Show simple item record

dc.contributor.advisorMedeiros, Caroline Opolski, 1986-pt_BR
dc.contributor.authorCalao, Kemelly Marcela Freitas Nunespt_BR
dc.contributor.otherBertin, Renata Labronici, 1981-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Medicina do Exercício Físico na Promoção da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2021-05-18T11:28:07Z
dc.date.available2021-05-18T11:28:07Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57601
dc.descriptionOrientador : Profa. Dra. Caroline Opolski Medeiros Coorientadora: Profa. Dra. Renata Labronici Bertinpt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Medicina do Exercício Físico na Promoção da Saúdept_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O aumento no número de idosos vem sendo observado na população mundial em decorrência do aumento da expectativa de vida geral. Diante desse cenário o conhecimento da qualidade de vida se torna relevante. A qualidade de vida está relacionada a diversos fatores, como a saúde física, psicológica, nível de independência, relações sociais, crenças, relação do indivíduo com o meio ambiente e a prática de atividades físicas. Dentre as atividades físicas, a natação e hidroginástica estão diretamente relacionadas com diversos benefícios relatados na literatura para a população idosa. Assim, o presente estudo tem por objetivo avaliar a qualidade de vida de idosos praticantes de atividades aquáticas na cidade de Curitiba/PR. A amostra foi constituída por 43 idosos praticantes de natação e hidroginástica na regional administrativa Matriz de Curitiba. Foram investigados dados sociodemográficos, a prática de atividade física, informações sobre a saúde, e a avaliação da qualidade de vida, por meio do World Health Organization Quality of Life Instrument-Bref (WHOQOL-Bref) e o World Health Organization Quality of Life Instrument-Older (WHOQOL-Old). A análise de dados foi feita através da estatística descritiva, teste T-student e análise de regressão. O presente estudo apresenta uma Qualidade de Vida Geral média de 3,78±0,56 WHOQOL-BREF e 68,82±14,38 WHOQOL-OLD. Associado a natação o domínio de maior relevância foi o Psicológico com uma associação positiva de 9,8:1. Sendo assim evidenciou-se que as atividades aquáticas apresentaram resultados positivos na qualidade de vida dos idosos.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (34 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.titleQualidade de vida de idosos praticantes de atividades aquáticas : um estudo pilotopt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record