Show simple item record

dc.contributor.authorRamos, Lilian Maria Paes de Carvalhopt_BR
dc.contributor.otherKuenzer, Acácia Zeneidapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-07-07T13:38:15Z
dc.date.available2020-07-07T13:38:15Z
dc.date.issued1987pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/60656
dc.descriptionOrientadora: Prof.ª Dr.ª Acácia Zeneida Kuenzerpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Curso de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 214-220pt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho versa sobre uni modelo de escola rural, de origem norte-americana; a escola consolidada. Trata-se de uma escola de 1º grau completo, servida por um sistema de transporte de alunos. Tem por principio o direito a igualdade de oportunidades educacionais entre campo e cidade. Após analisar as políticas oficiais para a educação rural no período anterior e concomitante a implantação de 53 Escolas Rurais Consolidadas-ERC no Estado do Paraná, como parte dos: Projetos PROMUNICÍPIO Cl- fase - 19.76 a 19811 e PRO-RURAL (2ª fase - 1981 a 1986), avalia os resultados obtidos nos três primeiros anos da 2- fase. Conclui que estas ERC apresentam índices de reprovação inferiores aos das sub-regiões em que se localizam. Seus professores possuem nível de formação superior às médias regional e estadual; porém, este fator não foi o causador de redução nos índices de reprovação, como se supõe ocorrer. A evasão nestas escolas não se mostrou diretamente relacionada a fatores intra-escolares, contrariando a suposição de que a falta de terminalidade e o baixo padrão de ensino são os: principais responsáveis pela evasão em escolas rurais. Neste caso ela esteve mais vinculada a fatores extra-escolares, particularmente aos movimentos migratórios ocorridos no Estado no período. Se, por um lado, o programa de ERC não conseguiu fixar o homem ao meio, um dos seus objetivos iniciais, contribuiu outrossim para a democratização do ensino ao ampliar a oferta de 5ª a 8ª séries em zona rural nos moldes urbanos, fornecendo melhores condições de trabalho para os professores. Fato que, de per si, justifica a sua adoção em situações educacionais específicas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This paper examins the Brazilian experience in the consolidation of rural school districts based on the American model of school consolidation. The first chapter looks into official policies for rural education before and during the construction of 52 Consolidated Rural Schools CERC) in the State of Parana between 1976 and 1986. Chapter Two discusses the results of the program between 1982 and 1985. As a result of the program, local academic failure rates decreased during 1982 through 1985 compared to previous periods. The consolidated school teachers are furthermore better prepared to carry out their tasks than local and State rural teachers. However, this factor was not directly responsible for the lower academic failure rates observed. School dropout, in this case, was not related directly to school problems, but rather to the severe rural migration which ocurred in the period. If the Consolidated Rural School Program did not achieve its initial goal of avoiding rural migration, it did contribute to providing better school opportunities for rural students and to improve teacher's working conditions. These factors, alone, favor its continuity as a rural school program wherever local conditions permit improvement through consolidation.pt_BR
dc.format.extent220 f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducação ruralpt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleAs "escolas consolidadas" paranaenses : mito e realidadept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record