Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Jorge Luiz Moretti dept_BR
dc.contributor.authorGoularte, Gabriel Democh, 1986-pt_BR
dc.contributor.otherEvangelista, Adão Wagner Pêgopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solopt_BR
dc.date.accessioned2018-08-27T17:55:47Z
dc.date.available2018-08-27T17:55:47Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56361
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Jorge Luiz Moretti de Souzapt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Adão Wagner Pêgo Evangelistapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo. Defesa : Curitiba, 02/12/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Solo e ambientept_BR
dc.description.abstractResumo: Teve-se por objetivo no presente trabalho determinar a faixa ideal de porosidade de aeração do solo ( ) para obter a melhor produtividade do cafeeiro irrigado, bem como comparar as componentes de um balanço hídrico agrícola (BHA) do cafeeiro, considerando a variação da profundidade efetiva do sistema radicular (z) e fração p, na região de Lavras-MG. O presente trabalho está estruturado em dois capítulos. No primeiro capítulo analisou-se a influência da porosidade de aeração ( ) temporal do Latossolo vermelho na produtividade do cafeeiro irrigado. No segundo capítulo realizou-se a comparação entre as componentes do balanço hídrico agrícola para o cafeeiro "não irrigado" e irrigado (100% Li). Das análises realizadas no Capítulo 1 constatou-se que: a) O manejo da irrigação no pivô central aplicando 100% Li necessária ao cafeeiro propicia melhores condições de aeração no solo; e, b) A porosidade de aeração do solo ( ) entre 0,152-0,158 m3 m 3 é ideal para o sistema radicular do cafeeiro cultivado em Latossolo Roxo. Das análises realizadas no segundo capitulo constatou-se que: a) Para condição "não irrigada" houve deficiências hídricas severas para o cafeeiro, principalmente no estágio fenológico 3 (florada, chumbinho e expansão de frutos), independente da z e fração p considerada; b) Para condição irrigada a evapotranspiração real (ER) foi em média 87,3; 93,1 e 95,1% da evapotranspiração da cultura (ETc) para z de 0,25; 0,50 e 0,75 m, respectivamente; e, c) O aumento da fração p de 0,2 para 1 promoveu aumento de 4,5; 4,3; 4,9% na ER na condição "não irrigada" e 4,4; 2,3 e 1,6% na condição irrigada para z de 0,25; 0,50 e 0,75 m, respectivamente. Palavras-chave: Atributos do solo, balanço hídrico, produção, café, irrigaçãopt_BR
dc.description.abstractAbstract: The objective of this study was to determine the ideal soil aeration porosity ( ) to obtain the best yield of the irrigated coffee, as well as to compare the components of an agricultural water balance (BHA) to coffee considering the variation of the effective depth of the system root (z) and fraction p, in the region of Lavras-MG. This paper is structured in two chapters. In the first chapter, the influence of the aeration porosity ( ) of the Red Latosol on the productivity of the irrigated coffee tree was analyzed. In the second chapter, the components of the agricultural water balance for non-irrigated and irrigated coffee (100% Li) were compared. From the analyzes carried out in Chapter 1, it was verified that: a) Irrigation management in the central pivot by applying 100% Li required to the coffee tree gives better aeration conditions in the soil; and, b) The soil aeration porosity ( ) between 0,152-0,158 m3 m 3 is ideal for the root system of the coffee tree cultivated in Purple Latosol. From the analyzes carried out in Chapter 2, it was verified that: a) For non-irrigated conditions, there were severe water deficiencies for the coffee tree, mainly in the phenological stage 3 (flowering, chumbinho and fruit expansion), independent of z and fraction p considered; b) For irrigated conditions the actual evapotranspiration (ETr) was on average 87.3; 93.1 and 95.1% of crop evapotranspiration (ETc) for z of 0.25; 0.50 and 0.75 m, respectively; and, c) The increase of the p-fraction from 0.2 to 1 promoted an increase of 4.5; 4,3; 4.9% in the ETr in the non-irrigated condition and 4.4; 2.3 and 1.6% in the irrigated condition for z of 0.25; 0.50 and 0.75 m, respectively. Keywords: Soil properties, water balance, production, coffee.pt_BR
dc.format.extent66 p. : il. (algumas color.), tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCiência do Solopt_BR
dc.subjectCafé - Irrigação - Minas Geraispt_BR
dc.subjectSolos - Porosidadept_BR
dc.subjectBalanço hidrológicopt_BR
dc.titlePorosidade de aeração e relações hídricas na produtividade do cafeeiro irrigado em latossolo roxo, no sul de Minas Geraispt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record