Show simple item record

dc.contributor.advisorPeixe, Blênio Cezar Severo, 1954-pt_BR
dc.contributor.authorLima, Luis Sergio Silva dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização MBA em Auditoria Integralpt_BR
dc.date.accessioned2019-07-01T23:11:54Z
dc.date.available2019-07-01T23:11:54Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/61537
dc.descriptionOrientador: Blenio Cesar Severo Peixept_BR
dc.descriptionMonografia(Especialização) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização em Auditoria Integralpt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho objetiva apresentar o nível de inadimplência do IPTU no município de Ponta Grossa e os mecanismos que adota para o lançamento, arrecadação e sistemas de cobrança dos contribuintes inadimplentes com este imposto. O Imposto Predial e Territorial Urbano tem grande relevância no âmbito jurídico e social, pois se trata de um tributo em que muitos cidadãos se tornam contribuintes, pois são proprietários, detêm a posse ou domínio útil de bens imóveis, situados em zona urbana. Utilizando como método de pesquisa bibliografia pertinente e consulta a documentos da Secretaria de Finanças e de Arrecadação do município de Ponta Grossa, adotou-se o delineamento de estudo de caso, desenvolvido sob a forma de pesquisa descritiva e estabelecendo através dos dados coletados tabulações que permitiram elaborar gráficos e tabelas que deram subsídios para a reflexão crítica dos resultados em acordo com os propósitos e objetivos da pesquisa. Os resultados apreendidos permitiram observar as implicâncias da arrecadação do IPTU para os municípios, notadamente o fator de inadimplência deste imposto, que se mostrou um comportamento comum entre os contribuintes e passa por uma tendência progressiva, aumentado cada vez mais o número de sonegadores. Constatou-se que apesar de a administração municipal de Ponta Grossa precaver-se com os mecanismos básicos para a instituição e cobrança do IPTU, a inadimplência e expressiva. Conclui-se, assim que na esfera municipal uma boa estrutura administrativa e indispensável para a eficiente atuação do poder tributante, no sentido de maximizar a arrecadação tributaria proveniente do IPTU, coibindo, prontamente, a ação danosa da inadimplência, e conscientizando o contribuinte que o pagamento deste tributo e um dever de todos, e que eles estão amplamente amparados pelos normativos constitucionais, sendo o lançamento dos valores do IPTU condizente com sua capacidade contributiva, da mesma forma que a adoção de parcelamento tem a função precípua de normalizar suas dívidas perante o município.pt_BR
dc.format.extent126 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectImposto predial e territorial urbano - Ponta Grossa (PR)pt_BR
dc.titleImposto predial e territorial urbano : estudo de caso da inadimplência no município de Ponta Grossapt_BR
dc.typeMonografia Especializaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record