Show simple item record

dc.contributor.authorGonçalves, Marlene de Fátima, 1971-pt_BR
dc.contributor.otherKnoblauch, Adrianept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2019-05-28T16:13:14Z
dc.date.available2019-05-28T16:13:14Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58621
dc.descriptionOrientadora: Prof.ª Dra Adriane Knoblauchpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 25/09/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.145-154pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo teve como foco a análise de 101 relatos de experiência produzidos por professoras Alfabetizadoras participantes do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, sob a coordenação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) entre os anos de 2013 e 2017. O objetivo foi verificar se as atividades relatadas pelas professoras contemplaram conhecimentos abordados durante as formações e em que medida essas práticas efetivadas em sala de aula se aproximam dos Direitos de Aprendizagem em Língua Portuguesa. Foram destacados os eixos: leitura, produção de textos escritos, oralidade e análise linguística como categorias de análise. Durante a pesquisa foram analisados documentos oficiais referentes às políticas públicas de formação de professores e cadernos de estudos do Pacto. Contribuíram para a análise: os estudos de Bakhtin, Freire e Giroux, sobretudo no que se refere à importância de dar voz aos professores; os textos de Cunha e Ostetto no que se refere à importância do registro escrito e textos de autores da área de Alfabetização e ensino da Língua Portuguesa. Como resultados destaca-se que os relatos trazem evidências significativas de um trabalho voltado para a garantia dos Direitos de Aprendizagem em Língua Portuguesa. Embora algumas ausências tenham sido pontuadas, é possível afirmar que houve a compreensão, por parte das alfabetizadoras, sobre a importância: do lúdico no período da alfabetização; dos espaços de interação entre as crianças; do trabalho planejado com a oralidade; das escritas significativas desde o primeiro ano de escolarização; de uma reflexão sistematizada sobre a língua a partir de situações de ensino contextualizadas; de a literatura se fazer elemento rotineiro em sala de aula; de o processo de alfabetização ocorrer de forma conjunta à ampliação do letramento. Considerando que os relatos foram produzidos durante o período de formação e representaram tarefas no contexto do programa, não evidenciam, necessariamente, práticas efetivas e recorrentes de sala de aula, mas, indicam que houve a compreensão das Alfabetizadoras sobre as diferentes possibilidades de trabalho com a alfabetização nas quais o lúdico pode atuar como fio condutor do processo de ensino. Palavras chave: PNAIC. Formação do professor alfabetizador. Relatos de experiência. Escrita e construção de identidade profissional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present study focused on the analysis of 101 experience reports produced by literacy teachers participating in the National Pact for Literacy in the Right Age, under the coordination of the Federal University of Paraná (UFPR) between 2013 and 2017. The objective was to verify if the activities reported by the teachers contemplated the knowledge approached during the formations and to what extent these practices carried out in the classroom approach the Rights of Learning in Portuguese Language. The following areas were highlighted: reading, production of written texts, orality and linguistic analysis as categories of analysis. During the research, official documents were analyzed regarding the public policies of teacher education and study books of the Pact. Contributed to the analysis: the studies of Bakhtin, Freire and Giroux, especially as regards the importance of giving voice to teachers; the texts of Cunha and Ostetto regarding the importance of written registration by the teacher and texts of authors of the area of Literacy and teaching of the Portuguese Language. As results, it is highlighted that the reports bring significant evidence of a work aimed at guaranteeing the Rights of Learning in Portuguese Language. Although some absences have been observed, it is possible to affirm that there was an understanding by of literacy teachers of the importance of: the ludic during the literacy period; of the spaces of interaction between children; of planned work with orality; of significant writing since the first year of schooling; of a systematized reflection on the language from contextualized teaching situations; of literature to become a routine element in the classroom; of the alphabetization process to take place in conjunction with the literacy enlargement. Considering that the reports were produced during the training period, and were tasks in the context of the program, they do not necessarily show effective and recurrent classroom practices, but, they indicate that there was an understanding of Literacy Teachers about the different possibilities of working with literacy, in which the playful can act as the guiding thread of the teaching process. Keywords: PNAIC. Teacher literacy training. Experience reports. Registration and construction of professional identity.pt_BR
dc.format.extent154 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProfessores alfabetizadores - Formaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectAlfabetizaçãopt_BR
dc.titlePacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa : fragmentos da prática em relatos escritos de professoras alfabetizadoraspt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record