Show simple item record

dc.contributor.advisorCordeiro, Juliano, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorBranco, Allencar Jorge Kasper, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2021-03-16T16:51:54Z
dc.date.available2021-03-16T16:51:54Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59823
dc.descriptionOrientador : Juliano Cordeiropt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Curso de Graduação em Ciências Biológicas.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Tendo em vista que o desmatamento oriundo da mineração é inevitável, recuperar as áreas que foram impactadas é algo essencial. Descobrir quais são os métodos mais eficazes para a regeneração da flora local ajudará a compreender o processo de recuperação natural secundária. O objetivo deste trabalho foi identificar quais tipos de sementes e espécies vegetais estão chegando à área, sua variação quantitativa ao longo do ano, e identificar as síndromes de dispersão de sementes. A pesquisa foi realizada na Pedreira Minerpal, localizada a 24°21’00"S e 53°50’23"W, no município de PalotinaPR. A área de estudo foi subdividida em três subáreas de acordo com o estágio de recuperação e com as características ambientais, denominadas de: Área Paredão (A1), Área Central (A2) e Área Floresta (A3). Foram instalados um total de 24 coletores de semente de 1m2, respeitando uma distância mínima de 10m um do outro. 6 coletores com Poleiros Artificiais, confeccionadas com bambu em forma de "T" com 1,5m de altura cada, distribuídos entre as subáreas A1 e A2; 12 coletores com Poleiros Naturais distribuídos entre as três subáreas; e os 6 restantes denominados de Coletor Controle, também instalados nas três subáreas. O período de coleta foi realizado mensalmente com um total de dez coletas que abrangeram as quatro estações do ano. Os resultados mostraram diferença significativa em relação ao número de sementes e morfoespécies nas áreas paredão e central e entre os tipos de coletores, poleiro artificial, poleiro natural e coletor controle.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (27 p.) : Digital.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRecuperação ecológicapt_BR
dc.titleA chuva de sementes e o processo de recuperação de áreas degradadas pela mineração de rocha basaltica no oeste do Paraná.pt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record