Show simple item record

dc.contributor.advisorKlock, Margio Cezar Losspt_BR
dc.contributor.authorSilva, Isabele Cristina Amaral da, 1997-pt_BR
dc.contributor.otherBarbosa, Rodrigo Victor Brogna, 1998-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Curso de graduação em Saúde Coletivapt_BR
dc.date.accessioned2019-09-04T11:53:45Z
dc.date.available2019-09-04T11:53:45Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/63026
dc.descriptionOrientador : Margio Cezar Loss Klock.pt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Curso de Graduação em Saúde Coletivapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractA mortalidade infantil é um dos principais indicadores de saúde, pois ela reflete as condições socioeconômicas e ambientais de uma região assim como a condição de acesso a um sistema de saúde de qualidade. O presente trabalho analisa a mortalidade infantil na região do Vale do Ribeira, São Paulo sendo composta pelos seguintes municípios Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Iporanga, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Registro, Sete Barras. A análise realizada através de coleta de dados secundários nas bases de dados do IBGE, SIM e SINAN. O coeficiente de mortalidade infantil CMI no DRSXII - Registro teve uma redução significativa no período de estudo, embora CMI apresentado seja baixo, ao analisar os municípios isoladamente 13 municípios apresentaram um baixo CMI, Barra do turvo e Itariri apresentaram um CMI médio. Os coeficientes de mortalidade infantil mostraram uma tendência decrescente no período de 2002 a 2016 no DRSXII. A análise de tendência da série histórica dos coeficientes de mortalidade infantil no DRS XII revelou uma tendência significativa (p=0,01) decrescente em todo o período analisado. Este decréscimo foi de 0,1 óbitos infantis a cada ano do período analisado com explicação do modelo em torno de 9,1%. Através da análise realizada no DRSXII nos municípios de Jacupiranga, Cananéia, Iguape, Miracatu e Sete Barras, enfatizando a importância de desenvolver estratégias preventivas direcionadas a redução do risco de morte nessa faixa etária. Pois esses municípios apresentaram um aumento na tendência de mortalidade. De acordo com os parâmetros estabelecidos pela organização mundial da saúde (OMS), a taxa de mortalidade infantil é considerada aceitável quando se apresenta inferior a dois dígitos. imunopreveníveis. Orienta-se que o estudo seja ampliado e uma pesquisa qualitativa da cobertura vacinal em cada unidade básica do município, afim de promover ações que garantam não apenas o cumprimento da meta da campanha nacional de vacinação da tríplice viral, mas também a melhoria e expansão dos serviços de saúde em todas às suas esferas.pt_BR
dc.format.extent56 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRecem-nascidos - Mortalidadept_BR
dc.titleMortalidade infantil nos municípios da DRS XII de Registro, Vale do Ribeira, São Paulo, período de 2002 a 2016pt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record