Show simple item record

dc.contributor.advisorAlmeida, Rodrigo dept_BR
dc.contributor.authorPaula, Sidneia de, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Zootecniapt_BR
dc.date.accessioned2019-01-30T15:59:15Z
dc.date.available2019-01-30T15:59:15Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58642
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Rodrigo de Almeidapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia. Defesa : Curitiba, 22/02/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.34-38pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção Animalpt_BR
dc.description.abstractResumo: Apesar de ser prática comum, inclusive na renovação dos rebanhos, o descarte é um importante ponto a ser avaliado na atividade leiteira. A longevidade dos animais pode ser determinada pelo produtor, onde este poderá decidir pela permanência do animal no rebanho ou, na maioria dos casos, quando involuntário, o descarte acaba sendo determinado pelas circunstâncias. Assim, ao conhecer e identificar os principais fatores de risco que estão associados com as causas mais frequentes de descarte e morte, poderemos estar aptos a reduzir a ocorrência de descarte involuntário. No primeiro capitulo, foi realizada a revisão bibliográfica sobre descarte e longevidade de rebanhos leiteiros. O segundo capítulo teve como objetivo identificar as principais causas de descarte dos rebanhos leiteiros da região de Arapoti, Paraná, resultando em problemas reprodutivos como a razão mais frequente (33,1%), seguido por mastite e alta CCS (20,5%) e problemas de pernas e pés (18,0%). Enquanto que os descartes por saúde da glândula mamária e problemas locomotores distribuíram-se ao longo da lactação, os descartes reprodutivos foram mais frequentes ao fim da lactação, além de 300 dias em leite. Já quanto ao efeito da idade dos animais, as taxas de descarte por problemas associados a mastite e locomotores foram mais prevalentes nas vacas mais velhas, enquanto que os descartes por problemas reprodutivos, embora importantes em todas as idades, foi ainda mais prevalente nas vacas jovens. Observou-se uma tendência de correlação entre taxa de descarte e tamanho do rebanho (r =0,025 ; P<0,09), com rebanhos maiores (acima de 250 vacas) descartando mais animais do que rebanhos pequenos (até 150 animais). As taxas de descarte variaram (P<0,02) no período de 10 anos de monitoramento, com taxas variando de 17,6% (2011) a 26,5% (2016). As taxas de descarte involuntário chegaram a 89,5% do total de animais descartados nestes dez anos de levantamento. No estudo demográfico de 30 rebanhos desta mesma região, a idade média ao primeiro parto foi de 27 meses, a idade média dos rebanhos se manteve em 46,3 meses e o percentual de vacas de 3 ou mais lactações esteve em 37,13%. Foi encontrada correlação negativa entre o percentual de vacas >3 lactações com produção de leite, sugerindo que a alta proporção de vacas adultas não indica necessariamente maior produtividade. As altas taxas de descarte involuntário causam reflexos econômicos e a análise das causas e motivações do descarte são importantes ferramentas de gerenciamento das propriedades leiteiras. Por conta da alta proporção de mortes com causas desconhecidas, recomenda-se a realização mais frequente de necrópsia para que os casos de morte na fazenda sejam melhores diagnosticados. Identificando os principais fatores de risco que estão associados com as causas mais frequentes de descarte e morte, poderemos estar aptos a reduzir a ocorrência de descarte involuntário, melhorando a rentabilidade da atividade e o bem-estar dos animais. Palavras-chave: gado leiteiro, taxa de renovação de rebanho.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Besides to be a common practice, including in herds renovation, the culling is an important point to be evaluated in dairy herds. The animal longevity is determinate by the farmer, who could decide for the permanence of the animal or, in the most of cases, the culling will be decide through circumstances. However, few studies were done in Brazil about culling, herds demographic and longevity. Thus, to know and identify the main risk factors that are associated to major causes of culling and death, would be able to reduce the involuntary culling, that happens when the farmer is forced to culled the cow. In the first chapter, a review was written about dairy herds culling and longevity. The second chapter has the goal to identify the main causes of culling in dairy herds from Arapoti - Paraná, as a result, the most frequent culling reason was reproductive problems (33.1%), mastitis and SCC (20.5%) and leg and foot problems (18.0%). While culling by udder health and foot and leg problems occurred during the lactation and in younger cows, reproductive problems were more frequent at the end, beyond the 300 DIM in older cows. The culling rates with herds had a tendency that large herds (up to 250 cows) culled more (r = 0.025 ; P<0.09) than small herds (until 150 cows) and had no relation among milk yield, % Milk Fat and % Milk Protein and milking (2 or 3x a day). The culling rates varied among the years (P<0.02) from 17.6% (2011) to 26.5% (2016). The involuntary cull rate was 89.5% from total culled animals during these 10-years of studying. In the herd demography study, the data set from 30 herds, the average age was 46.3 months and 73.3% of cows in 3 ? parity. Average DIM on 191 days and milk yield was 30.48 kg/d. Cows 3 ? parities showed a negative correlation with milk yield and small negative correlation with % Milk Fat, suggesting that older cows produce less milk. High rates of culling implicate in economic reflexes and the study of this causes and reasons of culling are important tools to manage dairy farms. Because of high proportion of unknown death, it is recommended more necropsia to improve death diagnoses. But a challenge is to get this information implemented by producers. Thus, by identifying the main risk factors that are associated with a high cause of culling and death, we would be able to reduce the occurrence of involuntary culling, improving the profitability and the animal welfare. Key words: dairy cattle, herd turnover rate.pt_BR
dc.format.extent56 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBovino de leite - Arapoti (PR)pt_BR
dc.subjectZootecniapt_BR
dc.subjectBovino de leite - Criaçãopt_BR
dc.subjectPecuária leiteirapt_BR
dc.titleLongevidade e descarte de vacas leiteiras em rebanhos de Arapoti, Paranápt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record