Show simple item record

dc.contributor.advisorDrozda, Fabiano Oscar, 1974-pt_BR
dc.contributor.authorAssad Neto, Anis, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produçãopt_BR
dc.date.accessioned2019-05-07T18:32:42Z
dc.date.available2019-05-07T18:32:42Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/60050
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Fabiano Oscar Drozdapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Defesa : Curitiba, 27/02/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.108-115pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Inovação em Projetos, Produtos e Processospt_BR
dc.description.abstractResumo: O desenvolvimento do projeto alemão Indústria 4.0 marca a ascensão de um novo contexto na gestão de operações, no qual consumidores exigem a personalização de seus produtos e uma maior flexibilização da produção. O efeito da adoção dessas políticas no desempenho dos populares sistemas de controle de produção puxado (SCPP) não foi endereçado por pesquisas anteriores, até onde consta para o autor. O objetivo deste trabalho é analisar o impacto da flexibilidade atrelada à Indústria 4.0 em diferentes SCPP, por meio de um planejamento de experimentos em um modelo de sistema de produção. O modelo foi exposto a diferentes cenários de flexibilidade a partir da variação dos níveis de 2 fatores experimentais: quantidade de tipos de produtos e heterogeneidade de tempo de processamento entre os tipos de produtos. Foram investigados 3 SCPP: Sistema de Controle Kanban (SCK), Sistema de Controle Kanban Estendido com política de cartões dedicada (SCKE-D) e Sistema de Controle Kanban Estendido com política de cartões compartilhada (SCKE-C). Os parâmetros ajustáveis dos SCPP foram otimizados, em cada cenário experimentado, com o objetivo de minimizar o nível de estoques e obter um nível de serviço mínimo de 95%. Os resultados mostram que os desempenhos dos 3 SCPP sofrem efeito significativo devido ao incremento de flexibilidade. O SCKE-C obteve o melhor desempenho em todos os cenários analisados, sendo superior especialmente em condições de alta quantidade de tipos de produtos. Apesar do desempenho inferior nos outros cenários, o SCK obteve desempenho estreitamente superior ao SCKE-D em condições de baixa quantidade de tipos de produtos e alta heterogeneidade de tempo de processamento. Palavras-chave: Flexibilidade. Indústria 4.0. Simulação. Sistema de Controle de Produção Puxado.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The development of Industry 4.0 marks the rise of a new context in operations management, in which consumers demand customization of their products and greater flexibility in production. The effect of the adoption of these policies on the performance of the popular pull production control systems (PPCS) was not addressed by previous research, as far as the author is concerned. This work aims to evaluate the impact of Industry 4.0 flexibility in different types of PPCS, through simulation experiments performed in a production system model. The model was exposed to different flexibility scenarios by varying the levels of 2 experimental factors: quantity of product types and processing time heterogeneity among product types. 3 PPCS were investigated: Kanban Control System (KCS), Extended Kanban Control System with dedicated card policy (EKCS-D) and Extended Kanban Control System with shared card policy (EKCS-C). The adjustable parameters of the PPCS were optimized in each experiment scenario in order to minimize the inventory level and obtain a minimum service level of 95%. The results show that the performances of the 3 PPCS are significantly affected by increased flexibility levels. EKCS-C achieved the best performance in all the analyzed scenarios, being especially superior in environments exposed to a high quantity of product types. Despite the inferior performance in the other scenarios, KCS obtained a better performance than EKCS-D in conditions of low product types quantity and high processing time heterogeneity. Keywords: Flexibility. Industry 4.0. Simulation. Pull Production Control Systempt_BR
dc.format.extent146 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectControle de produçãopt_BR
dc.subjectEngenharia de Produçãopt_BR
dc.subjectAdministração da produçãopt_BR
dc.titleImpacto da flexibilidade da indústria 4.0 nos indicadores de desempenho de um sistema de produção puxadopt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record