Show simple item record

dc.contributor.authorShibayama, Ayumi Nakaba, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherKluge, Denise Cristina, 1975-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-11-05T20:41:16Z
dc.date.available2020-11-05T20:41:16Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66497
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Denise Cristina Klugept_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Letras. Defesa : Curitiba, 13/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 221-232pt_BR
dc.description.abstractResumo: O ensino de língua estrangeira pressupõe o uso de habilidades linguísticas de compreensão e expressão orais e escritas: ler, escrever, escutar e falar. Tal processo é norteado pela concepção de linguagem dos atores envolvidos neste cenário. Uma abordagem da linguagem com foco na ação social, quando a língua é utilizada para realizar coisas, contempla o uso de cada uma destas habilidades. Partindo do pressuposto da necessidade de ensino da oralidade em língua estrangeira, o presente trabalho realiza um estudo sobre o aspecto de sua implementação no ensino a distância utilizando, para isso, a experiência do projeto denominado Português Língua Estrangeira a Distância (PLEaD), desenvolvido no âmbito do Centro de Línguas e Interculturalidade (Celin) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Tal recorte se justifica por dois pressupostos: a relevância da oralidade em língua estrangeira e o desafio de sua implementação em um curso a distância. O aprofundamento teórico explora a oralidade e suas relações com o ensino no uso da tecnologia e temas relacionados, como o tutor de língua estrangeira a distância, o material didático, a interação e o design. A metodologia é composta da observação participante, pesquisa-ação e teoria fundamentada nas edições 2015, 2016, 2017 e 2018 do PLEaD. Os aspectos relevantes dessa experiência nortearam a coleta de dados através de entrevista em profundidade com professores da equipe pedagógica resultando na elaboração de duas propostas: um template para o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) através da reformulação da interface gráfica do curso PLEaD, amparado na perspectiva de design crítico, e uma sequência didática nos moldes do template sugerido. De posse do pressuposto que o ensino de língua estrangeira a distância deve contemplar a oralidade, este estudo buscou respostas para a pergunta: Como implementar a oralidade num curso de língua estrangeira a distância? Os caminhos apontados pelos dados coletados se relacionam com a interação. Há quatro aspectos da interação a serem considerados: do sujeito com os conteúdos, com os colegas, com os professores e com os instrumentos, podendo ainda ser escritas ou orais, síncronas ou assíncronas. Em suas quatro edições, o conteúdo do PLEaD explorou, predominantemente, interações escritas dos estudantes com o conteúdo didático do curso. As interações orais entre os estudantes no curso aconteceram nas edições 2015 e 2017. Os resultados apontam que a interação dos sujeitos com o instrumento, quando apresenta falhas técnicas, pode ser um dificultador dos processos impedindo uma aprendizagem significativa. Os resultados revelam também que, para um curso com foco no ensino da língua como ação social, a oralidade pode ser implementada através de propostas que convidam os estudantes para interações síncronas ou assíncronas com o conteúdo, com os atores e com os instrumentos envolvidos para uma negociação de sentidos numa proposta construtiva e colaborativa de conhecimento. Palavras-chave: Comunicação. Educação a distância. Tecnologias de informação e comunicação. Oralidade. Português Língua Estrangeira.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Foreign language teaching involves the use of language skills of oral and written comprehension and expression: reading, writing, listening and speaking. This process is guided by the language conception of the actors involved in this scenario. A language approach with a focus on social action, when language is used to accomplish things, involves the use of each of these skills. Based on the assumption of the need to teach orality in foreign language, the present study investigates the aspect of its implementation in distance learning through the experience of the project Português Língua Estrangeira a Distância (PLEaD), developed at the Center for Languages and Interculturality (Celin) of the Federal University of Paraná (UFPR). This approach is guided by two assumptions: the relevance of orality in a foreign language and the challenge of its implementation in a distance course. The theoretical background explores orality and its relationship with teaching in the use of technology and related topics, such as distance foreign language tutor, teaching material, interaction and design. The methodology consists of participant observation, action research and grounded theory in the 2015, 2016, 2017 and 2018 editions of PLEaD. The relevant aspects of this experience guided the data collection through an interview with the teachers from the pedagogical team, resulting in the development of two proposals: a template for the virtual learning environment (VLE) through the reformulation of the graphic interface of the PLEaD course from the perspective of critical design, and a didactic sequence on the suggested template. Bearing in mind the assumption that foreign language teaching at a distance must contemplate orality, this study aimed at answering the question: How to implement orality in a foreign language course at a distance? The results from the data collection are related to interaction. There are four aspects of interaction to be considered: the subject with the contents, with colleagues, with teachers and with instruments, and they can also be written or oral, synchronous or asynchronous. In its four editions, PLEaD's content explored, mainly, students written interactions with the course content. Oral interactions between students in the course took place in the 2015 and 2017 editions. The results indicate that the interaction of the subjects with the instrument, when it presents technical flaws, can hinder the processes preventing the student from a significant learning. The results also reveal that, for a course focused on language teaching as a social action, orality can be implemented through proposals that invite students to synchronous or asynchronous interactions with the content, with the actors and with the instruments involved for a negotiation of meanings in a constructive and collaborative proposal of knowledge. Keywords: Communication. Distance education. Information and Communication Technologies. Orality. Portuguese as a Foreign Languagept_BR
dc.format.extent258 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectLingua portuguesa - Estudo e ensino - Estudo e ensino - Falantes estrangeirospt_BR
dc.subjectEnsino auxiliado por computadorpt_BR
dc.subjectTecnologia educacionalpt_BR
dc.subjectOralidadept_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectLetraspt_BR
dc.titleReflexões sobre a implementação da oralidade no projeto de ensino de português como língua estrangeira a distância no CELIN-UFPRpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record