Show simple item record

dc.contributor.authorBoaventura, Micaela Gois Boechat, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherLopes, Maria da Graça Kfouri, 1955-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Programa de Pós-Graduação em Rede para o Ensino das Ciências Ambientaispt_BR
dc.date.accessioned2019-03-29T19:43:19Z
dc.date.available2019-03-29T19:43:19Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59418
dc.descriptionOrientadora: Profa Dra. Maria da Graça Kfouri Lopespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Rede em Ensino das Ciências Ambientais. Defesa : Matinhos, 09/11/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho visa à observação e à discussão de fatores socioambientais que contribuem, de forma negativa, para a degradação do ambiente e para o desequilíbrio da saúde humana. Mediante pesquisa de campo, este estudo foi realizado na Comunidade da Ilha dos Valadares, trazendo indagações para a Educação Ambiental acerca dos graves problemas enfrentados pela população. Os resultados encontrados permitiram com que fossem reconhecidos os mais variados aspectos ambientais que afetam a saúde humana, e que estes devem ser abordados na escola, tornando possível, assim, promover a reflexão sobre questões sociais, ambientais e de saúde com as crianças, como forma de promover mudanças na qualidade de vida daquela parcela de moradores da região. A cooperação entre os professores e ACS, reforça a premissa de que somente através da união e da instrução, é possível modificar a realidade, transformando-a em ambientes dignos para se viver, conforme pretende-se ofertar aos moradores da Ilha, através de novas abordagens que valorizem o fator humano. Palavras-chave: Políticas Públicas; Educação Ambiental, Saúde.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work aims at the observation and discussion of social and environmental factors that contribute, in a negative way, to the degradation of the environment and to the imbalance of human health. Through field research, this study was carried out in the Community of Valadares Island, bringing inquiries for Environmental Education about the serious problems faced by the population. The results found allowed the recognition of the most varied environmental aspects that affect human health, and that these should be addressed in the school, thus making it possible to promote reflection on social, environmental and health issues with children, as a way to promote changes in the quality of life of that portion of the region's residents. Cooperation between teachers and ACS reinforces the premise that it is only through unity and education that it is possible to change reality, transforming it into decent living environments, as it is intended to offer to the inhabitants of the Island, through new approaches that value the human factor. Keywords: Public Policies; Environmental Education, Health.pt_BR
dc.format.extent58 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação ambientalpt_BR
dc.subjectDegradação ambientalpt_BR
dc.subjectValadares, Ilha dos (PR) - Paranagua (PR)pt_BR
dc.titleAmbiente, educação e saúde : o olhar de professores e agentes comunitários de saúde da Ilha dos Valadares, Paranaguá-PRpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record