Show simple item record

dc.contributor.advisorTrzaskos, Barbara, 1974-pt_BR
dc.contributor.authorMerss, Bruno Henrique de Moura, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2022-07-26T16:18:34Z
dc.date.available2022-07-26T16:18:34Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68517
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Barbara Trzaskospt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa : Curitiba, 19/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 45-46pt_BR
dc.description.abstractResumo: A caracterização de complexos e/ou depósitos de transporte em massa é usualmente realizada com o objetivo de compreender a cinemática do fluxo e a localização dos três diferentes domínios morfológicos: proximal, translacional e distal. Essa caracterização é realizada tanto em complexos/depósitos recentes quanto em antigos. O objeto de estudo, o complexo de transporte em massa Maricá (MMTC), é um depósito de idade Maastrichtiana que teve sua deposição relacionada com a Progressão Juréia. O objetivo é caracterizar a paleotopografia na qual o MMTC foi depositado, e qual influencia ela teve sobre as características internas do depósito. Essa descrição foi realizada a partir da análise e intepretação de sísmica de alta resolução e atributos sísmicos. Como resultados, foi possível reconstruir a topografia Maastrichtiana e, caracterizar três sismofácies caóticas: amorfa, híbrida e acamadada. As diferentes sismofácies representam variações de velocidade e no grau de homogeneização do fluxo devido a presença de blocos remanescentes (barreiras). Quando o fluxo se movimenta sobre esses blocos, a homogeneização é menor, como resposta à diminuição da velocidade. Essa menor homogeneização pode resultar em melhores reservatórios, ainda mais quando a área fonte é conhecida. Quando o fluxo se movimenta em locais desobstruídos (sem barreiras) ele sofre uma maior homogeneização, resultado de uma maior velocidade. Essa maior homogeneização pode resultar em selos regionais. No caso do MMTC esses dois casos ocorrem, o canal leste é intensamente controlado por barreiras, já o oeste é desobstruído. Essa dualidade mostrou que a caracterização das diferentes sismofácies caóticas pode ser útil na determinação de selos e reservatórios regionais quando procurando plays em ambientes com depósitos de transporte em massa. Palavras-chave: Complexo de transporte em massa; Sismofácies caóticas; Bacia de Santos.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The characterization of mass-transport complexes and/or deposits is usually focused on understanding the flow's kinematics and the location of the three different morphological domains: headwall, translational and toe. This characterization is executed in both recent and ancient complexes and/or deposits. The object of study is the Maricá mass-transport complex (MMTC) which is a Maastrichtian complex that is related to the Juréia Progradation. The objective of this research is the characterization of the paleotopography where the MMTC was deposited and comprehend the influence of it in the complex's internal characteristics. This characterization was possible with the analysis and interpretation of high-resolution seismic data and seismic attributes. As results we were able to reconstruct the Maastrichtian topography as well as characterize three different chaotic seismic facies: amorphous, hybrid and layered. Which seismic facies represent variation of velocity and the degree of homogenization that the flow experience in the present of remnant blocks (barriers). When the flow moves over remnant block the velocity decreases and causes a weak sediment homogenization. This weak homogenization could result in better reservoirs, especially if the source area is known. When the flow moves over an unrestricted area the velocity is higher, causing the increase of homogenization. This high homogenization could lead to the generation of regional seals for the oil industry. In the case of study this two cases happen. The eastern channel is heavily controlled by blocks, while the western is flatter. This duality could be useful when determining regional seals and reservoirs of deep-water environments that have mass-transport complexes and/or deposits Keywords: Mass-transport complex; chaotic seismic facies; Santos Basinpt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languageMultilinguapt_BR
dc.languageTexto em português e inglêspt_BR
dc.languageporengpt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.titleTopografia sísmica e características internas de um complexo de transporte de massa de idade Maastrichtianapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record