Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Carlos Urias dapt_BR
dc.contributor.otherLourenço, Rafaela Gessner, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Especialização em Gestão da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2019-06-25T19:26:40Z
dc.date.available2019-06-25T19:26:40Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/60324
dc.descriptionOrientador : Rafaela Gessener Lourençopt_BR
dc.descriptionTrabalho de conclusão de curso (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Especialização em Gestão da Saúdept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O Prontuário Eletrônico de Pacientes (PEP) surgiu da necessidade de reunir as informações históricas de atendimento do paciente, compartilhando e dando acesso a todas as informações clinicas de forma consistente e cronológica, facilitando e melhorando o trabalho dos médicos e das equipes de saúde multidisciplinares, resultando em elaboração de dados para estudo e resolução rápida no tratamento das enfermidades. No final de 2016, o Ministério da Saúde publicou a Resolução CIT nº 007/2016, que dispõe sobre a obrigatoriedade de implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente, estabelecendo que cada município deva implantar o sistema de prontuário eletrônico em sua Unidade de Saúde Básica (UBS), a fim de controlar os valores repassados pela união, abrindo a possibilidade para a centralização e integração em um único banco de dado, o registro de todos os atendimentos realizados pela rede do Sistema Único de Saúde (SUS) a nível nacional. O município de Curitiba possui um prontuário eletrônico próprio, o E-Saúde, implantado em 2002, mas sua abrangência é apenas dentro do próprio município ou nas regionais de saúde em parceria com o estado do Paraná. Este projeto visa fazer a integração do prontuário eletrônico do município de Curitiba, junto ao banco de dados do Ministério da Saúde através do departamento de informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATAUS), que já possui estrutura inicial para comportar o armazenamento dos dados e a disponibilização na rede do acesso as informações a outros municípios, assim como de outros para Curitiba.pt_BR
dc.format.extent20 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectArquivos medicospt_BR
dc.subjectBanco de dados - Saudept_BR
dc.titleIntegração de prontuário eletrônico do município de Curitiba, junto ao Sistema do Ministério da Saúdept_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record