Show simple item record

dc.contributor.advisorMissio, Vivian Carré, 1977-pt_BR
dc.contributor.authorGlaeser, Estela Delazeri, 1995-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Curso de Graduação em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2020-01-10T12:30:00Z
dc.date.available2020-01-10T12:30:00Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/65001
dc.descriptionOrientador : Vivian Carré Missiopt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Curso de Graduação em Agronomiapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O objetivo do presente trabalho foi avaliar o desempenho de quatro fungicidas no manejo da mancha branca (Phaeosphaeria maydis), na incidência de podridões de espiga e nos grãos ardidos na cultura do milho. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, correspondendo de um híbrido (DKB 230 PRO II) e quatro fungicidas (Abacus, Acrobat, Ativum e Orkestra) em diferentes formas de aplicação, totalizando 11 tratamentos com quatro repetições. A primeira aplicação (A1) foi aos 48 DAS (dias após a semeadura), a segunda aplicação (A2) no pré-pendoamento e a terceira aplicação (A3) entre 15 a 20 dias após a segunda. Os tratamentos consistiram de : T1) Abacus em A1 – Orkestra em A2 – Ativum em A3; T2) Abacus em A1 – Ativum A2 – Abacus em A3; T3) Orkestra em A1 – Abacus em A2 – Ativum em A3; T4) Orkestra em A1 – Abacus em A2 – Abacus em A3; T5) Orkestra em A1 – Ativum em A2 – Ativum em A3; T6) Orkestra em A1 – Ativum em A2; T7) Orquestra em A1 – Abacus A2; T8) Abacus em A1 – Ativum em A2; T9) Acrobat + Ativum em A2 – Acrobat + Ativum em A3; T10) Acrobat + Abacus em A2 – Acrobat + Abacus em A3 e T11) testemunha com aplicação de água. As parcelas foram constituídas de seis linhas de 5 m de comprimento, sendo a parcela útil às duas linhas centrais de 4 m. As avaliações da mancha branca foram realizadas aos 15 dias após a aplicação dos fungicidas. A quantificação da incidência de grãos ardidos foi determinada pelo método de separação visual de grãos com sintomas de descoloração, causada pela infecção por fungos na lavoura. A aplicação de fungicidas no cultivo do milho no período da safra não demonstrou resultados significativos, pois a expressão da doença foi de baixo nível, o que não acarretou em grandes perdas de área fotossintetizante e por consequência não expressou nos grãos e produtividade. O tratamento com melhor resposta foi o T2 Abacus em A1 – Ativum A2 – Abacus em A3. Palavras-chaves: Controle químico, Mancha branca, Grãos ardidos.pt_BR
dc.format.extent33 p. : Digital.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.titleAvaliação de fungicidas no manejo da mancha de phaeosphaeriapt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record