Show simple item record

dc.contributor.advisorAlthaus Junior, Adalto Acir, 1973-pt_BR
dc.contributor.authorPagnozzi, Giovanna, 1968-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2020-09-17T17:47:22Z
dc.date.available2020-09-17T17:47:22Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/67669
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Adalto Acir Althaus Júniorpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico. Defesa : Curitiba, 18/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 46-51pt_BR
dc.description.abstractResumo: O roubo de cargas é um problema de ocorrência nacional, e o crescente aumento de roubos de cargas de bebidas nas rodovias federais do estado do Paraná contribui para o aumento do custo de fretes para indústria, além de acréscimo no preço final da mercadoria para sociedade. Compreender o que motiva esses criminosos a agir pode auxiliar no combate à essas ações ilícitas. Nesse cenário, a busca realizada neste estudo visa descrever a abordagem econômica sobre o roubo de carga, especificamente a Teoria Econômica do Crime proposta por Gary S. Becker, prêmio Nobel da Economia em 1992. De acordo com essa teoria, os criminosos se motivam para a realização dos crimes basicamente porque obtêm ganhos financeiros maiores do que conseguiriam com um trabalho formal, e assumem os riscos inerentes à atividade efetuada. Assim, objetiva-se identificar possíveis fatores motivacionais do acometimento do roubo de cargas, especificamente de cerveja e refrigerante em Curitiba e Região Metropolitana de Curitiba (RMC), identificando a assimilação dos benefícios versus o risco do crime sob a perspectiva do criminoso, além de identificar os componentes de custos envolvidos na cadeia de suprimento do comércio destes produtos. A discussão estabelecida nesse estudo questiona o que leva o indivíduo racional a decidir praticar este tipo de conduta ilícita e qual a ponderação da expectativa de lucro que ele obtém com esta ação criminosa. A instrumentação para coleta de dados foi realizada através da aplicação de um questionário semiestruturado sobre o esquema do roubo de carga nas rodovias do Paraná, procurando compreender como as quadrilhas executam o delito nos dias de hoje, para alcançar seu objetivo de conquistar lucros cada vez maiores. O questionário foi aplicado por meio de entrevistas com detentos da Penitenciária Estadual de Piraquara e da Casa de Custódia de Curitiba. Também foram utilizados dados fornecidos pela Policia Rodoviária Federal sobre quantidade de assalto a veículos de cargas nas rodovias federais de Curitiba e da RMC. Os resultados demonstraram que os roubos registrados aumentaram significativamente a cada ano e que, mesmo com maiores investimentos em segurança, as empresas e a polícia não têm conseguido resolver o problema. Os criminosos possuem um padrão para agir e estão cada vez mais especializados. O estudo concluiu que a teoria do crime de Becker consegue explicar o comportamento social criminoso, além de destrinchar as variáveis utilizadas nos estudos criminológicos. Assim, através desse estudo, foi possível observar os fundamentos de 2 teorias: teoria da oportunidade e teoria neomarxista, que explicam o porquê de as pessoas seguirem o caminho da ilegalidade. Palavras-chave: Roubo de Carga. Teoria Econômica do Crime. Modal rodoviário.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Cargo theft is a nationwide problem, and the increasing in theft of beverage loads on federal highways in the state of Paraná contributes to the increase in freight costs for industry, in addition to an increment in the final price of goods for society. Understanding what motivates these criminals to act can help in combating these illicit actions. In this scenario, the search conducted in this study aims to describe the economic approach to cargo theft, specifically the Economic Theory of Crime proposed by Gary S. Becker, Nobel Prize in Economics in 1992. According to this theory, criminals are motivated to the execution of crimes basically because they obtain financial gains greater than they would obtain with a formal job, and assume the risks inherent to the activity carried out. Thus, the objective is to identify possible motivational factors for the involvement of cargo theft, specifically beer and soft drinks in Curitiba and the Metropolitan Region of Curitiba (RMC), identifying the assimilation of benefits versus the risk of crime from the perspective of the criminal, in addition to identify the cost components involved in the supply chain for trade in these products. The discussion established in this study questions what leads the rational individual to decide to practice this type of illegal conduct and what is the weighting of the expected profit that he obtains from this criminal action. The instrumentation for data collection was carried out through the application of a semi-structured questionnaire on the scheme of cargo theft on the highways of Paraná, trying to understand how the gangs carry out the crime today, in order to achieve their goal of achieving ever greater profits. The questionnaire was applied through interviews with inmates at the Piraquara State Penitentiary and the Curitiba Custody House. Data provided by the Federal Highway Police on the amount of assault on cargo vehicles on the federal highways of Curitiba and RMC were also used. The results showed that registered thefts increased significantly each year and that, even with greater investments in security, companies and the police have not been able to solve the problem. Criminals have a standard to act and are increasingly specialized. The study concluded that Becker's theory of crime can explain criminal social behavior, in addition to unraveling the variables used in criminological studies. Thus, through this study, it was possible to observe the foundations of 2 theories: opportunity theory and neo-Marxist theory, which explain why people follow the path of illegality. Keywords: Cargo Theft. Economic Theory of Crime. Road transportpt_BR
dc.format.extent52 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTransporte rodoviario de carga - Paranápt_BR
dc.subjectCrescimento e Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.subjectBebidas - Comérciopt_BR
dc.subjectTransporte rodoviario de carga - Roubopt_BR
dc.titleMotivações do roubo de carga de bebidas no Estado do Paraná à luz da teoria econômica do crimept_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record