Show simple item record

dc.contributor.advisorPereira, Alexsandro Eugenio, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorSilva, Caroline Cordeiro Viana e, 1987-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2019-10-24T13:58:46Z
dc.date.available2019-10-24T13:58:46Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/62409
dc.descriptionOrientador: Dr. Alexsandro Eugênio Pereirapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa : Curitiba, 05/04/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 173-194pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente tese de doutoramento tem como objetivo geral identificar se há problemas na aplicação empírica da Teoria de Securitização da Escola de Copenhague em artigos científicos da área de Relações Internacionais. Estudos de securitização são basicamente estudos qualitativos, de análise de três estágios, o não politizado, o politizado e o securitizado. Porém, a observação empírica desses três estágios não é clara. Tendo em vista o contexto teórico, a pergunta problema proposta por esse trabalho é: "É possível identificar problemas de aplicação empírica na Teoria de Securitização?". Parte-se da hipótese de que há um problema de operacionalização dos estudos empíricos da Teoria de Securitização. Esse problema advém de dois pontos centrais: da ferramenta metodológica apresentada pelos autores da Escola de Copenhague e da falta de rigor metodológico na aplicação teórica por parte dos pesquisadores. Para desenvolver seu argumento, o trabalho lançou mão de duas metodologias, a primeira exploratória com a ferramenta metodológica de revisão bibliográfica. A segunda metodologia, a revisão bibliográfica sistemática, com a ferramenta metodológica de análise de conteúdo e elaboração de fichas de leitura. Os materiais analisados foram artigos científicos publicados em dois indices bibliométricos: Qualis Capes e Scopus, na área de Ciência Política e Relações Internacionais. O resultado atingido foi a comprovação da hipótese: existe um problema na operacionalização da Teoria de Securitização, que vem tanto da falta de rigor metodológico dos autores, como também da ferramenta metodológica apresentada pelos autores de Copenhague. Palavras-chave: Teoria de Securitização, Escola de Copenhague, Análise Bibliográfica Sistemática.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present thesis aims to identify if there are problems at the empirical application in the Theory of Securitization of the Copenhagen School in scientific articles in the area of International Relations. Securitization studies are basically qualitative studies, of three-stage analysis, the non-politicized, the politicized, and the securitized. However, the empirical observation of these three stages is unclear. Considering the theoretical context, the question proposed by this work is: "Is it possible to identify problems of empirical application in Securitization Theory?". It is based on the hypothesis that there is a problem of operationalization of the empirical studies of Securitization Theory. This problem comes from two central points: the methodological tool presented by the authors of the Copenhagen School and the lack of methodological rigor in the theoretical application by the researchers. To develop his argument, the paper used two methodologies, the first exploratory, with the methodological tool for bibliographic review. The second methodology is the systematic bibliographic review, with the methodological tool of content analysis and preparation of reading sheets. The materials analyzed were scientific articles published in two bibliometric index: Qualis Capes and Scopus, in the area of Political Science and International Relations. The result achieved was the confirmation of the hypothesis, there is a problem in the operationalization of Securitization Theory that comes both from the lack of methodological rigor of the authors, as well as from the methodological tool presented by the authors of Copenhagen. Keywords: Theory of Securitization, Copenhagen School, Systematic Bibliographic Analysis.pt_BR
dc.format.extent193 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSecuritizaçãopt_BR
dc.subjectRelações internacionaispt_BR
dc.subjectSegurança internacionalpt_BR
dc.subjectCiência Políticapt_BR
dc.titleSecuritização : uma análise da aplicação empírica para operacionalizar o conceito de securitização da Escola de Copenhaguept_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record