Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira Junior, Jairo Calderari de, 1985-pt_BR
dc.contributor.authorMucha, Nádia Mariane, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherSouza, Luiz Claudio de Paula, 1960-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solopt_BR
dc.date.accessioned2020-05-12T21:20:32Z
dc.date.available2020-05-12T21:20:32Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66693
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Jairo Calderari de Oliveira Juniorpt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Luiz Claudio de Paula Souzapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo. Defesa : Curitiba, 28/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O Primeiro Planalto Paranaense é constituído por uma diversidade geomorfológica, com uma variação de classes de solos influenciada pela Serra do Mar (SM) e pelo Planalto do Alto Iguaçu (PA). Os mapas de solos disponíveis para a região estão em um nível de detalhamento de reconhecimento (1:250.000 e 1:600.000), o que não corresponde com a escala necessária para o manejo e planejamento do solo na maioria das propriedades rurais de municípios como de Tijucas do Sul - PR. Técnicas mais ágeis e menos onerosas no Mapeamento Digital de Solos podem gerar mapas detalhados de solos. Assim, de um Modelo Digital de Elevação (MDE) podem ser extraídos atributos topográficos, que representam mensurações quantitativas das formas de relevo, e podem predizer as relações solorelevo. Os atributos topográficos podem ser combinados em classificadores de imagens, nos softwares de Sistemas de Informação Geográfica, e agrupar diferentes processos hidrológicos e pedológicos. Os objetivos deste estudo foram: a) entender as relações entre as variações dos atributos dos solos nos compartimentos geomorfológicos encontrados no município de Tijucas do Sul, e b) definir quais atributos topográficos e classificadores de imagem podem representar a variação de solos nas topossequências estudadas na região entre a SM e o PA. Foram amostradas quatro topossequências em três compartimentos geomorfológicos que ocorrem na região, sendo eles: Blocos Soerguidos da Serra do Mar (SM); Planalto de Curitiba (PC); Planalto do Alto do Iguaçu (PA) e na transição entre o PC e PA. Foram realizadas descrições morfológicas de perfis de solos, coletadas amostras deformadas para análises de rotina e realizada a classificação dos solos. O MDE foi obtido por meio do ALOS PALSAR e em seguida foram gerados no software SAGA GIS atributos topográficos. Destes, os que apresentaram significativa correlação com os atributos químicos e granulométricos dos solos foram: o multi-resolution valley bottom flatness index (MrVBF), profile curvature, slope, topographic wetness index (TWI) e valley depth. Os classificadores de imagens supervisionada e a não supervisionada representaram a separação das classes de solos ocorridas nas topossequências, sendo proposta uma representação de novas unidades de mapeamento (UM) dentro das topossequências. Na SM a formação do Organossolo Fólico (OO) em ambiente altimontano, apresentou valores médios de MrVBF < 0,5 e TWI < 6. Os Organossolos Háplicos (OX) nas planícies aluviais, obtiveram médias de MrVBF > 2 e TWI > 8. Os perfis de Nitossolos foram inseridos nas UM's pela escala 1:250.000 como inclusões de Podzólicos Vermelho-Amarelos. Em áreas intermediárias nas topossequências, os Cambissolos, mostraram uma relação silte/argila menor do que 0,6. Os atributos topográficos que foram selecionados pela matriz de correlação, contribuíram para a delimitação das classes de solos, e quando aplicados nos classificadores de imagem auxiliaram na melhor separação dos solos que ocorrem nas topossequências entre a SM e o PA. Palavras-chave: Pedologia. Geomorfologia. Classificadores de imagem.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The First Paranaense Plateau is constituted by a geomorphological diversity, with a variation of soil classes influenced by the Serra do Mar (SM) and the Plateau of the Alto Iguaçu (PA). The soil maps available for the region they are level of recognition detail (1:250,000 and 1:600,000), which does not correspond to the scale for soil management and planning in most rural properties in county such as Tijucas do Sul - PR. More agile and less expensive techniques in Digital Soil Mapping can generate detailed soil maps. Thus, from a Digital Elevation Model (DEM), topographic attributes can be extracted, which represent quantitative measurements of the relief forms, and can predict soil-relief relationships. Topographic attributes can be combined in image classifiers, in Geographic Information Systems software and in different groups of hydrological and pedological processes. The aim of this study were: a) to understand the relationships between the variations of soil attributes in the geomorphological compartments found in the county of Tijucas do Sul, and b) to define which topographic attributes and image classifiers may represent the variation of soils in the toposequences studied in the region between the SM and the PA. Four toposequences were sampled in three geomorphological compartments that occur in the region: Serra do Mar (SM); Curitiba Plateau (PC); Plateau of the Alto Iguaçu (PA) and transition between PC and PA. Morphological descriptions of soil profiles were performed, collected deformed for routine analysis and carried out in soil classification. The DEM was obtained using of ALOS PALSAR and then topographic attributes were generated in the SAGA GIS software. Of these, those that showed a significant correlation with the chemical and granulometric attributes of the soils were: multi-resolution valley bottom flatness index (MrVBF), profile curvature, slope, topographic wetness index (TWI) e valley depth. The image classifiers (supervised and unsupervised) represents a classification of the soil classes that occurred in the toposequences, being a representation of new mapping units (MU) is proposed the toposequences studying. In SM, the formation of the Organossolo Fólico (OO) in the altimontane environment, with average values of MrVBF < 0.5 and TWI < 6. The Organossolo Háplico (OX) in alluvial plains, obtain media of MrVBF > 2 and TWI > 8. The profiles of Nitossolos were inserted in MU by scale 1:250,000 as inclusions of Podzólicos Vermelho-Amarelos. In intermediate areas in the toposequences, the Cambissolos, showed a silt/clay ratio lower than 0.6. The topographic attributes that were selected by the correlation matrix, contributed to the delimitation of the soil classes, and when applied to the images classifiers, they helped in the better separation of the soils that occur in the toposequences between the SM and the PA. Keywords: Pedology. Geomorphology. Images classifiers.pt_BR
dc.format.extent139 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGeomorfologiapt_BR
dc.subjectProcessamento de imagens auxiliado por computadorpt_BR
dc.subjectCiência do Solopt_BR
dc.titleRelação solo-relevo entre a Serra do Mar e planalto do Alto Iguaçu como subsídio para o mapeamento digital de solospt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record