Show simple item record

dc.contributor.advisorGoldenberg, Renato, 1968-pt_BR
dc.contributor.authorBisewski, Gessica Carolina Aparecida, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherAmorim, Andre Marcio Araujopt_BR
dc.contributor.otherBacci, Lucas de Freitaspt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.date.accessioned2020-09-15T18:50:40Z
dc.date.available2020-09-15T18:50:40Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68515
dc.descriptionOrientador: Prof.º Dr. Renato Goldenbergpt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Prof. º Dr. André Márcio Araujo Amorim, Dr. Lucas de Freitas Baccipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Botânica. Defesa : Curitiba, 20/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Melastomataceae compreende cerca de 5000 espécies distribuídas principalmente nas regiões tropicais e subtropicais do globo. Bertolonia possui 31 espécies endêmicas da Mata Atlântica e muitas delas restritas a um ou dois estados brasileiros. O hábito herbáceo, as inflorescências escorpióides e os frutos do tipo cápsula obtriqueta (tipo bertolonídio) são os principais caracteres utilizados para delimitação do grupo. O estado da Bahia é considerado o centro de diversidade de Bertolonia com 12 espécies listadas para o estado até o momento, 9 delas endêmicas. O objetivo deste trabalho é descrever a diversidade de espécies do gênero no estado da Bahia. Este estudo é baseado nas análises de espécimes de herbário, bancos de dados online, bibliografia específica e coletas em campo. A dissertação está dividida em dois capítulos. O primeiro tem como objetivo descrever três novas espécies do gênero, todas endêmicas no estado da Bahia. O segundo capítulo apresenta o tratamento taxonômico para as 15 espécies de Bertolonia que ocorrem na Bahia. O tratamento inclui chave de identificação, descrição completa, mapas de distribuição e ilustrações para as espécies. Palavras-chave: Bertolonieae. Endemismo. Mata Atlântica. Taxonomia.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Melastomataceae comprises about 5000 species distributed mainly in tropical and subtropical regions of the world. Bertolonia has 31 species, endemic to the Atlantic forest, many of them restricted to one or two Brazilian states. The herbaceous habit, scorpioid inflorescences and the obtriquetrous capsules (bertolonidium-type) are the main diagnostic features for this group. The state of Bahia is considered the center of diversity of Bertolonia, with 12 species listed for the state until now, 9 of them endemic to the state. The study aims to describe the diversity of the species of Bertolonia occurring in the state of Bahia. This study is based on the analyses of herbarium specimens, online databases, specific bibliography, and collections in the field. This dissertation is divided in two main chapters. The first describes three new species of the genus, all endemic to the state of Bahia. The second chapter presents the taxonomic treatment for the 15 species in the genus in Bahia. The treatment includes an identification key, complete descriptions, distribution maps, and illustrations for the species. This dissertation provides an important contribution to the knowledge of Melastomataceae, as well as for the Atlantic Forest endemic flora. Key words: Atlantic forest. Bertolonieae. Endemism. Taxonomypt_BR
dc.format.extent101 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMelastomataceaept_BR
dc.subjectTaxonomia vegetalpt_BR
dc.subjectMata Atlanticapt_BR
dc.subjectBotânicapt_BR
dc.titleO gênero Bertolonia Raddi (Melastomataceae, Bertolonieae) no estado da Bahia, Brasilpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record