Show simple item record

dc.contributor.authorkoch, Maria Fernanda Villaçapt_BR
dc.contributor.otherAlmeida, Cláudia Choma Bettegapt_BR
dc.contributor.otherCrispim, Sandra Patriciapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Segurança Alimentar e Nutricionalpt_BR
dc.date.accessioned2019-02-12T17:30:58Z
dc.date.available2019-02-12T17:30:58Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58848
dc.descriptionOrientadora: Cláudia Choma Bettega Almeidapt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Sandra Patrícia Crispimpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Segurança Alimentar e Nutricional. Defesa : Curitiba, 28/07/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 43-48pt_BR
dc.description.abstractResumo: Hábitos alimentares saudáveis são adquiridos na infância, por isso, a importância de se promover uma alimentação saudável desde o início da vida. Dados da Organização Mundial de Saúde apontam uma redução dos índices de desnutrição e um aumento significativo de sobrepeso e obesidade em crianças brasileiras. Em particular, verificou-se um alto índice de excesso de peso em crianças que frequentam centros municiais de educação infantil na cidade de Guaratuba - PR. Diante da preocupação originada por este achado, e sabendo-se que o tamanho das porções consumidas pode ter um papel importante nisso, o objetivo desse trabalho é analisar o tamanho das porções alimentares consumidas e a relação com o excesso de peso entre crianças de 2 a 5 anos que frequentam centros municipais de educação infantil. Os dados de 356 crianças na residência e 344 crianças no ambiente escolar foram obtidos por meio de 1 a 3 dias de registros alimentares e pelo menos 1 dia de pesagem direta dos alimentos consumidos por cada criança, respectivamente, assim como a avaliação antropométrica. Excesso de peso foi definido pelo escore z de IMC/I maior ou igual a +1. Os dados de consumo alimentar foram inseridos no software Brasil Nutri e analisados por meio dos softwares SAS v. 9.3 e SPSS v. 22 utilizando o Teste T de Student e Mann- Whitney e Regressão logística. Resultados apontam uma média de idade de 39,7 meses entre as crianças estudadas, dentre as quais, 61,9% eram eutróficas e 12% somavam o excesso de peso e obesidade. A maioria dos grupos de alimentos foram consumidos em maior quantidade na residência, com exceção do arroz que foi mais consumido no CMEI (P<0,001), e que existe, nessa população, uma associação significativa entre o consumo de doces tipo sobremesas, complementos alimentares, doces e guloseimas, achocolatados, preparações elaboradas, derivados do leite, queijos e refrescos com o excesso de peso. Palavras-chave: porção alimentar, tamanho da porção, pré-escolares, estado nutricional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Healthy eating habits are acquired in childhood, so the importance of promoting healthy eating from the start of life. Data from the World Health Organization indicate a reduction in malnutrition rates and a significant increase in overweight and obesity in Brazilian children. In particular, there was a high rate of overweight in children attending municipal nursery schools in the city of Guaratuba - PR. Considering the concern of this finding, and knowing that the size of portions consumed may play an important role in this, the objective of this work is to analyze the size of the food portions consumed and the relation with the excess weight among children from 2 to 5 years attending municipal centers of early childhood education. The data of 356 children in the residence and 344 children in the school environment were obtained through 1 to 3 days of food records and at least 1 day of direct weighing of the foods consumed by each child, respectively, as well as the anthropometric evaluation. Excess weight was defined as the z score of IMC / I greater than or equal to +1. The food consumption data were inserted in the Brazil Nutri software and analyzed through the SAS v. 9.3 and SPSS v. 22 using Student's T-test and Mann-Whitney and Logistic regression. Results indicate an average age of 39.7 months among the studied children, of which 61.9% were eutrophic and 12% were overweight and obese. Most of the food groups were consumed in a larger quantity in the residence, except for the rice that was most consumed in the CMEI (P <0.001), and that in this population there is a significant association between consumption of desserts, food supplements, sweets and delicacies, chocolates, elaborated preparations, milk derivatives, cheeses and soft drinks with excess weight. Keywords: food portion, portion size, preschool children, nutritional statuso.pt_BR
dc.format.extent60 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEstado nutricionalpt_BR
dc.subjectNutriçãopt_BR
dc.subjectConsumo alimentarpt_BR
dc.titleConsumo alimentar de crianças : tamanho da porção e o estado nutricionalpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record