Show simple item record

dc.contributor.advisorMasunari, Setuko, 1948-pt_BR
dc.contributor.authorAnacleto, André Fernando Miyadipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2019-03-11T17:44:27Z
dc.date.available2019-03-11T17:44:27Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59432
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Setuko Masunaript_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa : Curitiba, 23/02/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.56-59pt_BR
dc.description.abstractResumo: Um estudo sobre os parâmetros reprodutivos das sete espécies de chama-marés ocorrentes na Baía de Guaratuba foi realizado, visando estimar a contribuição das larvas destes caranguejos para o plâncton da referida baía. Uma estimativa do número de fêmeas ocorrentes no estuário de Guaratuba foi realizada com base nas densidades das espécies e nas áreas ocupadas pelas mesmas, para fins de cálculo do número de larvas que estes caranguejos disponibilizam para o plâncton da Baía de Guaratuba. As espécies apresentaram oito estágios de desenvolvimento embrionário, com exceção de Leptuca thayeri e Minuca burgersi que mostraram apenas sete. A LC das fêmeas ovígeras variou de 6,66 ± 0,74 mm em Leptuca uruguayensis a 25,01 ± 3,15mm em Uca maracoani, e o tempo de incubação de 8-10 dias a 15-17 dias, respectivamente. A taxa de fertilidade (nº de ovos no início do desenvolvimento embrionário) variou de 1.253 ± 594 ovos/fêmea a 39.267 ± 1.056 ovos/fêmea, a taxa de fecundidade (nº de ovos no final do desenvolvimento embrionário), de 938 ± 482 ovos/fêmea a 35.092 ± 7.314 ovos/fêmea, respectivamente para estas duas espécies. O número de embriões perdidos variou de 244 ovos/fêmea em Leptuca leptodactyla até 4.228 ovos/fêmea em Minuca mordax, entretanto, U. maracoani mostrou menor perda em cada 100 ovos, o que foi atribuída à proteção das fêmeas ovígeras em tocas mais profundas. O diâmetro médio dos ovos no primeiro estágio de desenvolvimento embrionário variou de 206,50?m em L. leptodactyla a 336,36?m em M. mordax. Também, houve um aumento no diâmetro dos ovos entre o primeiro e o último estágio de desenvolvimento. Os chama-marés do presente estudo contribuem com uma média de 4,81x1012 larvas para o plâncton por período de desova para a Baía de Guaratuba, sendo L. thayeri a espécie com maior produção larval (cerca de 96%) e U. maracoani aquela com a menor produção larval (cerca de 0,0018%). Estes números indicam o quão preciosa é a conservação de caranguejos chama-marés para uma estrutura trófica saudável da comunidade da Baía de Guaratuba. Palavras chaves: Chama-maré; Fertilidade; Fecundidade; Desenvolvimento embrionário.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: A study on reproductive parameters of the seven species of fiddler crab occurring in Guaratuba Bay was carried out, aiming to estimate the larval contribution of these crabs for the estuarine plankton community. The absolute number of females was estimated based on the densities of the species and the areas occupied by them. The number of larvae produced by each species was based on their fertility rate and an estimative of larvae contributing for the plankton community was done. The species presented eight stages of embryonic development, except Leptuca thayeri and Minuca burgersi that showed only seven. The CW of ovigerous females ranged from 6.66 ± 0.74 mm in Leptuca uruguayensis to 25.01 ± 3.15 mm in Uca maracoani, and the incubation time, from 8-10 days to 15-17 days, respectively. The fertility rate (number of eggs at the beginning of embryonic development) varied from 1,253 ± 594 eggs/female to 39,267 ± 1,056 eggs/female, the fecundity rate (number of eggs at the end of embryonic development), 938 ± 482 eggs/female to 35,092 ± 7,314 eggs/female, respectively for these two species. The number of lost embryos from the egg mass ranged from 244 eggs/female in Leptuca leptodactyla to 4,228 eggs/female in Minuca mordax. However, U. maracoani showed lower losses in every 100 eggs, which was attributed to the protection of ovigerous females in deeper burrows. The mean diameter of the eggs in the first stage of embryonic development ranged from 206.50?m in L. leptodactyla to 336.36?m in M. mordax. Also, there was an increase in egg diameter between the first and last stages of development. The fiddler crabs of the present study contribute with an average of 4.81x1012 larvae to the estuarine plankton per spawning, in Guaratuba Bay. Among them, Leptuca thayeri showed highest larval production (about 96%) and U. maracoani with the lowest (about 0.0018%). These numbers indicate how precious is the conservation of fiddler crabs for a healthy trophic structure of the Guaratuba Bay community. Key words: Fiddler crabs; Fertility; Fecundity; Embryonic development.pt_BR
dc.format.extent59 p. : il. (algumas color.), tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCaranguejopt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.subjectReproduçãopt_BR
dc.subjectDesenvolvimento embrionáriopt_BR
dc.titleBiologia reprodutiva dos caranguejos chama-maré (Crustacea, Decapoda, Ocypodidae) na baia de Guaratuba, Paraná, Brasilpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record