Show simple item record

dc.contributor.advisorGomes, Marcelo Pedrosa, 1986-pt_BR
dc.contributor.authorTavares, Davi Santos, 1994-pt_BR
dc.contributor.otherSantos, Bruno Francisco Sant'Anna dos, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solopt_BR
dc.date.accessioned2020-03-27T15:16:55Z
dc.date.available2020-03-27T15:16:55Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66333
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Marcelo Pedrosa Gomespt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Bruno Francisco Sant’Anna Santospt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo. Defesa : Curitiba, 07/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Solo e Ambientept_BR
dc.description.abstractResumo: O intenso impacto antrópico no agroecossistema e o avanço do aquecimento terrestre, impulsionam o problema ambiental da salinidade. Condutividades elétricas da solução do solo acima de 2,5 dS m-1 podem restringir o acesso e o transporte de água e nutrientes pelas plantas, bem como, provocar estresse iônico e oxidativo. O Na+ altera a atividade de enzimas e a estrutura funcional de proteínas da planta, culminando em senescência e morte celular. Neste contexto, torna-se importante investigar o efeito da salinidade nas diferentes fases de desenvolvimento da cultura a fim de identificar mecanismos de tolerância a salinidade, bem como estudar praticas que possam minimizar o estresse salino. A inoculação de plantas com fungos micorrízicos arbusculares (FMA) tem se destacado como tecnologia para promoção da produção agrícola em áreas afetadas por sais, pois, além de propiciar uma estabilização no balanço nutricional da planta e diminuir a absorção de sódio, auxilia no desenvolvimento de uma agricultura menos impactante. O presente estudo tem por objetivo avaliar o efeito da salinidade (NaCl) nas fases iniciais de desenvolvimento do feijão-caupi, comparar os impactos iniciais com os visualizados na produtividade de grãos, bem como investigar o efeito da inoculação de Rhizophagus clarus, quanto a atenuação dos efeitos deletérios decorrentes do estresse salino. Nossos resultados sugerem que testes de germinação não devem ser os únicos testes a serem utilizados a fim de determinar a tolerância a salinidade de uma cultivar, visto que a tolerância a salinidade varia entre as fases fenológicas. Sendo a avaliação em plântulas mais indicada para tal determinação. Assim como também indica que a associação da cv. BRS Imponente de V. unguiculata com o FMA R. clarus pode ser uma pratica favorável ao desenvolvimento agrícola e manutenção da segurança alimentar em áreas afetadas por sais. Palavras-chave: Salinidade. Mecanismos de tolerância. Produção agrícola. Segurança alimentar.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The intense anthropic impact on the agroecosystem associated to the increases in the global temperature has resulted in soil salinization. Electrical conductivities of the soil solution above 2.5 dS m-1 can restrict the access and transport of water and nutrients to plants, as well as cause ionic and oxidative stress. Na+ alters the activity of enzymes and the functional structure of plant proteins, culminating in plant senescence and cell death. In this context, it is important to investigate the effect of salinity in the different stages of crop development in order to identify mechanisms of tolerance to salinity, as well as to study practices that can minimize salt stress. The inoculation of plants with arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) has emerged as a technology for promoting agricultural production in areas affected by salts, because, in addition to providing a stabilization of plant nutritional balance, AMF can reduce the absorption of sodium. The present study aimed to evaluate the effect of salinity (NaCl) on the germination and establishment of cowpea plants, as well as to investigate the effect of Rhizophagus clarus inoculation on attenuation of salt stress on plant productivity. Although seed germination was not affected by salt, seedling establishment, as well as grain yield was reduced by salinity - an indication that germination tests should not be used alone in studies of cultivar tolerance to salt stress. The deleterious effect of salt at concentrations ? 50 mM on plant productivity, however, was attenuated in plants inoculated with R. clarus. The fungus promoted positive effects on the plant's nutrition and reduced the Na+ concentrations in the plants, favoring their growth. Thus, inoculation of cv. BRS Imponente de V. unguiculata with FMA R. clarus should be considered as a practice favorable to agricultural development and maintenance of food security in areas affected by salts. Keywords: Salinity. Tolerance mechanisms. Agricultural production. Alimentary security.pt_BR
dc.format.extent73 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProdutividade agrícolapt_BR
dc.subjectSalinidadept_BR
dc.subjectSegurança alimentarpt_BR
dc.subjectCiência do Solopt_BR
dc.titleEstresse salino em plantas de Feijão Caupi (Vigna unguiculata L. Walp.) : germinação e efeitos da associação com fungo micorrízico arbuscularpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record