Show simple item record

dc.contributor.advisorFigueiredo Filho, Afonso, 1951-pt_BR
dc.contributor.authorCanetti, Aline, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherMuñoz Braz, Evaldopt_BR
dc.contributor.otherMattos, Patrícia Póvoa dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2022-05-10T17:43:03Z
dc.date.available2022-05-10T17:43:03Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/61127
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Afonso Figueiredo Filhopt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Dr. Evaldo Muñoz Braz, Dra. Patrícia Póvoa de Mattospt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa : Curitiba, 22/02/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.135-151pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Manejo Florestalpt_BR
dc.description.abstractResumo: GERAL A sustentabilidade do manejo de florestas naturais depende da compreensão aprofundada sobre o ciclo de vida e ocorrência das espécies comerciais. O bioma Amazônia conta com ampla diversidade e complexidade em sua composição, tornando-se necessária a aplicação de parâmetros de manejo direcionados às particularidades de cada tipologia e espécie a serem exploradas. Objetivou-se avaliar a dinâmica da Floresta Amazônica de Transição para subsidiar o manejo sustentável com base na estrutura horizontal da floresta e no ciclo de vida das espécies Apuleia leiocarpa (Vogel) J.F. Macbr., Erisma uncinatum Warm., Hymenolobium excelsum Ducke e Trattinnickia burserifolia Mart. Foram utilizados dados de seis inventários a 100%, inventários amostrais, parcelas permanentes e amostras do fuste das espécies provenientes de Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS) aprovados na microrregião de Sinop, estado de Mato Grosso. Foi realizada análise florística para comparação da estrutura horizontal entre censos florestais e estratos arbóreos. Foram ajustadas funções densidade de probabilidade por espécie. Análises do crescimento foram realizadas por meio de dendrocronologia, utilizando as amostras não destrutivas, para as quatro espécies estudadas. Calculou-se incrementos médios e tempos de passagem por classe diamétrica e foram ajustados modelos de crescimento acumulado em diâmetro, derivando-se curvas de incremento em volume em nível de árvore individual. As funções densidade de probabilidade e as equações de crescimento ajustadas foram utilizadas para detectar os pontos de maior incremento médio anual em nível de árvore individual e de população, que foram definidos como diâmetro mínimo de corte (DMC), para simulações da produção volumétrica. Mediante matriz de projeção por classe diamétrica, foram comparados os incrementos em volume produzidos por diferentes combinações de DMC e ciclo de corte. As áreas de estudo apresentaram similaridade florística de no mínimo 75%, considerando o índice de Morisita. Alternâncias de dominância nos estratos médio e superior foram registradas para algumas espécies. As funções densidade probabilidade ajustadas por espécie para toda a microrregião aderiram aos dados de todas as áreas de estudo. Os incrementos por classe diamétrica, tempo de passagem e ciclo de vida de cada espécie estiveram associados aos seus grupos ecológicos. A culminação do incremento por classe diamétrica e os máximos incrementos volumétricos anuais para A. leiocarpa ocorreram em menores diâmetros e idades mais jovens, quando comparado aos das outras espécies, o que a caracterizou como espécie secundária inicial. E. uncinatum, H. excelsum e T. burserifolia apresentaram características inversas às de A. leiocarpa, típicas de espécies secundárias tardias. Considerar o ponto de rotação técnica da população como DMC retornou maiores produções volumétricas, quando comparado com os critérios definidos em legislação e demais DMC testados. Ciclos de cortes mais curtos produziram maiores incrementos volumétricos anuais. A metodologia proposta na presente tese, acrescida de análises econômicas, pode ser a base para a formação de novo e moderno sistema silvicultural para a Floresta Amazônica. Palavras-chave: Modelagem do crescimento e produção. Diâmetro mínimo de corte. Dendrocronologia.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The sustainability of natural forest management depends on high understanding of commercial species occurrence and life cycle. The Amazon biome composition has wide diversity and complexity, making it necessary to apply management parameters directed to the particularities of each forest type and species to be exploited. The aim was to evaluate the Transitional Amazon Forest dynamics to support sustainable management based on the forest structure and the life cycle of Apuleia leiocarpa (Vogel) JF Macbr., Erisma uncinatum Warm., Hymenolobium excelsum Ducke and Trattinnickia burserifolia Mart. It was used data from six 100% inventories, sampling inventories, permanent plots and stem samples of the species obtained from areas with Sustainable Forest Management Plan (SFMP) approved in the Sinop micro-region, Mato Grosso State. Floristic analysis was performed to compare composition structure between SFMP areas and between tree strata. Density functions were adjusted by species. Growth analyzes were performed using dendrochronology. Mean increments and passage times by diameter class were calculated and diameter cumulative growth models was adjusted, from which volume increment curves at the individual tree level was derived. The probability density functions and the adjusted growth equations were used to detect the points of maximum annual increments in volume at the individual and population tree levels, which were defined as minimum cutting diameter (MCD) for yield projections. By diameter class projection matrix, the annual volume increment produced by different combinations of MCD and cutting cycle were compared. The study areas presented floristic similarity of at least 75%, considering the Morisita index. Alternations of dominance in the middle and upper strata were recorded for some species. Probability density functions adjusted by species throughout the micro-region adhered to observed data of all study areas. The differences in diameter class increments, passage time and the pattern of growth over the life span of each species were associated with their ecological groups. The culmination of mean diameter class growth and the maximum annual volumetric increments for A. leiocarpa occurred in smaller diameters and at younger ages when compared to the other species, which characterized it as an early secondary species. E. uncinatum and T. burserifolia presented inverse characteristics to A. leiocarpa, typical of late secondary species. Considering the theoretical rotation point of the population as MCD returned higher annual increment in volume when compared to the Brazilian law criteria and others MCD tested. Shorter cutting cycles produced greater annual increments in volume. Proposed methodology of this thesis, plus economic analysis, may be the basis for the formulation of a new and modern silvicultural system for the Amazon Forest. Keywords: Growth and yield projection. Minimum cutting diameter. Dendrochronology.pt_BR
dc.format.extent156 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectFlorestas - Manejopt_BR
dc.subjectFlorestas tropicaispt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.subjectFlorestas sustentáveispt_BR
dc.subjectDendrocronologiapt_BR
dc.subjectÁrvores - Crescimentopt_BR
dc.subjectDinamica florestalpt_BR
dc.subjectRecursos Florestais e Engenharia Florestalpt_BR
dc.titleEstrutura, dinâmica e manejo sustentável em ecótono de Floresta Amazônicapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record