, André Lucas Guerreiro, 1974-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-12-08T12:43:19Z
dc.date.available2020-12-08T12:43:19Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68535
dc.descriptionOrientadora: Maria Rita de Assis Césarpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 13/04/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 101-105pt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta pesquisa buscou compreender as relações em que homens trans estudantes universitários de graduação e pós-graduação travam na tentativa de garantir seu acesso e permanência no espaço universitário, seja público ou privada, como um direito social a ser plenamente conquistado Para tanto, foram realizadas quatro entrevistas com homens trans que estudam ou estudaram em universidades de Curitiba - PR. Também foi realizada uma análise nos documentos que regulam as políticas de aceso e permanência de pessoas trans nas instituições frequentadas pelos interlocutores da pesquisa. Outros dados foram coletados em sites institucionais do Ministério da Educação do governo brasileiro, assim como em dados empíricos tabulados por pessoas trans pesquisadoras da temática. O referencial teórico acionou noções de cisgeneridade e de cisnormatividade, heteronormatividade e racismo estrutural para a reflexão das micropolíticas de exclusão que contribuem no sustento da transfobia estrutural, a qual afeta as relações discentes de homens trans nas instituições de ensino superior. As teorias foucaultianas e de gênero também apoiaram as análises feitas nesta pesquisa. Os resultados mostram que ser estudante universitário abre possibilidades de existências diversas para esses homens trans; que mesmo em meio a grandes dificuldades vivenciadas por conta da transfobia estrutural a que estão submetidos, permanecem e constroem novas histórias de si e auxiliam a produzir ambientes universitários mais acolhedores e plurais, logo, mais universalizantes. Palavras-chave: Educação. Homens trans. Políticas de acesso e permanência. Transfobia estrutural. Micropolíticas de exclusão.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This research analyzed the relationships in which trans men undergraduate and graduate university students engage in an attempt to guarantee their access and permanence in the university space, whether public or private, as a social right to be fully achieved. To this end, four interviews were conducted with trans men who study or studied at universities in Curitiba. An analysis was also realized on the documents that regulate the policies of access and permanence of trans people in the institutions frequented by the research interlocutors. Other data were collected on institutional websites of the Ministry of Education of the Brazilian government, as well as on empirical data tabulated by trans researchers on the subject. The theoretical framework used notions of cisgenerity and cisnormativity, heteronormativity and structural racism for the reflection of the micropolitics of exclusion that contribute to the support of structural transphobia, which affects the student relationships of trans men in universities institutions. Theories by Foucault and gender theories also supported the analyzes made in this research. The results show that being a university student opens up possibilities of different existences for these trans men; who even in the midst of great difficulties experienced due to the structural transphobia to which they are submitted, remain and build new stories about themselves and help to produce more welcoming university environments and plurals, therefore, more universalizing. Key words: Education. Trans men. Access and permanence policies. Structural transphobia. Exclusion micropolitics.pt_BR
dc.format.extent139 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTransexualidadept_BR
dc.subjectHomenspt_BR
dc.subjectInstituições de ensino superiorpt_BR
dc.subjectEstudantes universitariospt_BR
dc.subjectIgualdade na educaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleA educação é uma catapulta para a liberdade : acesso e permanência de homens trans em instituições de ensino superiorpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record