Show simple item record

dc.contributor.advisorSeleme, Robson, 1960-pt_BR
dc.contributor.authorBraga, Lívia Maia, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-02-18T14:20:09Z
dc.date.available2020-02-18T14:20:09Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/65720
dc.descriptionOrientador: Prof. Eng. Robson Seleme, Dr.pt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Defesa : Curitiba, 28/08/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 82-87pt_BR
dc.description.abstractResumo: O transporte costuma representar a maior parte do custo de uma operação logística, e o modal marítimo é o mais utilizado no comércio internacional. O transporte de carga conteinerizada é predominante nesse contexto e os terminais de contêineres vêm enfrentando cada vez mais concorrência e mais desafios para se manterem eficientes e competitivos. A presente pesquisa tem o objetivo de propor um modelo que permita avaliar a competitividade de terminais de contêineres e estabelecer comparação entre eles. Para isso, por meio de uma revisão da literatura, foram identificados 38 indicadores usuais de terminais de contêineres, seus graus de importância, justificativa, objetivo, elemento, fator e medida, e foi proposto o padrão de medição de cada indicador. Então se construiu a hierarquia geral da relevância desses indicadores e, por meio de uma análise scree plot da variância entre as relevâncias, priorizaram-se os indicadores para composição do modelo. Determinou-se a relevância de cada um dos 15 indicadores selecionados em relação aos demais prioritários, considerada como o fator de ponderação no modelo. O modelo que foi construído consiste em: determinar os limites inferior e superior para a normalização de cada indicador de acordo com o objetivo da aplicação da análise; normalizar os índices dos indicadores do terminal analisado em relação a esses limites, indicando quão eficiente o terminal analisado é em cada indicador; multiplicar cada índice normalizado pela relevância do respectivo indicador para o modelo; e finalmente somar todos os valores, resultando em um valor entre 0 e 1, que é o índice de competitividade do terminal em relação ao universo analisado. Foram construídos índices de terminais hipotéticos e realizadas 3 aplicações do modelo de avaliação e comparação proposto: uma avaliação de competitividade nacional de um terminal de contêiner, uma autoavaliação de um terminal em relação ao almejado no planejamento estratégico, e uma aplicação do modelo como ferramenta de benchmarking entre dois terminais. O modelo proposto na presente pesquisa tem grande potencial de aplicação prática como ferramenta de gestão para terminais de contêineres. Palavras-chave: Terminal de Contêiner. Competitividade. Modelo. Indicador operacional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Transport usually accounts for most of the cost of logistics operations, and the maritime modal is the most used transportation modal in international trade. Containerized cargo transportation is prevalent in this context and container terminals are increasingly facing competition and challenges to remain efficient and competitive. This research proposes a model that evaluates the competitiveness of container terminals and establishes a comparison between them. Through a literature review, 38 indicators commonly used for container terminals were identified, as well as their degree of importance, justification of use, objective, numerical factor and measurement. A measurement standard for each indicator was proposed,the general hierarchy of relevance of these indicators was constructed and, through a scree plot analysis of the variance between the relevance of the indicators, they were prioritized for the composition of the model. The relevance of each of the 15 selected indicators in relation to the others in the selected group was determined, which was considered as the weighting factor in the model. Thus, the proposed model consists of: determining the lower and upper limits for the normalization of each indicator according to the objective of the analysis; normalizing the indicators of the analyzed terminal in relation to the limits, indicating how efficient the analyzed terminal is in each indicator; multiplying each normalized index by the relevance of its indicator in the model; and finally summing all the values, resulting in a value between 0 and 1, which is the terminal's competitiveness index in relation to the analyzed universe.Hypothetical terminal indexes were utilized and three applications of the proposed evaluation and comparison model were made: a national competitiveness assessment of a container terminal, a self-assessment of a terminal in relation to the intended strategic planning, and an application of the model as a tool for benchmarking between two terminals. The model proposed in this research has great potential for practical application as a management tool for container terminals. Key-words: Container Terminal. Competitiveness. Model. Operational indicator.pt_BR
dc.format.extent87 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTransporte maritimopt_BR
dc.subjectPortospt_BR
dc.subjectEngenharia de Produçãopt_BR
dc.titleModelo de avaliação de competitividade de terminais de contêineres baseado na eficiência de indicadores operacionaispt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record