Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Irani dospt_BR
dc.contributor.authorSouza, Rodrigo Marcos de, 1979-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2018-11-14T14:28:33Z
dc.date.available2018-11-14T14:28:33Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57266
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Irani dos Santospt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Defesa : Curitiba, 18/12/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.125-130pt_BR
dc.description.abstractResumo: Efeito de escala são alterações nas respostas de processos hidrológicos decorrentes da variação da área de drenagem da bacia hidrográfica. A partir de uma determinada escala espacial, a heterogeneidade na resposta dos processos hidrológicos tende a diminuir, sendo esta escala conhecida como Área Elementar Representativa (REA). A REA pode ser definida como uma escala limite, separando regiões hidrológicas onde os processos apresentam grande heterogeneidade daquelas com menor heterogeneidade espacial. As vazões mínimas em bacias hidrográficas, mantidas predominantemente pelo escoamento de base, são de importância significativa para a gestão de recursos hídricos. No entanto, a estimativa da disponibilidade hídrica associada às vazões mínimas, que ocorre geralmente por regionalização, apresenta incerteza decorrente da heterogeneidade espacial dos parâmetros controladores do escoamento de base. Neste contexto, o objetivo principal deste trabalho é avaliar a heterogeneidade espacial e o efeito de escala no escoamento de base em bacias embutidas do Alto Rio Iguaçu/PR, no período de 1998 a 2012. Foram avaliadas 14 sub-bacias localizadas à montante da estação de União da Vitória, com áreas de drenagem variando, aproximadamente, de 700 km² a 24.000km². A separação do escoamento foi realizada com o filtro de Eckhardt e avaliados quatro métodos para a obtenção da constante de recessão do escoamento de base. Avaliou-se o efeito de escala sobre parâmetros de bacia e de escoamento de base. Os resultados indicam que o modelo de Boussinesq representa melhor as recessões na área de estudo, que existe o efeito de escala na heterogeneidade dos parâmetros de bacia e no escoamento de base e que parâmetros de bacia tem significativa influência na variação espacial dos parâmetros de escoamento. Os parâmetros de bacia área de drenagem e integral hipsométrica, cuja combinação representa o volume de contribuição de água subterrânea, amplitude altimétrica, permeabilidade médias das rochas e dos solos, relação de relevo e declividade apresentam forte relação com o comportamento espacial do escoamento de base. A escala da REA encontrada foi de aproximadamente 20% da área da bacia hidrográfica, embora apresente grande variação dependendo do parâmetro analisado. Palavras-chave: Escoamento de base. Efeito de escala. Área elementar representativa. Morfometria.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Scale effect are changes in the responses of hydrological processes arising from changes in the drainage area of the watershed. From a given spatial scale, the heterogeneity in the response of hydrological processes tends to decrease, which this scale is known as Representative Elementary Area (REA). The REA can be defined as a limit scale, separating hydrological regions where processes show great heterogeneity of those with lower spatial variability. The minimum flows in watersheds, held predominantly by the base flow, are of significant importance for the management of water resources. However, the estimate of water availability associated with the minimum flows, which usually occurs by regionalization presents uncertainty due to the spatial heterogeneity of the controlling parameters of the base flow. In this context, the main objective of this study is to evaluate the spatial heterogeneity and scale effect on flow based on embedded basins of the Alto Rio Iguaçu/PR in the period of 1998 to 2012. It was evaluated 14 sub-basins located upstream of the station União da Vitória, with drainage areas ranging from approximately 700 km² to 24.000km². The flow separation has been performed with Eckhardt filter, and evaluated four methods to the obtainment of the base flow recession constant. It was evaluated the scale effect on basin parameters and base flow. The results indicate that the Boussinesq model represents better the recessions in the study area, that there is the scale effect on the basin parameters heterogeneity and the flow base and what basin parameters have a significant influence on the spatial variation of the flow parameters. The basin drainage area parameters and full hypsometric, whose combination represents the volume of groundwater contribution, altimetry amplitude, permeability averages of rocks and soil, relief and slope ratio have strong relation with the spatial behavior of the base flow. The REA scale found was approximately 20% of the watershed area, although with great variation depending on the parameter analyzed Key-words: Base flow. Scale effect. Representative Elementary Area. Morphometry.pt_BR
dc.format.extent161 p. : il. (algumas color.), mapas, tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBacias hidrográficaspt_BR
dc.subjectGeografiapt_BR
dc.subjectDrenagempt_BR
dc.subjectEscoamentopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleHeterogeneidade espacial e efeito de escala no escoamento de base em bacias embutidas do Alto Iguaçu/PRpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record