Show simple item record

dc.contributor.advisorDi Bernardi, Raffaello Popa, 1975-pt_BR
dc.contributor.authorSantos, Caroline Maria Ristow Pasinotto dospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Medicina do Trabalhopt_BR
dc.date.accessioned2022-04-25T19:25:27Z
dc.date.available2022-04-25T19:25:27Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57146
dc.descriptionOrientador : Raffaello Di Bernardipt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Medicina do Trabalhopt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Os transtornos mentais e do comportamento são um problema de saúde pública. Neste estudo revisou-se na literatura documentos a respeito da identificação dos fatores de risco, riscos e danos psicossociais entre trabalhadores da área de saúde e buscou-se por ferramentas capazes de auxiliar na identificação e mensuração destes riscos entre estes trabalhadores. Foram inclusos estudos que continham entre os descritores pelo menos um dos seguintes unitermos: "saúde ocupacional", "saúde do trabalhador", "saúde mental", "riscos psicossociais", "questionários", "burnout" ou "Síndrome de Burnout". Foram critérios de exclusão textos em língua estrangeira ou que não abrangessem os trabalhadores da área de saúde. Os riscos psicossociais são permeados por demandas individuais, organizacionais e sociais. Os danos psicossociais podem decorrer da intersecção entre esses fatores. Existem diferentes modelos teóricos que ao relacionarem o estresse, o trabalho e as demandas citadas anteriormente sugerem fatores de risco psicossociais, genéricos ou específicos, para o adoecimento mental dos trabalhadores. Revisando-se diferentes instrumentos psicométricos, que avaliam esses fatores de risco, procuramos expor aos leitores ferramentas capazes de se avaliar os riscos e danos psicossociais e, assim, identificar ferramentas que podem auxiliar no reconhecimento de perfis de adoecimento, diagnósticos situacionais, identificação de dados epidemiológicos e, assim, auxiliar no planejamento de estratégias de intervenção irecionadas à melhoria das condições de trabalho, de qualidade de vida dos trabalhadores, redução de absenteísmo e gastos previdenciários. Consideramos a aplicação dessas ferramentas importante: seu uso junto aos trabalhadores da área da saúde revela o interesse de cuidar de quem cuida e em última análise o seu uso pode nos auxiliar no incremento de uma rede protetora a fim de evitarmos e prevermos agravos relacionados à saúde mental nestes trabalhadores e assim, extrapolar esses cuidados à população geralpt_BR
dc.format.extent1 arquivo (52 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSaúde e trabalhopt_BR
dc.subjectSaúde mentalpt_BR
dc.subjectRiscos ocupacionaispt_BR
dc.subjectPessoal da area médicapt_BR
dc.titleAvaliação de riscos psicossociais no processo de trabalho entre trabalhadores da área da saúde : revisão de literaturapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record