Show simple item record

dc.contributor.authorNovôa, Jessica, 1980-pt_BR
dc.contributor.otherBrito, Glaucia da Silvapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-11-19T13:37:17Z
dc.date.available2018-11-19T13:37:17Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56563
dc.descriptionOrientadora: Prof.a. Dr. a Glaucia da Silva Britopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa : Curitiba, 23/04/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.174-184pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente pesquisa, realizada com treze docentes do Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado de Transtorno Global do Desenvolvimento do Município de Araucária - Paraná, tem como objetivo apresentar uma proposta de formação continuada, utilizando como ferramenta de interação entre os participantes o ambiente virtual de aprendizagem, a partir das reflexões e necessidades docentes para o uso das tecnologias de informação e comunicação na ação pedagógica no Atendimento Educacional Especializado como modalidade de ensino da educação especial. O estudo foi desenvolvido por meio de metodologia qualitativa, a partir do estudo de um caso empírico baseado em Yin (2010) e CRESWELL (2014) para a sistematização da coleta de dados. Utilizou-se para a análise de dados triangulação, partindo da análise documental, aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas com base em LÜDKE e ANDRÉ (2013) e, para a análise de conteúdo, a categorização de BARDIN (2009). Para entendermos alguns conceitos atrelados à pesquisa, utilizaram-se autores como FORQUIN (1996) sobre cultura escolar, cultura da escola e na escola, LEVY (1999) e LEMOS (2001) sobre sociedade do conhecimento, cibercultura e ciberespaço, CASTELLS (1999) para reflexão acerca da Sociedade em Rede, FREIRE (1996), MORAN (2007), NÓVOA (2009), GATTI; BARRETO (2009) e PIMENTA (2012) relacionados à formação inicial e continuada, ENS e BEHRENS (2010) para conceituar saberes docentes e relacioná-los à prática de ensino, KENSKI (2016) para conceituar tecnologias, Valente (2013) para o conceito das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), GARCIA VERA (2000), SANCHO (1995), VALENTE (2002), TJARA (2002) e BRITO; PURIFICAÇÃO (2015)para formação de professores e tecnologias, SCHERER (2005) para descrevermos ambiente virtual de aprendizagem, BOSA e GARCIA (2013) que nos trazem reflexões dos movimentos que já foram realizados em prol da formação de professores na Educação Especial, bem como as definições utilizadas atualmente para Tecnologia Assistiva (TA) com os autores DAMASCENO e FILHO (2002), RODRIGUES (2013), TONOLLI e BERSCH (1998), CARNIEL (2017) e Tecnologias Digitais Assistivas com KULPA (2017) e BRITO; LEITE; MARTINS (2014) para discutir sobre as Tecnologias na educação especial, formação docente e inserção educacional e social. Como resultados da pesquisa, foram identificadas, nas respostas dos docentes, a necessidade da formação continuada contextualizada para subsidiar o trabalho pedagógico, com a utilização das tecnologias digitais de informação e comunicação, ao mesmo tempo em que o docente constitui seu aprendizado em um AVA, refletindo sobre sua forma de participação, interação e identidade no ambiente virtual bem como as diferentes tecnologias digitais como meio para promover sua ação docente no AEE. Palavras-chave: Formação continuada docente. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Tecnologias Educacionais. Educação Especial. Transtorno do Espectro Autista.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present research, carried out with thirteen teachers of the Municipal Center of Specialized Educational Attention of Developmental Disorder of the Municipality of Araucária - Paraná, aims to present a proposal of continuous training, using as interaction tool among the participants the virtual learning environment, based on reflections and teaching needs for the use of information and communication technologies in the pedagogical action in Specialized Educational Assistance as a special education teaching modality. The study was developed through a qualitative methodology, based on the study of an empirical case based on Yin (2010) and CRESWELL (2014) for the systematization of data collection. Triangulation was used for the analysis of data, starting from the documentary analysis, the application of questionnaires and semi-structured interviews based on LÜDKE and ANDRÉ (2013) and, for content analysis, the categorization of BARDIN (2009). In order to understand some concepts linked to the research, authors such as FORQUIN (1996) on school culture, culture in and of the school, LEVY (1999) and LEMOS (2001) on the Knowledge Society, cyber culture and cyberspace, CASTELLS (1999) for reflection on the Network Society, FREIRE (1996), MORAN (2007), NÓVOA (2009), GATTI; BARRETO (2009) and PIMENTA (2012) related to initial and continuing training, ENS and BEHRENS (2010) to conceptualize teacher knowledge and relate it to teaching practice, KENSKI (2016) to conceptualize technologies, Valente (2013) for the concept of Digital Technologies of Information and Communication (DTIC), GARCIA VERA (2000), SANCHO (1995), VALENTE (2002), TJARA (2002) and BRITO; PURIFICAÇÃO (2015) for continuous teacher training and technologies, SCHERER (2005) to describe the virtual learning environment, BOSA and GARCIA (2013) who brings us reflections of the actions taken for teacher's continuous training for Special Education, as well as the definition used nowadays for Assistive Technology (AT) with DAMASCENO and FILHO (2002), RODRIGUES (2013), TONOLLI and BERSCH (1998), CARNIEL (2017), and Assistive Digital Technologies with KULPA (2017) and BRITO; LEITE; MARTINS (2014) to discuss over technologies on special education, teacher's training and educational and social inclusion. As results of the research and looking into the teachers' responses, the need of contextualized and continuous teacher training was identified to subsidize the pedagogical work using Digital Technologies of Information and Communication, at the same time as the teachers build their learning in a virtual learning environment, reflecting on their form of participation, interaction and identity in a virtual environment, as well as how the digital technologies can be used as means to promote their teaching activity on the Center of Specialized Educational Attention. Keywords: Continuous Teacher Training. Virtual Learning Environment. Educational Technologies. Special Education. Autistic Spectrum Disorder.pt_BR
dc.format.extent259 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação especialpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectAutismopt_BR
dc.subjectTecnologia educacionalpt_BR
dc.titleO ambiente virtual de aprendizagem na educação especial : um estudo sobre formação continuada docente na área do transtorno do espectro autistapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record