Show simple item record

dc.contributor.advisorHorn, Geraldo Balduínopt_BR
dc.contributor.authorCunha, Daiane Solange Stoeberl dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-04-15T13:12:52Z
dc.date.available2020-04-15T13:12:52Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/6602
dc.descriptionOrientador: Geraldo Balduino Hornpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 2006pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografia e anexospt_BR
dc.description.abstractResumo : Este trabalho tem por objetivo refletir sobre a educação musical no ensino regular, principalmente na educação infantil, tendo em vista a influência da Indústria Cultural e a formação pedagógica do educador musical para uma práxis emancipatória. O estudo parte dos pressupostos teóricos da Teoria Crítica. Para melhor compreender esta relação entre música e educação, realiza-se uma retrospectiva histórica, enfatizando o caminho percorrido pela educação musical no Brasil: a relação entre os diversos métodos e propostas de ensino de música, as tendências pedagógicas e as transformações políticas. O tema Indústria Cultural e Educação Musical é abordado com maior enfoque a partir das análises realizadas pela "Escola de Frankfurt", sobretudo as que se referem ao processo de deterioração da formação, considerando a educação musical em tempos de industrialização da arte, a formação dissimulada e a conversão da formação em semiformação. Tendo o trabalho docente como um dos fatores influentes na formação musical das crianças, parte-se das idéias dos frankfurtianos sobre educação emancipatória para investigar a formação do educador musical atuante na Educação Infantil – o Pedagogo ou o Professor de Música. Observa-se nos currículos dos cursos de formação do Educador Musical, a presença das disciplinas necessárias para sua formação – as disciplinas da área musical e da licenciatura - e analisa-se a Proposta Pedagógica do Curso de Pedagogia, da Universidade Estadual do Centro Oeste – UNICENTRO, seus fundamentos, objetivos e sua grade curricular. Por fim, apontam-se elementos norteadores da práxis emancipatória, esclarecedora e crítica e, sobretudo, um olhar sobre a educação musical crítica na Educação Infantil. Em todo o estudo procura-se focalizar a importância do trabalho docente não somente para o ensino de música, mais ainda, para a educação musical, de forma que o conhecimento sobre a linguagem musical aliado à atitude reflexiva e crítica diante da indústria cultural são considerados elementos necessários na formação deste profissional. Não se restringindo à mera transmissão de conhecimento musical, a práxis do educador caracteriza-se como emancipatória pela conscientização da criança para a boa música e por sua função educativa do refletir; atitudes pedagógicas determinantes da formação do sentido crítico, sobretudo em tempos de crise cultural.pt_BR
dc.format.extentvii, 113 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectArte na educaçãopt_BR
dc.subjectEducacao - Tesespt_BR
dc.subjectMúsica - Professorespt_BR
dc.subjectMusica na educaçãopt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleEducação musical e emancipação : a formação do educador musical a partir de uma perspectiva críticapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record