Show simple item record

dc.contributor.advisorRosaneli, Alessandro Filla, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorGesser, Júlia Helena, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbanopt_BR
dc.date.accessioned2018-11-01T12:37:07Z
dc.date.available2018-11-01T12:37:07Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56768
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Alessandro Filla Rosanelipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano. Defesa : Curitiba, 25/04/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.171-182pt_BR
dc.description.abstractResumo: Nas últimas décadas os centros urbanos sofreram um processo de degradação e esvaziamento de pessoas, deixando de ser o espaço primordial da vida pública. As ruas centrais sofreram com maior intensidade esse processo, ao serem concebidas para suprir essencialmente às necessidades de tráfego urbano. Porém, contrariando essa dinâmica, observa-se que nos últimos anos as pessoas estão voltando às ruas e se (re)apropriando das mesmas, fortalecendo relações positivas entre espaço e sujeito. Esse fenômeno demonstra a importância desse espaço público para a vitalidade da urbe e suscita novas perspectivas para se repensar os processos de planejamento urbano, que ainda explicitam uma série de desafios para a recuperação das áreas centrais enquanto locais de sociabilidade, orientados às pessoas. A presente pesquisa propõe um estudo sobre algumas ruas centrais de Curitiba que sofreram, nas últimas décadas, um processo de degradação e esvaziamento de pessoas, e nos últimos anos vem sendo palco de intensa (re)apropriação social noturna, voltada ao lazer, compondo um ambiente plural e de variadas práticas sociais. Pela investigação dos usos cotidianos, sua relação com o ambiente e os conflitos gerados neste fenômeno, propõe-se refletir de que maneira os processos de planejamento urbano podem ser repensados, visando à construção de cidades mais humanas e à efetivação do direito à cidade na contemporaneidade, sobretudo nos centros urbanos. No que tange à metodologia, a pesquisa se classifica como exploratória e possui o método de abordagem descritivo. Em relação aos procedimentos técnicos, apoia-se na revisão bibliográfica, pautada em teorias do espaço público e nas metodologias de observação e documental. Os resultados obtidos apontam que a (re)apropriação das ruas é positiva à sociabilidade, fortalece a esfera pública e a partir conflitos evidenciados é inerente ao fenômeno a busca pelo direito à cidade, mas ainda enseja uma série de desafios na efetivação de um espaço público de qualidade, voltado à dimensão humana, considerando toda sua pluralidade. Palavras-Chave: (Re)apropriação Ruas. Espaço Público. Planejamento Urbano. Centro Urbano. Curitiba (PR).pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In the last decades the urban centers have had a process of degradation and emptying of people, being no longer the primary space of public life. The central streets have suffered more intensely this process, as they are designed to supply essentially urban traffic. However, contrary to this dynamic, it is observed that in recent years people are returning to the streets and (re)appropriating them, strengthening positive relations between space and subject. This phenomenon demonstrates the importance of this public space for the city vitality and it shows new perspectives to rethink the processes of urban planning, which still have lots of challenges for the recovery of the central areas as places of sociability, oriented to the people. The present research proposes a study about Curitiba’s central streets that have undergone, in recent decades, a process of degradation and emptying of people, and in recent years have been the scene of intense nocturnal social (re)appropriation, focused on leisure, composing a plural environment, with many social practices. By investigating everyday uses, its relationship with the environment and the conflicts generated in this phenomenon, it’s proposed to reflect how urban planning processes can be rethought, aiming the construction of more humane cities and aiming the right to the city in the contemporary world, especially in urban centers. About the methodology, the research is classified as exploratory and has a descriptive approach. About the technical procedures, it relies on the bibliographic review based on theories of the public space and on the methodologies of observation and documentary. The results indicate that the streets (re)appropriation is positive to the sociability, strengthens the public sphere and the conflicts demonstrate that the right to the city is inherent to the phenomenon, but still presents a lot of challenges to the realization of a public space of quality, focused on the human dimension, considering all its plurality. Keywords: (Re)appropriation Streets. Public Space. Urban Planning. Urban Center. Curitiba (PR).pt_BR
dc.format.extent187 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPlanejamento urbano - Curitiba (PR)pt_BR
dc.subjectPlanejamento Urbano e Regionalpt_BR
dc.subjectRuaspt_BR
dc.subjectEspaços publicospt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleSe essa rua fosse minha : um estudo sobre a (re)apropriação das ruas centrais de Curitiba (PR - Brasil)pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record