Show simple item record

dc.contributor.advisorBarison, Andersson, 1975-pt_BR
dc.contributor.authorSantos, Maria de Fatima Costa, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherNagata, Noemi, 1972-pt_BR
dc.contributor.otherStefanello, Maria Élida Alves, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Químicapt_BR
dc.date.accessioned2021-12-14T10:07:06Z
dc.date.available2021-12-14T10:07:06Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/64616
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Andersson Barisonpt_BR
dc.descriptionCoorientadoras: Profa. Dra. Noemi Nagata e Profa. Dra. Maria Élida Alves Stefanellopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Química. Defesa : Curitiba, 16/04/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O chá verde é um produto obtido do processamento das folhas frescas da espécie Camellia. sinensis (L.) Kuntze. É considerado a segunda bebida mais consumida depois da água. Os três principais marcadores de qualidade do chá verde são a teanina, as catequinas (EC, EGCG, EGC e ECG) e a cafeína. O seu consumo tem aumentado devido às suas propriedades biológicas, como antioxidante, neuroproteção, cardioproteção, entre outras. O objetivo desse trabalho foi desenvolver uma metodologia utilizando abordagens metabolômicas através da técnica de RMN HR-MAS de 1H aliada à quimiometria, e investigar a influência dos parâmetros climáticos sobre a composição química do chá verde, visando contribuir para o controle de qualidade do produto. Desse modo, a composição química dos chás verdes das cultivares C. sinensis 'Yabukita' e 'Yutakamidori' foi investigada ao longo da safra através da RMN HR-MAS de 1H quantitativa via ERETIC. Além disso, as amostras comerciais de chá verde foram avaliadas através do fingerprinting metabólico via RMN HR-MAS de 1H. Os perfis metabólicos de ambas as cultivares mostraram-se similares qualitativamente. Através da PCA foi observado que as amostras de chá verde podem ser discriminadas ao longo da safra, e a variação da composição química pôde ser atribuída à influência dos parâmetros climáticos sobre a produção dos metabólitos. Para ambas as cultivares, os meses mais chuvosos apresentaram elevada concentração de ácido linolênico, o que está relacionado ao mecanismo de defesa da planta à infestação por fungos. A teanina apresentou elevadas concentrações no início dos meses chuvosos e com temperaturas baixas, e um decréscimo nos meses mais quentes. A epi-catequina apresentou um decréscimo da concentração sob alto índice de radiação solar e baixa precipitação, indicando susceptibilidade à excessiva taxa de irradiação UV-B. Entretanto, as concentrações da epi-catequina na cultivar 'Yabukita' foram superiores a 'Yutakamidori'. A cafeína apresentou elevada concentração no período pouco chuvoso a chuvoso, com temperaturas máximas intermediárias. Além disso, os chás verdes comerciais analisados apresentaram perfil espectral semelhante aos chás verdes autênticos, produzidos a partir das folhas de C. sinensis. Contudo, algumas marcas de chás apresentaram perfil espectral diferente do obtido a partir de amostras de C. sinensis, mas semelhante ao da erva-mate (Ilex paraguariensis). Dessa forma, o monitoramento da composição química do chá verde, atrelada aos parâmetros climáticos ao longo da safra, torna-se uma estratégia viável para o estabelecimento de padrões de qualidade do produto comercial. Assim como, a utilização do fingerprinting metabólico mostrou-se uma abordagem promissora para a identificação da espécie vegetal utilizada no preparo de chás. Palavras-chave: Camellia sinensis. Chá verde. RMN HR-MAS de 1H. Parâmetros climáticos. ERETICpt_BR
dc.description.abstractAbstract: Green tea is a product obtained from the processing of the fresh leaves of Camellia sinensis (L.) Kuntze. It is considered the most consumed drink second only to water. The three main quality markers of green tea are theanine, catechins (EC, EGCG, EGC, and ECG), and caffeine. Its consumption has increased due to its biological properties such as antioxidant, neuroprotection, cardioprotection, among other. The aim of this study was to develop a methodology using metabolomic approaches through the 1H HR-MAS NMR technique, combined with chemometrics, and to investigate the influence of the climatic parameters on the chemical composition of green tea in order to contribute to the quality control of the product. Thus, the chemical composition of the green tea's cultivars 'Yabukita' and 'Yutakamidori' was investigated throughout the crop through quantitative 1H HR-MAS NMR via ERETIC. In addition, commercial green tea samples were evaluated employing metabolic fingerprinting via 1H HR-MAS NMR. The metabolic profiles of both cultivars were qualitatively similar. Through PCA was observed that green tea samples can be discriminated throughout the harvest, and the variation of the chemical composition could be attributed to the influence of the climatic parameters on the metabolites production. For both cultivars, the rainiest months presented a high concentration of linolenic acid, which is related to the plant defense mechanism to fungal infestation. Theanine showed high concentrations at the beginning of the rainy months and with low temperatures, and a decrease in the warmer months. Epi-catechin showed a decrease in concentration under high solar radiation index and low precipitation, indicating susceptibility to excessive UV-B irradiation rate. However, the epi-catechin content in 'Yabukita' was higher than 'Yutakamidori' cultivar. Caffeine presented high concentration in the bit rainy to rainy period, with maximum temperatures intermediate. In addition, the commercial green teas analyzed showed a spectral profile similar to the authentic green teas produced from the leaves of C. sinensis. However, some tea brands presented a different spectral profile than that obtained from samples of C. sinensis, but like that of yerba mate (Ilex paraguariensis). Thus, the chemical composition monitoring of green tea, linked to the climatic parameters throughout the harvest, becomes a viable strategy for the establishment of commercial product quality standards. As well as the use of metabolic fingerprinting was a promising approach for the identification of the plant species used in tea preparation. Keywords: Camellia sinensis. Green tea. 1H HR-MAS NMR. Climatic parameters. ERETIC.pt_BR
dc.format.extent[173] p. : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectChá verdept_BR
dc.subjectQuímicapt_BR
dc.titleEstudo do perfil químico de cultivares de chá verde (Camellia sinensis) ao longo da safra e de chás verdes comerciais, através da técnica de RMN HR-MAS de 1Hpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record