Show simple item record

dc.contributor.advisorCamargo, Sérgio, 1971-pt_BR
dc.contributor.authorChicóra, Tatielept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemáticapt_BR
dc.date.accessioned2021-05-06T16:40:01Z
dc.date.available2021-05-06T16:40:01Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57322
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Sérgio Camargopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática. Defesa : Curitiba, 23/02/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.103-109pt_BR
dc.description.abstractResumo: A metacognição de acordo com Flavell (1987 apud JOU; SPERB, 2006) é a capacidade do sistema cognitivo do indivíduo de monitorar e auto-regular os processos cognitivos. Esta capacidade permite a consciência dos próprios pensamentos e ações e, consequentemente, a compreensão acerca do próprio processamento cognitivo. Para um indivíduo possuir tal capacidade é necessário que utilize algumas estratégias, denominadas de estratégias metacognitivas. Assim, considerando a relevância de o futuro professor compreender essas diferentes visões de mundo que emergem na complexidade do espaço escolar, planejamos e desenvolvemos uma estratégia de ensino metacognitiva, com intuito de favorecer a movimentação do perfil conceitual de força de licenciandos em Física de uma Instituição de Ensino Superior (IES). Definimos como objetivo geral analisar a percepção dos licenciandos com relação às estratégias metacognitivas desenvolvidas durante o processo de movimentação do perfil conceitual de força. Nesse sentido, realizamos uma entrevista semi-estruturada ao final da disciplina, buscando indícios de movimentação no perfil conceitual de força dos licenciandos e possíveis relações com as estratégias metacognitivas. A análise das transcrições das entrevistas foi realizada de acordo com os pressupostos da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011). Os resultados apontam para contribuições na movimentação do perfil conceitual de força, revelando que a Consciência é reconhecida pelos licenciandos como uma das estratégias que mais contribuiu para a compreensão do perfil conceitual de força durante o decorrer da disciplina, uma vez que permitiu o reconhecimento das concepções iniciais referentes ao conceito e uma reflexão sobre como estas concepções se apresentam no questionário e, consequentemente, no perfil conceitual individual. Por meio destas reflexões, o sujeito pode modificar a sua forma de analisar uma tarefa e consequentemente, a maneira como escolhe as estratégias para a resolução de uma atividade. Destacamos que os perfis conceituais dos licenciandos sempre estarão em processo de construção, uma vez que, novas situações de aprendizagem podem proporcionar reflexões e desencadear novas movimentações nos perfis. Nesse sentido, as estratégias metacognitivas podem desempenhar um papel fundamental durante a aprendizagem conceitual. Palavras-chave: Movimentação do Perfil Conceitual. Metacognição. Física.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The metacognition according to Flavell (1987, JOU, SPERB, 2006) is the ability of the individual's cognitive system to monitor and self-regulate cognitive processes. This ability allows for awareness of one's own thoughts and actions and, consequently, an understanding of one's own cognitive processing. For an individual to possess such capacity it is necessary that he uses some strategies, called metacognitive strategies. Thus, considering the relevance of the future teacher to understand these different visions of the world that emerge in the complexity of the school space, we planned and developed a strategy of metacognitive teaching, with the purpose of favoring the movement of the conceptual profile of the strength of graduates in Physics of an Institution of Higher Education (HEI). We define as general objective to analyze the perception of the licenciandos in relation to the metacognitive strategies developed during the process of movement of the conceptual profile of force. In this sense, we conducted a semi-structured interview at the end of the course, searching for signs of movement in the conceptual profile of strength of the licensees and possible relations with the metacognitive strategies. The analysis of interview transcripts was performed according to the assumptions of Content Analysis (BARDIN, 2011). The results point to contributions in the movement of the conceptual profile of force, revealing that the consciousness is recognized by the licenciandos as one of the strategies that contributed most to the understanding of the conceptual profile of force during the course of the discipline, since it allowed the conceptions and a reflection on how these conceptions are presented in the questionnaire and, consequently, in the individual conceptual profile. Through these reflections, the subject can modify his / her way of analyzing a task and, consequently, the way in which he / she chooses strategies for solving an activity. We emphasize that the conceptual profiles of the licenciandos will always be in the process of construction, since, new learning situations can provide reflections and trigger new movements in the profiles. In this sense, metacognitive strategies can play a fundamental role during conceptual learning. Key-words: Moving the conceptual profile. Metacognition. Physical.pt_BR
dc.format.extent123 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMetacogniçãopt_BR
dc.subjectFísica - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectMatemáticapt_BR
dc.titleUma estratégia de ensino metacognitiva : contribuições para o perfil conceitual de força de licenciandos em físicapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record