Show simple item record

dc.contributor.authorBalan, Karla Cristina Kisnerpt_BR
dc.contributor.otherPereira Jorge, Iranise Moro, 1979-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde da Famíliapt_BR
dc.date.accessioned2022-08-04T20:13:52Z
dc.date.available2022-08-04T20:13:52Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56473
dc.descriptionOrientador : Iranise Moro Pereira Jorgept_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Saúde, Curso de Especialização em Residência Multiprofissional em Saúde da Família.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, exploratória descritiva de caráter transversal que tem como objetivo avaliar o nível de estresse ocupacional e o contexto de trabalho de residentes de um programa da Universidade Federal do Paraná. Utilizouse para a coleta de dados três questionários estruturados para traçar o perfil dos participantes e avaliar o nível de estresse com a Escala de Estresse no Trabalho (EET) e a Escala de Avaliação do Contexto de Trabalho (EACT). A análise de dados dos questionários validados foi pautada de acordo com a orientação das escalas utilizando o Microsoft Excel como suporte para uma analise estatística descritiva. Os resultados obtidos mostram uma variação no nível de estresse entre os residentes do primeiro e segundo ano de programa. Dentre os participantes da pesquisa cinco são do sexo masculino e vinte e três do sexo feminino, tendo uma média de 25,8 anos. Em relação à EACT 57% dos residentes do primeiro ano apresentam nível crítico de estresse e 14% nível satisfatório, já os do segundo ano 28% apresentam nível grave e 71% critico. A EET mostrou que 29% dos residentes apresentam um nível satisfatório dentro da escala e 50% estão pontuados no nível crítico. Os resultados apontam um índice significativo de estresse em ambas as escalas e categorias de residentes apontando uma necessidade de estimular a criação de métodos para minimizar o desenvolvimento de estresse no ambiente laboral bem como a busca de estratégias para lidar com as situações vivenciadas durante o processo de especialização.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEstresse ocupacionalpt_BR
dc.subjectInternato e residênciapt_BR
dc.titleAvaliação do nível de estresse ocupacional em residentes de um Programa de Residência Multiprofissional em Saúdept_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record