Show simple item record

dc.contributor.authorCampos, Erika Boschetti, 1979-pt_BR
dc.contributor.otherEspejo, Márcia Maria dos Santos Bortolocci, 1975-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Contabilidade e Finançaspt_BR
dc.date.accessioned2020-06-03T18:57:17Z
dc.date.available2020-06-03T18:57:17Z
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66992
dc.descriptionOrientador: Marcia Bortolocci Espejopt_BR
dc.descriptionMonografia(Especialização) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização em Contabilidade e Finançaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A proposta deste trabalho e apresentar as características de um novo modelo de gestão que surgiu em 1998, com um grupo de pesquisa denominado Beyond Budgeting Round Table (BBR1) que tem como tarefa principal a de aprofundar e difundir este novo modelo, no qual o princípio fundamental e a eliminação do processo orçamentário dentro das organizações. O então denominado "Beyond Budgeting'' e apresentado como sendo uma forma mais adaptável e flexível de gestão, onde transfere as decisões do centro da organização para a linha de frente ou "periferias", utilizando para tanto, ferramentas mais ágeis e modernas, consideradas próprias para a atual época de constantes transformações e incertezas do cenário mundial, mas principalmente para países onde as economias são mais instáveis, tendo em vista que o orçamento seja considerado por muitos, um processo extremamente demorado, oneroso, detalhado e que adiciona pouco valor as organizações. Sando assim, a presente pesquisa procura mostrar como são geridas as empresas que utilizam o processo orçamentário tradicional e das que aderiram ou possam vir a aderir ao Beyond Budgeting e também enumera vantagens e desvantagens do orçamento, bem como os princípios e propostas básicas de ambos. A fundamentação teórica tem como procedimento somente a utilização de pesquisas bibliográficas, pois será realizada a partir de material já elaborado como: livros, artigos e materiais disponibilizados por maio eletrônico. A pesquisa e abordada de forma qualitativa, pais não ha formulação de hipóteses, tampouco realiza analise estatística ou numérica dos dados apresentados, tratando-se de um estudo predominantemente descritivo onde traça comparativos entre estes dois modelos, relacionando-os. Tem como limitação o fato de ser um tema ainda pouco conhecido e estudado com mais profundidade, principalmente quanta a sua aplicação nas organizações. Sugere-se que para futuras investigações a respeito do tema, sejam realizados estudos de caso para que se verifique então qual a real eficácia deste novo modelo proposto. Os principais resultados evidenciam, segundo bibliografia consultada, que o Beyond Budgeting e o Orçamento Tradicional apresentam princípios completamente distintos, onde sua maior diferença esta nos princípios de gestão que cada um defende. Portanto, conclui-se que para a adoção deste novo modelo, é preciso em primeiro lugar, uma mudança comportamental e cultural por parte de "todos" os membros das organizações que pretendam adota-lo.pt_BR
dc.format.extent92 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectOrçamento nas empresaspt_BR
dc.subjectOrçamento - Planejamentopt_BR
dc.subjectFinançaspt_BR
dc.titleO processo orçamentário nas organizações x beyond budgeting : um novo modelo de gestãopt_BR
dc.typeMonografia Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record