Show simple item record

dc.contributor.authorPustilnick, Renato, 1972-pt_BR
dc.contributor.otherAlle, Lupe Furtadopt_BR
dc.contributor.otherPoerner, Fabianapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Genéticapt_BR
dc.date.accessioned2020-03-30T22:26:58Z
dc.date.available2020-03-30T22:26:58Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66354
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Lupe Furtado Allept_BR
dc.descriptionCoorientadora: Dra. Fabiana Poernerpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa : Curitiba, 31/07/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 90-93pt_BR
dc.description.abstractResumo: Os assuntos relacionados à genética e, em especial às Doenças Genéticas, são pouco divulgados e compreendidos pela população em geral e mesmo pelos profissionais de saúde. Em decorrência do desenvolvimento ambiental e socioeconômico, as alterações genéticas têm ocupado destaque entre as causas de morbidade e mortalidade no Brasil. A carência de informações sobre o tema por profissionais de saúde, educadores e na população de um modo geral explicitam a necessidade de esclarecimento e capacitação e a Educação a Distância (EAD), em especial a online, oferece uma oportunidade de aprendizado. A genética comunitária (GC) promove a interface entre a população e os serviços de genética com equidade. Assim, o objetivo do presente trabalho foi criar um curso de extensão baseado em vídeo-aulas de GC para a identificação precoce de sinais sugestivos de doença genética e avaliar a sua eficácia e viabilidade como recurso a ser ofertado em larga escala no Brasil. O curso foi produzido e ofertado no ambiente virtual de aprendizagem do Setor de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná entre 16 de setembro e 29 de novembro de 2013, tendo 1228 inscritos advindos de todas as Regiões do Brasil, sendo 428 concluintes (35%) e 800 desistentes (65%). Os cursistas preencheram um formulário socioeconômico, cujos resultados mostraram-se coerentes com informações do relatório do Censo EAD.Br, realizado em 2014 pala Sociedade Brasileira de Educação a Distância, e responderam um pré e um pós-teste. As análises estatísticas comprovaram que, entre os fatores socioeconômicos, apenas a idade (p=0.024923) e a experiência prévia com EAD (p=0,0137) influenciaram a evasão dos cursistas. Os cursistas apresentaram médias significativamente melhores no pós-teste em relação ao pré-teste (p<0,05). Os fatores socioeconômicos que influenciaram significativamente o desempenho dos cursistas foram a idade (p=0.001109), o grau de instrução (p=0.047752) e a experiência prévia com EAD (p=0.032674). Concluiu-se que o modelo impactou positivamente o aprendizado dos cursistas e que, devido a relação custo-benefício, apresenta-se como alternativa à disseminação e atualização permanente de informações em genética para profissionais da educação, saúde e comunidade em geral, podendo ser aplicado em larga escala no Brasil. Palavras-chave: Genética comunitária. Educação a distância. Vídeo-aulas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Genetic alterations have recently been identified amongst the most prominent causes of human morbidity and mortality. The lack of information on the topic by health professionals, educators and the population in general reinforce the need for enlightenment and empowerment and Distance Education (DE), especially online, provides an opportunity for learning. The community genetics (CG) promotes the interface between the population and genetic services with equity. The objective of this study was to create an extension course of CG based on video lessons aiming the early identification of signs suggestive of genetic disease and evaluate its effectiveness and viability as a resource to be widely offered in Brazil. The course was produced and offered in the virtual learning environment of the Paraná Federal University with the 1228 subscribers representing all regions of Brazil from which 428 completed the course (35%). The course participants completed a socioeconomic form whose results converge with EAD.Br census information report, held in 2014 by Brazilian Society of Distance Education. The participants also answered a pre and post-test. Statistical analysis confirmed that age (p = 0.024923) and previous experience with distance education (p = 0.0137) influenced the course evasion. The course participants had significantly better mean post-test scores compared to the pre-test (p <0.05). Age (p = 0.001109), educational level (p = 0.047752) and previous experience with distance education (p = 0.032674) were factors that influenced the performance of course participants. It was concluded that the video-lessons based model positively impacted the learning level of the course participants at a good cost-benefice rate. Therefore, this model can be an alternative to genetic information services dissemination for community and continued capacitating for teachers, health professionals and it can be applied on a large scale in Brazil. Keywords: Community genetics. Distance education. Video-lessons .pt_BR
dc.format.extent118 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGeneticapt_BR
dc.subjectEnsino à distânciapt_BR
dc.subjectVideoteipes na educaçãopt_BR
dc.subjectGenéticapt_BR
dc.titleProdução e aplicação de um curso de extensão baseado em video-aulas sobre genética comunitáriapt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record