Show simple item record

dc.contributor.authorSoares, Stallone da Costa, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherVezzani, Fabiane Machado, 1969-pt_BR
dc.contributor.otherSouza, Emanuel Maltempi de, 1964-pt_BR
dc.contributor.otherFavaretto, Nerilde, 1969-pt_BR
dc.contributor.otherPontarolo, Roberto, 1954-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solopt_BR
dc.date.accessioned2020-08-26T22:03:18Z
dc.date.available2020-08-26T22:03:18Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/67433
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Fabiane Machado Vezzanipt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Prof. Dr. Emanuel Maltempi de Souza, Profa. Dra. Nerilde Favaretto, Prof. Dr. Roberto Pontarolopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo. Defesa : Curitiba, 27/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 51-66pt_BR
dc.description.abstractResumo: O dejeto líquido bovino (DLB) é adicionado aos solos sob sistema plantio direto na região dos Campos Gerais do Paraná como fonte de nutrientes para produção de grãos e como uma forma de descarte deste resíduo orgânico da produção leiteira. No entanto, sucessivas aplicações de DLB numa mesma área ao longo do tempo pode influenciar a biota do solo, alterando a sua estrutura e a sua atividade, interferindo diretamente nos processos biológicos que ela desempenha e, consequentemente, na funcionalidade do solo. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de DLB a longo prazo sobre a estrutura e a funcionalidade da comunidade microbiana do solo. O estudo foi conduzido no Campo Demonstrativo Experimental (CDE) da Fundação ABC, instalado em 2005, localizado no município de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, sob um Latossolo Vermelho-Amarelo Distrófico típico de textura média. Os tratamentos consistiram de uma testemunha (sem aplicação de dejeto) e três doses de DLB: 60, 120 e 180 m3 ha-1 ano-1, distribuídos num delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Realizou-se coletas de solo em duas estações do ano (primavera, novembro 2018 e outono, abril 2019). As variáveis de solo analisadas nas camadas 0-5 e 5-10 cm de profundidade foram: atributos químicos; carbono (CBM) e nitrogênio (NBM) da biomassa, atividade (RB) e os respectivos quocientes da microbiota, e sequenciamento do 16S rRNA. A aplicação sucessiva de dejeto líquido bovino até a dose de 180 m3 ha-1 ano-1 por 14 anos não afetou a riqueza dos filos da comunidade microbiana entre as doses, porém, houve uma influência na abundância relativa dos indivíduos em cada filo. Dentro de todas as doses, e na camada entre 0 a 10 cm, os filos mais abundantes foram: Proteobacteria 35%, Acidobacteria 19%, Actinobacteria 13%, Bacteroidetes, Planctomycetes 6%, Chloroflexi e Verrucomicrobia 4%, Gemmatimonadetes 3 %, arquea Crenarchaeota, Nitrospirae, Firmicutes 2%. Na avaliação do Outono, a estrutura da comunidade microbiana não apresentou diferença entre as doses de DLB, nem entre camadas de solo. Na média entre épocas e profundidades, houve aumento linear do CBM, do NBM e da RB em função do aumento das doses pelo aporte de nutrientes ao solo e os quocientes metabólico e microbiano foram similares. Mudanças nos atributos do solo como o pH, P, Cu e Zn impostas pela utilização de DLB ao longo de 14 anos teve uma relação diretamente proporcional com os filos Bacteroidetes, Proteobacteria, Firmicutess e da Crenarcheota e inversamente com os filos Gemmatimonadetes, Verrucomicrobia, Chlroflexi, Actinobactérias, o que pode alterar as funções que esses filos realizam no solo. As mudanças na diversidade das comunidades de bactérias e arqueias avaliada na época de Primavera foram relacionadas à utilização de DLB ao longo do tempo, que aumentaram os os atributos químicos do solo pH, P, K, Cu e Zn, refletindo na atividade e na funcionalidade da microbiota do solo, avaliada pelos indicadores CBM, NBM e RM. Palavras-chave: Resíduo orgânico. Manejo do solo. Diversidade. Microrganismos. Ciclagem de Nutrientes.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Dairy liquid manure (DLM) is added to the soils under no-tillage in the region of Campos Gerais do Paraná, as a source of nutrients for grain production and as a way of disposing of this organic wast from milk production. However, successive applications of DLM in the same area over time can influence a biota of the soil, changing its structure and activity, directly interfering in the biological processes it performs in soil. In this sense, our aimed to evaluate the effect of applying DLM in the long term on the structure and functionality of the soil microbial community. The study was conducted at the ABC Foundation's Experimental Demonstrative Field (CDE), installed in 2005, located in the municipality of Ponta Grossa, in the Campos Gerais do Paraná region, under a Oxisoil. The treatments consisted of a control (without manure application) and three doses of DLM: 60, 120 and 180 m3 ha-1 year-1, distributed in a randomized block design with four replications. Soil collections were carried out in two seasons (Spring, November 2018 and Autumn, April 2019).The soil variables analyzed in layers 0-5 and 5-10 cm deep were: chemical attributes; carbon (MBC) and nitrogen (MBN) of the biomass, activity (MR) and the respective microbiota quotients, and sequencing of the 16S rRNA. The successive application of bovine liquid manure up to the dose of 180 m3 ha-1 year-1 for 14 did not affect the richness of the phyla in the microbial community between doses, however, there was an influence on the relative abundance of individuals in each phylum. Within all doses, and in the layer between 0 to 10 cm, the most abundant phyla were: Proteobacteria 35%, Acidobacteria 19%, Actinobacteria 13%, Bacteroidetes, Planctomycetes 6%, Chloroflexi and Verrucomicrobia 4%, Gemmatimonadetes 3%, arquea Crenarchaeota, Nitrospirae, Firmicutes 2%. In the autumn evaluation, the structure of the microbial community showed no difference between the doses of DLM, nor between layers of soil. In the mean between times and depths, there was a linear increase in CBM, NBM and RB due to the increase in doses due to the supply of nutrients to the soil and the metabolic and microbial quotients were similar. Changes in soil attributes such as pH, P, Cu and Zn imposed by the use of DLM over 14 years had a directly proportional relationship with the phyla Bacteroidetes, Proteobacteria, Firmicutess and Crenarcheota and inversely with the phyla Gemmatimonadetes, Verrucomicrobia, Chlroflexi , Actinobacteria, which can alter the functions that these phyla perform in the soil. The changes in the diversity of the bacterial and archaic communities evaluated in the spring season were related to the use of DLB over time, which increased the chemical attributes of the soil pH, P, K, Cu and Zn, reflecting in the activity and functionality soil microbiota, evaluated by the CBM, NBM and RM indicators. Keywords: Organic waste. Soil management. Diversity. Microorganisms. Nutrient Cycling.pt_BR
dc.format.extent76 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectResíduos - Eliminaçao no solopt_BR
dc.subjectSolos - Adubos e fertilizantes - Paranápt_BR
dc.subjectManejo do solopt_BR
dc.subjectMicrobiologia do solopt_BR
dc.subjectCiência do Solopt_BR
dc.titleEstrutura e funcionalidade da comunidade microbiana do solo sob rotação de culturas em plantio direto submetido à aplicação de dejeto líquido bovino a longo prazopt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record