Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, José Guilherme Silva, 1976-pt_BR
dc.contributor.authorMoisés, Alec Douglas, 1994-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2019-09-17T16:50:35Z
dc.date.available2019-09-17T16:50:35Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/63342
dc.descriptionOrientador : José Guilherme da Silva Vieirapt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicaspt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Após quase 20 anos desde a adoção do Regime de Metas de Inflação (RMI), o Brasil parece se ver distante das hiperinflações vistas durante as décadas de 70 a 90. O mesmo êxito não foi atingido no campo do crescimento econômico. Tendo isso em vista, autores pós-keynesianos teceram críticas a forma com que fora conduzido e, também, quanto a capacidade do regime de produzir melhores resultados, principalmente no que cerne a estabilidade macroeconômica. A partir da Teoria Geral de Keynes, os pós-keynesianos enxergam na não-neutralidade da moeda, o argumento de força da política monetária. Contudo, também enxergam nas concepções do regime de metas, excessivo uso da taxa de juros como forma de controlar a inflação. Se usada em níveis acimas do natural, o juros causa efeitos sobre diversos agregados macroeconômicos produzindo, de tal maneira, instabilidades econômicas. A partir da leitura de autores pós-keynesianos, os efeitos nocivos da má condução de política econômica foram situados para o debate nos primeiros anos do RMI. O estudo do debate anterior, é fundamental para reativar e atualizar o mesmo quanto a conjuntura recente da economia brasileira para, então, verificar a inadequação do regime ao caso brasileiro.pt_BR
dc.format.extent69 p. : grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectInflação - Brasilpt_BR
dc.subjectEconomia keynesianapt_BR
dc.subjectMacroeconomiapt_BR
dc.titleA inadequação do modelo de metas inflacionárias no caso brasileiro : uma crítica de autores pós-keynesianospt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record