Show simple item record

dc.contributor.advisorMenezes, José Vitor Nogara Borges de, 1962-pt_BR
dc.contributor.authorMenoncin, Bruna Letícia Vessoni, 1990-pt_BR
dc.contributor.otherCaparroz, Juliana Feltrin de Souzapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2018-09-12T20:45:22Z
dc.date.available2018-09-12T20:45:22Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57246
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. José Vitor Nogara Borges de Menezespt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Prof.ª Dra. Juliana Feltrin de Souza Caparrozpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa : Curitiba, 23/07/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A ansiedade odontológica (AO) é uma sensação comum em crianças submetidas ao tratamento odontológico. Alguns fatores encontrados no atendimento odontológico infantil podem estar relacionados com dor e ansiedade. Este estudo observacional transversal teve como objetivo verificar se existe uma associação entre relato de dor dentária e AO com fatores socioeconômicos e condições clínicas. Uma amostra representativa de 731 escolares, de oito anos de idade, do município de Curitiba-PR, foi avaliada clinicamente por quatro examinadores calibrados (k?0,75) quanto ao diagnóstico de cárie dentária e Hipomineralização de Molares e Incisivos (HMI). A AO infantil foi relatada pelos pais por meio da Dental Anxiety Question (DAQ), e a dor dentária, por meio de uma pergunta específica, ambas contidas em um questionário semiestruturado. As associações foram analisadas pela análise de Regressão múltipla de Poisson com variância robusta (p<0,05). A prevalência do relato parental de AO foi de 55,4% (IC95%=52%-59%), enquanto 43,4% (IC95%=40%-47%) relataram que seus filhos tiveram dor dentária. Na análise bivariada, houve uma associação significante entre a AO e a presença da HMI (RP=1,20; IC95%=1,01-1,42; p=0,038); porém, quando ajustada pelas demais características, a presença de AO não se manteve associada à HMI (RP= 1,13; IC95%=0,92-1,38; p=0,215). A dor dentária também não se mostrou associada à HMI (RP= 1,12; IC95%=0,88-1,43; p=0,341). A experiência de cárie dentária na dentição decídua influenciou a AO (RP=0,83; IC95%=0,71-0,96; p=0,013) e aumentou a prevalência de dor dentária (RP=4,38; IC 95%=3,20-5,94; p<0,001). A experiência de cárie não se manteve relacionada à AO em relação à dentição permanente (RP=1,17; IC95%=0,99-1,40; p=0,064). Além disso, observou-se associação das características socioeconômicas ao relato de dor dentária, como: escolaridade dos pais (RP=1,17; IC95%=1,01-1,36; p=0,005); a criança que já foi levada ao dentista (RP=3,70; IC95%=2,28-6,01; p=0,002) e o motivo de dor da última consulta odontológica (RP=1,78; IC95%=1,48-2,15; p<0,001). O padrão socioeconômico não interferiu da mesma maneira sobre a AO, apenas a presença de dor dentária que motivou a última visita odontológica elevou os níveis de AO (RP=1,18; IC95%=1,07-1,30; p=0,001). Conclui-se, de acordo com este estudo, que a presença de AO esteve associada à presença de cárie na dentição decídua e a crianças que foram ao dentista, pela última vez, por motivo de dor. A dor dentária também esteve associada à cárie na dentição decídua, à escolaridade do responsável, a visitas ao dentista e a quando a útlima visita foi motivada por dor dentária. Dor dentária e ansiedade odontológica não estiveram associadas à HMI. Palavras-chave: Ansiedade ao Tratamento Odontológico. Odontalgia. Hipomineralização Dentária. Criança. Escala de Ansiedade Frente a Teste.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Dental anxiety (DA) is a common sensation in children undergoing dental treatment. Some difficulties in children dental care may be related to pain and anxiety. This observational cross-sectional study had the aim to verify the relationship between dental pain and DA with the presence of MIH. A representative sample of 731 8-year-old schoolchildren from the city of Curitiba- PR was evaluated clinically by four calibrated examiners (k? 0.75) for MIH and dental caries. Childhood DA was reported by parents through the Dental Anxiety Question (DAQ) and denta pain, trrough a specific question, both containes in a semiestructured questionnaire. Associations were analyzed using the Poisson regression method with robust variance (p <0.05). DA prevalence in children was 55.4% (CI95%=52%-59%), while 43.4% (CI95%=40%-47%) parents related that your child had dental pain. There was a significant association between DA and the presence of teeth with MIH (PR=1.20; CI95%=1.01; p=0.038), but when ajusted for the other variables, the presence of DA did not remain associated with MIH (PR=1.13; CI95%=0.92-1.38; p=0.215). Dental pain was also not related to MIH (PR=1.12, CI95%=0.88-1.43; p=0.341). The presence of dental caries lesions in primary teeth influenced DA (PR=0.83; CI95%=0.71-0.96; p=0.013) and dental pain (PR=4.38; CI95%=3.20- 5.94; p=0.001). Caries experience was not related to DA in relation to permanent teeth (PR=1.17; CI95%=0.99-1.40, p=0.064). In addiction, was observed the influence of socioeconomic characteristics on dental pain report, such as: parent's schooling (PR=1.17; CI95%=1.01-1.36; p=0.005), with child had already been taken to the dentist (PR=3.70; CI95%=2.28-6.01; p=0.002) and the reason for the las visit (PR=1.78; CI95%=1.48-2.15; p<0.001). Socioeconomic pattern did not interfere in the same way about DA, only the presence of dental pain that motivated the last dental visit increased the levels of DA (PR=1.18; CI95%=1.07-1.30; p=0.001); It concludes, according to this study, that the presence of DA was associated with the presence of caries in primary teeth and with children who went to the dentist for the last time because of pain. Dental pain was also associated with caries in primary teeth, parent's schooling, visits to the dentist and when the last visit was motivated by dental pain. Dental pain and anxiety was not associated to MIH. Key-words: Dental Anxiety. Toothache. Tooth Demineralization. Child. Test Anxiety Scale.pt_BR
dc.format.extent112 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAnsiedadept_BR
dc.subjectOdontologiapt_BR
dc.subjectTratamento odontológicopt_BR
dc.subjectOdontopediatriapt_BR
dc.titleAnsiedade odontológica e dor dentária em escolares : fatores clínicos e socioeconômicos associados : estudo transversal de base populacionalpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record