Show simple item record

dc.contributor.advisorCampos, Antônio Carlos Ligocki, 1958-pt_BR
dc.contributor.authorUrdiales, Akihito Inca Atahualpa, 1971-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2022-01-05T19:27:31Z
dc.date.available2022-01-05T19:27:31Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66358
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Antônio Carlos Ligocki Campospt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa : Curitiba, 20/12/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 41-50pt_BR
dc.description.abstractResumo: A simulação médica tem surgido como recurso eficaz no ensino de diversas habilidades cirúrgicas, permite treinamento repetido, sem riscos aos pacientes. Há limitação do seu uso em larga escala devido aos custos envolvidos nos simuladores de alta fidelidade, o que eventualmente pode ser solucionado por simuladores de baixa fidelidade. Porém, ainda há dúvidas na literatura quanto à eficácia do aprendizado de alunos inexperientes por meio desses simuladores menos sofisticados. O objetivo deste estudo foi comparar a eficácia da aula expositiva, simulação de baixa fidelidade e de alta fidelidade no ensino e na retenção de conhecimento da cricotireoidostomia cirúrgica, com técnica rápida de quatro tempos (TRQT), em alunos do segundo e terceiro períodos do curso de medicina. Métodos: Noventa alunos dos primeiros anos do curso de Medicina da UFPR foram randomizados em 3 grupos de 30 para ensinar como realizar cricotireoidostomia TRQT. O grupo 1 foi submetido à aula expositiva, o grupo 2 ao treinamento em simulador de baixa fidelidade e o grupo 3 ao de alta fidelidade, cada um com duração de 20 minutos. Logo após as aulas, os alunos foram submetidos a uma prova de 20 questões. Quatro meses após, foi realizada uma outra prova de 20 questões, com conteúdo similar para avaliar a retenção de conhecimento. A Análise de Variância (ANOVA) foi usada para comparar as performances em cada prova entre cada um dos grupos de estudo: as notas dos 3 grupos foram comparadas de 2 a 2 na prova 1 (P1) e na prova 2 (P2), e as notas de cada grupo na P1 foram comparadas com suas notas na P2. Por fim, utilizou-se um teste de comparações múltiplas (post-hoc) para verificar diferenças dentro de cada fator (prova e grupo). Considerou-se significância estatística quando p<0,05. A análise estatística dos dados foi feita no software estatístico R (R Core Team, 2019) versão 3.6.1. Resultados: As notas médias dos grupos da aula expositiva, modelo de baixa fidelidade, e modelo de alta fidelidade na primeira prova, foram respectivamente 75,00, 76,09, e 68,79, (p<0,05). Na segunda prova as notas foram respectivamente 69,84, 75,32, 69,46, (p>0,05) entre os 3 grupos. Conclusão: Os alunos submetidos à aula expositiva e simulação de baixa fidelidade tiveram melhor aquisição de conhecimento em relação ao grupo de alta fidelidade. O grupo de alunos submetidos à aula expositiva teve menos retenção de conhecimento que os demais grupos. A simulação de baixa fidelidade foi mais eficaz no aprendizado e na retenção de conhecimento quando comparada às aulas expositivas e ao simulador de alta fidelidade. Portanto, a simulação de baixa fidelidade parece ser viável para o treinamento de cricotireoidostomia TRQT em alunos inexperientes. Descritores: Treinamento por simulação; Medicina de emergência baseada em evidências; Obstrução das vias aéreas; Cartilagem Cricóide; Manuseio das Vias Aéreas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Background: Medical simulation has emerged as an effective resource in teaching various surgical skills, allowing repeated training without risk to patients. Its use is limited in large scale due to the costs involved in high fidelity simulators, which may eventually be circumvented by low fidelity simulators. However, there are still doubts in the literature about the effectiveness of inexperienced student learning through these less sophisticated simulators. The aim of this study was to compare the effectiveness of lecture, low fidelity and high fidelity simulation in teaching and retaining knowledge of the Rapid Four-Step Technique (RFST) cricothyroidotomy technique in second and third period students. Methods: Ninety first-years medical students from UFPR were randomized into 3 groups of 30 to teach how to perform RFST cricothyroidotomy. Group 1 was submitted to the lecture, group 2 to training in low fidelity simulator and group 3 to high fidelity, each lasting 20 minutes. The students were then given a 20- question test. Four months later, another test with similar content was performed to assess knowledge retention. Analysis of variance (ANOVA) was used for comparative analysis of the performances in each test between the groups: the scores of the 3 groups were compared from 2 to 2 in test 1 (P1) and test 2 (P2), and the scores of each group in P1 were compared with their scores in P2. Finally, a multiple comparison test (post hoc) was used to verify differences within each factor (test and group). Statistical significance was considered when p <0.05. Statistical analysis of the data was performed using the R statistical software (R Core Team, 2019) version 3.6.1. Results: The average scores of the groups of the lecture class, low fidelity model, and high fidelity model in the first test, were 75.00, 76.09, and 68.79, respectively (p <0.05). As for the second test, the scores were respectively 69.84, 75.32, and 69.46, (p > 0.05) among the 3 groups. Conclusion: Students submitted to lecture and low fidelity simulation had better knowledge acquisition than the high fidelity group. The group of students submitted to lecture class presented less knowledge retention than the other groups. Low-fidelity simulation was more effective in learning and knowledge retention compared to lecture and high-fidelity simulator. Therefore, low fidelity simulation seems to be viable for RFST cricothyroidostomy training in inexperienced students. Keywords: Simulation training; Evidence-Based Emergency Medicine; Airway Obstruction; Cricoid Cartilage; Airway Management.pt_BR
dc.format.extent85 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMedicina de emergênciapt_BR
dc.subjectCartilagem cricóidept_BR
dc.subjectTreinamento por simulaçãopt_BR
dc.titleAvaliação da aquisição e retenção de conhecimento em cricotireoidostomia cirúrgica comparando-se aula expositiva, simulação de baixa e alta fidelidadept_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record