Show simple item record

dc.contributor.authorSantos, Marley Conceição dos, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherOliveira, Simone Gisele dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterináriaspt_BR
dc.date.accessioned2022-02-08T12:34:50Z
dc.date.available2022-02-08T12:34:50Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/67169
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Simone Gisele de Oliveirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa : Curitiba, 27/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Um dos fatores que levam a suinocultura a perder parte de sua produtividade é a alta taxa de mortalidade dos leitões. Considerando isto, este trabalho teve como objetivo avaliar a suplementação de óleo para as matrizes e leitões nos períodos pré e pós parto, com a intenção de poupar as reservas energéticas natas dos leitões e diminuir a mortalidade derivada deste problema. Para isto, foram conduzidos três experimentos com delineamento em blocos ao acaso. O primeiro testou cinco níveis de suplementação de óleo de soja (0g, 750g, 1000g, 1250g, 1500g) sendo o primeiro o tratamento controle que conta apenas com o óleo já presente na ração, com 60 fêmeas por tratamento, suplementadas nos primeiros três dias pós parto. No segundo, o óleo foi fornecido diretamente aos leitões em uma dose de 1ml ao nascimento e 4 doses de 2ml a cada 24 horas até o quarto dia de vida. Neste segundo experimento, óleo de coco e de soja foram comparados a doses de água e, dentre os três tratamentos, os leitões foram distribuídos de acordo com sua categoria de peso. Por fim, no terceiro experimento, foram testados quatro níveis de óleo de soja (0g, 250g, 500g e 1000g), o primeiro nível sendo o controle apenas com o óleo presente na ração. Neste último ensaio foram utilizadas 400 matrizes, suplementadas nos três últimos dias pré parto. Foram coletados dados de desempenho e reprodutivos da matriz e dos leitões, amostras de leite para determinação da gordura, taxa de refugos e sobrevivência dos leitões, sendo que no segundo experimento a sobrevivência também foi acompanhada no período de creche e terminação, além da maternidade. Para as matrizes apenas houve efeito com a suplementação pré parto para diminuição na perda de condição corporal (P<0,05). Não foi observada influência do óleo de coco e de soja sobre a mortalidade, ganho de peso e taxa de refugos dos leitões (P>0,05). A suplementação lipídica para matrizes e leitões pós parto não exerce influência sobre parâmetros de desempenho, reprodução, gordura no leite, mortalidade e taxa de refugos. Já a suplementação pré parto se mostrou eficiente para diminuição na perda de condição corporal das fêmeas no período de lactação. Palavras-chave: Nutrição de suínos. Lipídeos. Óleo de coco. Refugagem.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: One of the points where pig farming has still lost a lot is in the maternity phase due to the high mortality of piglets. Considering this, this study aimed to evaluate the oil supplementation for the sows and piglets in the pre and postpartum periods, with the intention of saving the piglets' natural energy reserves and reducing the mortality resulting from this problem. For this, three experiments were carried out with a randomized block design. The first tested five levels of soybean oil supplementation (0g, 750g, 1000g, 1250g, 1500g), the first being the control treatment that relies only on the oil already present in the feed, with 60 sows per treatment, supplemented in the first three days postpartum. In the second, the oil was supplied directly to the piglets in a dose of 1 ml at birth and 4 doses of 2 ml every 24 hours until the fourth day of life. In this second experiment, coconut and soy oil were compared to water doses and, among the three treatments, the piglets were distributed according to their weight category. In the third experiment, four levels of soybean oil (0g, 250g, 500g and 1000g) were tested, the first level being the control only with the oil present in the feed. In this last trial, 400 sows were used, supplemented in the last three days before farrowing. Performance and reproductive data were collected from the sows and the piglets, milk samples for determining the fat, below average weight piglets rate and survival of the piglets, and in the second experiment survival was also monitored during the nursery and finishing period, in addition to the maternity period. For the sows, there was only an effect with prepartum supplementation to decrease the body condition loss (P<0.05). There was no influence of coconut and soybean oil on piglet mortality, weight gain and below average weight piglets' rate (P>0.05). Therefore, lipid supplementation for sows and postpartum piglets does not influence performance, reproduction, fat in milk, mortality and below average weight piglets rate parameters. Prepartum supplementation, on the other hand, proved to be effective in reducing the loss of body condition in females during lactation. Keywords: Swine nutrition. Lipids. Coconut oil. Swine mortality.pt_BR
dc.format.extent76 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectLeitão (Suino) - Aspectos nutricionaispt_BR
dc.subjectLipídiospt_BR
dc.subjectÓleo de cocopt_BR
dc.subjectMedicina Veterináriapt_BR
dc.titleSuplementação lipídica para matrizes suínas e leitões em fase de maternidadept_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record