Show simple item record

dc.contributor.advisorCipriani, Thales Ricardo, 1978-pt_BR
dc.contributor.authorGrande, Giuliana Cozzella Campo, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherFerreira, Daniele Maria, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Ciências (Bioquímica)pt_BR
dc.date.accessioned2019-05-03T18:00:57Z
dc.date.available2019-05-03T18:00:57Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/60000
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Thales Ricardo Ciprianipt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Dr. Daniele Maria Ferreirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências (Bioquímica). Defesa : Curitiba, 20/03/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.76-87pt_BR
dc.description.abstractResumo: Piper umbellatum e Piper regnellii são plantas popularmente conhecidas como pariparoba. São amplamente empregadas na medicina popular para o tratamento de dores, inflamações, úlcera gástrica entre outras aplicações. Este trabalho apresenta a extração, purificação e caracterização dos polissacarídeos presentes nas folhas das duas plantas e a avaliação da atividade anti-inflamatória e anti-nociceptiva de P. umbellatum. A partir das folhas de P. umbellatum, foi obtida uma fração polissacarídica constituída predominantemente pelos monossacarídeos GalA e Xyl, denominada PU500R. Análises de RMN e metilação indicaram que a fração era constituída de uma homoxilana ?-(1?4) e uma homogalacturonana ?-(1?4). No extrato obtido das folhas de P. regnellii foi identificada na fração polissacarídica a presença majoritária de Gal, Ara e GalA. Esta fração apresentou perfil homogêneo de eluição em HPSEC, com um Mw de 164.000 g/mol. As análise de RMN e metilação demonstraram que esta fração é constituída por uma arabinogalactana tipo II (AG-II), formada por uma cadeia principal de ?-D-Galp-(1?3), substituída em O-6 por cadeias laterais de ?-D-Galp-(1?6), que por sua vez são substituídas em O- 3 por terminais não redutores de ?-L-Araf; e uma ramnogalacturonana tipo I (RG-I), composta por [?4)-?-D-GalpA-(1?2)-?-L-Rhap-(1?]n. Análise de atividade biológica com a fração PUSGD, derivada do extrato bruto de P. umbellatum, apresentou resposta anti-inflamatória e antinociceptiva utilizando dose de 3 mg/kg e a fração PU500R, obtida a partir de PUSGD, demonstrou apenas atividade antinociceptiva na dose testada (0,402 mg/kg). Isso indica que outros compostos presentes nas folhas da planta podem ter propriedade anti-inflamatória. O resultado confirma o uso popular da planta para esta finalidade. Palavras-chave: Piper umbellatum, Piper regnellii, polissacarídeos, anti-inflamatória, anti-nociceptiva.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Piper umbellatum and Piper regnellii are plants popularly known as pariparoba. They are widely used in folk medicine for the treatment of pain, inflammation, gastric ulcer among others. This work presents the extraction, purification and characterization of the polysaccharides present in the leaves of both plants and the evaluation of the anti-inflammatory and anti-nociceptive activity of P. umbellatum. From the leaves of P. umbellatum, a polysaccharide fraction predominantly constituted by the monosaccharides GalA and Xyl, denominated PU500R, was obtained. NMR and methylation analysis indicated that the fraction consisted of a ?-(1?4) homoxylan and a ?-(1?4) homogalacturonan. In the extract obtained from the leaves of P. regnellii the majority presence of Gal, Ara, Rha and GalA was identified in the polysaccharide fraction. This fraction had a homogeneous elution profile in HPSEC, with a Mw of 164,000 g / mol. NMR and methylation analysis demonstrated that the polysaccharides of this fraction consist of a type II (AG-II) arabinogalactan, formed by a ?-D-Galp-(1?3) main chain, substituted at O-6 by side chains of ?-D-Galp-(1?6), which are substituted at O-3 by non-reducing ?-L-Araf ends and of a type I rhamnogalacturonan, formed by [?4)-?-D-GalpA-(1?2)-?-L-Rhap-(1?]n. The biological test with the PUSGD fraction, derived from the crude extract of P. umbellatum, showed anti-inflammatory and antinociceptive response using a dose of 3 mg/kg and the PU500R fraction obtained from PUSGD showed only antinociceptive activity at a dose of 0.402 mg/kg. Other compounds present in the leaves of the plant may have anti-inflammatory properties. The result confirms the popular use of the plant for this purpose. Keywords: Piper umbellatum, Piper regnellii, polysaccharides, anti-inflammatory, antinociceptive.pt_BR
dc.format.extent87 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPolissacarideospt_BR
dc.subjectBioquímicapt_BR
dc.subjectAnti-inflamatóriospt_BR
dc.titlePolissacarídeos das folhas de Piper umbellatum e Piper regnelli e atividade anti-inflamatória de Piper umbellatumpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record