Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Antonio Adilson Soares de, 1968-pt_BR
dc.contributor.authorMorato, Marcelopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2019-04-10T14:00:42Z
dc.date.available2019-04-10T14:00:42Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59920
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Antonio Adilson Soares de Limapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa : Curitiba, 06/08/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.49-56pt_BR
dc.description.abstractResumo: Avanços nas ciências e tecnologias têm possibilitado às pessoas viver por mais tempo e com mais qualidade. As pessoas com mais de 60 anos de idade têm vida social e sexual ativa. No entanto, além da falta de informação, eles apresentam comportamentos de risco para infecção pelo HIV e outras doenças. Estes avanços também mudaram o perfil da infecção pelo HIV. As terapias antirretrovirais têm permitido às pessoas com a infecção alcançarem idades mais avançadas. O objetivo deste estudo foi investigar as condições bucais dos idosos infectados pelo HIV, bem como as características sociodemográficas, o uso de antirretrovirais, as coinfecções, as comorbidades, o uso de medicamentos para estas comorbidades, o uso de tabaco e de bebida alcoólica, a carga viral e os valores de CD4+. O estudo avaliou pacientes de um hospital e de um ambulatório públicos de infectologia. Os dados foram obtidos por meio de entrevista, prontuário médico, sistema de informação hospitalar e exame bucal. A classificação de EC Clearinghouse foi utilizada para o estabelecimento das manifestações orais associadas ao HIV. Foram aplicados testes estatísticos do Qui-quadrado, Exato de Fisher, Kruskal-Wallis e Spearman para verificar as associações e correlações de variáveis. Este estudo incluiu 39 indivíduos (24 homens e 15 mulheres) e com a média de idade de 64,7 anos. Na sua maioria, os indivíduos eram brancos (71,8%), casados (43,2%), com tempo de diagnóstico médio de 8,4 anos e sem histórico de tabagismo (69%) e alcoolismo (79%). O exame bucal mostrou que as alterações da mucosa mais prevalentes foram o ressecamento bucal (43,6%), seguido de candidose (30,8%) e pigmentação melânica (20,5%). A pneumonia e hipertensão arterial sistêmica foram respectivamente a coinfecção (20,5%) e comorbidade (94,9%) mais comuns entre os indivíduos. As duas combinações de antirretrovirais mais utilizadas foram de inibidores de transcriptase reversa nucleotídeo com nãonucleotídeo (33,3%) ou com inibidores de protease (41%). Os resultados revelaram que o tempo de diagnóstico e valores de CD4+ foram maiores nos indivíduos em tratamento ambulatorial (P=0,038 e P=0,043, respectivamente). Os valores de carga viral foram maiores para os indivíduos hospitalizados (P=0,015). Houve associação de baixos níveis de CD4+ com lesões orais de infecções oportunistas (P=0,034). Baseado nestes achados, pode-se concluir que o idoso infectado pelo HIV é um indivíduo que pode apresentar comorbidades e coinfecções, bem como manifestações orais relacionadas com o tempo de diagnóstico, valores de CD4+ e uso de medicamentos. Palavras-chaves: HIV; Manifestações orais; Idoso; Terapia Antirretroviral; Comorbidade; Coinfecção pelo HIV.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Advances in science and technology have made it possible for people to live longer and with better quality. People over 60 years of age have active social and sexual life. However, in addition to lack of information, they present risk behaviors for HIV infection and other diseases. These advances have also changed the profile of HIV infection. Antiretroviral therapies have allowed people with the infection to reach more advanced ages. The aim of this study was to investigate the oral conditions of the elderly as well as sociodemographic characteristics, antiretroviral use, comorbidities, use of drugs for these comorbidities, tobacco and alcoholic beverage use, viral load and CD4+ count. The study comprised patients from a public hospital and outpatient clinic of infectology. Data were obtained through interviews, medical records, hospital information system and oral examination. The EC-Clearinghouse classification was used for the establishment of oral manifestations associated with HIV. Statistical tests were applied to verify the associations and correlations of variables. This study included 39 subjects (24 men and 15 women) and the mean age of 64.7 years. The majority of participants were white (71.8%), married (43.2%), with an average diagnosis time of 8.4 years and no history of smoking (69%) and alcoholism (79%). Oral examination showed that the most prevalent mucosal changes were oral dryness (43.6%), followed by candidosis (30.8%) and melanoma pigmentation (20.5%). Pneumonia and systemic arterial hypertension were the most common coinfection (20.5%) and comorbidity (94.9%) among subjects. The two most commonly used antiretroviral combinations were nucleotide reverse transcriptase inhibitors (NTRI) with nonnucleotide (NNTRI) (33.3%), or with protease inhibitors (PI) (41%). The results showed that the time of diagnosis and CD4+ values were higher in subjects undergoing outpatient treatment (P = 0.038 and P = 0.043, respectively). Viral load values were higher for hospitalized subjects (P = 0.015). There was an association of low CD4+ levels with oral lesions of opportunistic infections (P = 0.034). Based on these findings, it can be concluded that the profile of the elderly with HIV infection is of a subject that may presents comorbidities and coinfections, as well as oral manifestations related to the time of diagnosis, CD4+ count and the use of drugs. Keywords: HIV; oral manifestation; elderly; antiretroviral therapy; comorbidities; HIV coinfection.pt_BR
dc.format.extent72 p. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectHIV (Vírus)pt_BR
dc.subjectOdontologiapt_BR
dc.subjectManifestaçoes orais de doençaspt_BR
dc.subjectComorbidadept_BR
dc.subjectIdosospt_BR
dc.titlePerfil epidemiológico, condição bucal, uso de medicamentos, coinfecções e comorbidades em idosos infectados pelo HIVpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record